Mastim Inglês

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mastim Inglês
Mastiff inglês
Nome original English Mastiff
Outros nomes Mastiff inglês
Mastim inglês
Canis molossus
С. mastivus gladiator
Mastife inglês
País de origem  Reino Unido
Características
Peso macho 72-104 kg
Peso fêmea 54-77 kg
Altura 70-91 cm na cernelha
Pelo curto
Expectativa de vida 10-12 anos
Classificação e padrões
Federação Cinológica Internacional
Grupo 2 - Cães de tipo pinscher e schnauzer, molossóides, cães montanheses e boiadeiros suíços
Seção 1 - Molossos - Tipo Dogue
Estalão #264 - 24 de junho de 1987
Pintura "Mastiff Pluto", 1830. Cão de orelhas cortadas.

Mastim inglês[Nota] (em inglês: English Mastiff) é uma raça canina do tipo mastim oriunda do Reino Unido, que descende de cães molossos antigos. Veem-se desenhos egípcios com seus ancestrais datados de 3000 a.C. Conhecidos como cães de guarda, são considerados excelentes guardiões e cães de família. Fisicamente, é ainda um dos maiores cães reconhecidos pela FCI. Podem pesar cerca de 80 kg e consumir 1 kg de ração por dia.[1]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

A forma em inglês "Mastiff", talvez tenha sido influenciada pelo francês antigo mastin que significa "grande cur, mastiff", ou de "mestif" que significa "mestiço/sem raça definida"; ou ainda do dialeto Provençal "mastis", tanto do latim vulgar "mansuetinus" que significa "domesticado, doméstico".[2] Em tempos antigos, estes cães também eram chamados de Dogge, palavra grafada no inglês antigo, e que provavelmente foi herdado do Francês "Dogue", que por sua vez significa "grande cur"; ou pode derivar do próprio inglês antigo "docga" que significa "cão poderoso/musculoso". A palavra "Cur" é provavelmente derivada de "Curdogge", que na época significava algo como "cão que rosna" ou "grande cão agressivo".

História[editar | editar código-fonte]

De origem antiga e imprecisa, embora especula-se que seja descendente do extinto Alaunt e do Pugnaces Britanniae(com provável inserção do extinto Mastiff dos Alpes durante o século XIX), os cães mastiffs foram muito apreciados em diversas funções. Inicialmente visto como um tipo de cão, e não uma raça, era classificado de acordo com a função que possuía. Haviam cães que lidavam com touros, e até participavam de combates (cães que mais tarde receberam o apelido de "Bulldog"); outros eram utilizados na caça à grandes animais, e uma outra parte era utilizada como cão de guarda, este último recebendo a denominação "Ban Dogge"(atualmente grafado "Bandog").

Em 1570, Johannes Caius publicou um livro escrito em latim, que foi traduzido para o inglês por Abraham Fleming em 1576 sob o nome de "Englishe Dogges", onde ele descreveu o Bandog como um "grande e teimoso cão, ardente, de corpo pesado" . Johannes Caius afirmou que, entre outras características, o "Mastiff ou Bandogge é utilizável contra a raposa e o texugo, e para conduzir os suínos selvagens para fora de prados, pastagens e, para morder e pegar o touro pelas orelhas, quando a ocasião assim exigir". Além disso, William Harrison, em sua descrição da Inglaterra durante 1586, descreve o tipo como: "... Mastiff, Tie dog (Cão de coleira), ou "Band dog", assim chamado porque muitos deles são amarrados em correntes e cordas fortes durante o dia, é um cão enorme, teimoso, mais assustador, agressivo, terrível e temível de se ver e muitas vezes mais feroz do que qualquer "Cão arcadiano" ou "Cur corso" ".[3]

Estes cães começaram a tornar-sem uma raça e sua criação profissional inicializou-se em 1883 com a fundação do Old English Mastiff Club.[4]

A raça quase foi extinta na Grã-Bretanha após a Segunda Guerra Mundial. Linhagens foram então importadas, e desde essa época a composição numérica e de qualidade da raça tomou um grande crescimento. Combinando grandiosidade com boa natureza, ele é um cão extremamente grande em altura e circunferência, largo e profundo no corpo, cheio de substância, com grandes ossos fortes.[5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Mastiff» (em inglês). American Kennel Club. Consultado em 5 de novembro de 2011 
  2. Etimologia da palavra 'mastiff'(em inglês)
  3. História do Bandog(em inglês)[ligação inativa]
  4. Resumo histórico da raça
  5. «Padrão oficial da raça em português» (PDF). Consultado em 19 de novembro de 2016. Arquivado do original (PDF) em 5 de junho de 2015 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Mastim Inglês
Ícone de esboço Este artigo sobre cães é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.