Matilda Joslyn Gage

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
MatildaJoslynGage.jpeg

Matilda Electa Gage (nascida Joslyn; 24 de março de 1826 - 18 de março de 1898) foi uma famosa ativista pelo sufrágio universal, pelos direitos dos nativos americanos, abolicionista e livre pensadora americana, além de uma autora prolífica autointiulada, "nascida com ódio para opressão".[1][2]

Sua filha, Maud Gage, casou-se com o escritor e teosofista estadunidense L. Frank Baum, em 9 de novembro de 1882.[3]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. International Council of Women, National Woman Suffrage Association (U.S.). "Report of the International council of women: assembled by the National woman suffrage association, Washington, D.C., U.S. of America, March 25 to April 1, 1888, Volume 1." (1888) New York: R.H. Darby, p.347.
  2. Wagner, Sally Roesch. "MATILDA JOSLYN GAGE: Forgotten Feminist." New York History Net
  3. Report of the International Council of Women: Assembled by the National Woman Suffrage Association, Washington, D.C., U.S. of America, March 25 to April 1, 1888 R. H. Darby, printer [S.l.] 1888. 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.