Michael Bublé

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Michael Bublé
Bublé em 2011.
Informação geral
Nome completo Michael Steven Bublé[1]
Também conhecido(a) como Mike Bub
Nascimento 9 de setembro de 1975 (41 anos)[1]
Origem Columbia Britânica[1]
País  Canadá[1]
Gênero(s) Pop tradicional, easy listening, jazz, pop rock, show tune, swing, big band, blue-eyed soul
Cônjuge Luisana Lopilato (2011 - presente)
Período em atividade 2001 - atualmente
Gravadora(s) Warner Music
Reprise Records
Afiliação(ões) Josh Groban, Shania Twain, Thalía
Página oficial www.michaelbuble.com/

Michael Steven Bublé (Burnaby, 9 de setembro de 1975) é um cantor, compositor, ator e comediante canadense. Ele ganhou vários prêmios, incluindo quatro Grammy e dez Juno Awards. Seu álbum homônimo de estreia, de 2003, alcançou o Top 10 no Canadá, Reino Unido e Austrália. Ele obteve sucesso comercial nos EUA com o álbum It's Time, impulsionado pelo hit "Home". Seu terceiro álbum Call Me Irresponsible chegou a número um da Billboard 200, assim como o álbum posterior Crazy Love. Seu álbum Christmas, lançado em outubro de 2011, vendeu seis milhões de cópias em apenas dois meses, mantendo o astro em primeiro lugar por cinco semanas consecutivas como o álbum mais vendido no mundo. O mais recente To Be Loved, lançado em abril de 2013, já alcança a marca de 3 milhões de cópias. No total, Bublé já vendeu cerca de 50 milhões de álbuns ao redor do mundo. [2]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Michael Bublé nasceu na cidade de Burnaby em Canadá. Ele é filho de Lewis Bublé, um pescador de salmão.

Michael Bublé era noivo de longa data de Debbie Timuss, uma atriz, dançarina e cantora. Ambos estavam na Red Rock Diner em 1996 e Dean Regan's Swing Forever, em 1998[3][4]. Embora distante, na Itália, Bublé co-escreveu o hit single "Home" para Debbie. Debbie foi também abordada no vídeo para a música "Home". Seu noivado terminou em novembro de 2005. Durante uma aparição na televisão australiana logie's Awards, em 2005, ele conheceu a atriz britânica Emily Blunt nos bastidores. Ele pensava que ela era uma produtora de televisão da BBC,cujo namoro terminou em 2008.[5] Em abril de 2011, se casou com a atriz e cantora argentina Luisana Loreley Lopilato, com quem tem um relacionamento desde 2008.[6]

O casal tem dois filhos, Noah Bublé (nasc. 27 de agosto de 2013)[7] e Elías Buble (nasc. 22 de janeiro de 2016)[8]. Em novembro de 2016, o casal anunciou que Noah foi diagnosticado com câncer no fígado[9]. Consequentemente, Michael Bublé decidiu dar uma pausa na carreira, para que possa acompanhar o tratamento do filho.[10][11]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Ano Detalhes do Álbum Melhores posições Vendas
EUA RU CAN AUS
2001 BaBalu
  • Lançamento: 2001
  • Formato(s): CD, Cassette
  • Gravadora(s): Self-released
2002 Dream
  • Lançamento: 2002
  • Formato(s): CD, Cassette
  • Gravadora(s): Self-released
2003 Michael Bublé 47 6 7 1
  • mundo: 3.000.000
  • Estados Unidos: 1.000.000
  • Reino Unido: 600.000
  • Canadá: 400.000
2005 It's Time 7 4 1 2
  • mundo: 6.000.000
  • Estados Unidos: 3.790.000
  • Reino Unido: 600.000
  • Canadá: 600.000
2007 Call Me Irresponsible 1 2 1 1
  • mundo: 5.000.000
  • Estados Unidos: 2.244.000
  • Reino Unido: 1.500.000
  • Canadá: 400.000
2009 Crazy Love 1 1 1 1
  • mundo: 6.500.000
  • Estados Unidos: 2.000.000
  • Reino Unido: 3.100.000
  • Canadá: 400.000
2011 Christmas 1 1 1 1
  • mundo: 9.300.000
  • Estados Unidos: 3.390.000
  • Reino Unido: 2.030.000
  • Canadá: 444.000
2013 To Be Loved 1 1 1 1
  • mundo: 4.500.000
  • Estados Unidos: 1.000.000
  • Reino Unido: 784.420
  • Canadá: 350.000
2016 Nobody but Me 2 2 3 3
  • mundo: 1.000.000
  • Estados Unidos: 213.000
  • Reino Unido: 328.890
  • Canadá: 100.000

Álbuns ao vivo[editar | editar código-fonte]

Bublé e Randy Napoleon, em Caught in the Act
Ano Detalhes do Álbum Melhores posições Vendas
EUA RU CAN AUS
2004 Come Fly with Me 55 52 18
  • Reino Unido: 100.000
  • Canadá: 240.000
2005 Caught in the Act 82 25 26 15
  • Reino Unido: 100.000
  • Canadá: 640.000
2009 Meets Madison Square Garden 14 22 23
  • Reino Unido: 60.000

EPs e outros álbuns[editar | editar código-fonte]

Ano Detalhes do Álbum Melhores posições Vendas
EUA RU CAN AUS
1995 First Dance
2003 Totally Bublé 181
2003 Let It Snow! 32 71
2005 'More
2006 'With Love
  • Estados Unidos: 500.000
2008 A Taste of Bublé 35
2010 Special Delivery 26
2010 Hollywood: The Deluxe EP 10 13
2010 A Holiday Gift For You

Singles[editar | editar código-fonte]

Outros Singles[editar | editar código-fonte]

  • 2003 - "The Christmas Song"
  • 2005 - "Let It Snow!"
  • 2007 - "Moondance"

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Crítica[editar | editar código-fonte]

Comentando a agenda de shows para o Yahoo!, Regis Tadeu publicou uma crítica neutra para o cantor em 2012: "Existem artistas que, por mais que se esforcem, nunca conseguem romper a barreira que separa a cafonice da genialidade — lembro de Brian Ferry neste exato momento. Pois no caso de Bublé, o que acontece é que o canadense tem tudo para suceder Tony Bennett como 'embaixador da boa música do passado', mas se perde na escolha de repertório e por demonstrar um excessivo e falso 'bom humor', completamente estudado e sem um pingo de espontaneidade. É uma espécie de 'Emmerson Nogueira metido em um smoking '. É um show indicado para aqueles que sonham em ser entrevistados pelo Amaury Jr."[12] Em julho de 2013, Caroline Sullivan também comentou sobre o cantor para o The Guardian: "[Bublé] é um artista do molde dos anos 50: meio jazz barítono e meio comediante, com um repertório (...) de padrões pop, e um cesto de piadas curtas de casa bingo, todas despachadas em um smoking."[13]

Referências

  1. a b c d «Biography - Michael Bublé» (em inglês). allmusic. Consultado em 8 de Março de 2011 
  2. «Concert excitement Buble-ing over». The Star. Consultado em 23 de dezembro de 2011 
  3. «In the mood for jazz joy». North Shore News. 16 November 1998. Cópia arquivada desde o original em 23 de dezembro de 2011  Verifique data em: |date= (ajuda)
  4. «Swinging to great heights». Ottawa Sun. Consultado em 23 de dezembro de 2011 
  5. Cottrill, Jeffrey. «He's no longer lost: Canadian singer Michael Bublé engaged to Argentine actor-singer». Divorce Magazine.com. Consultado em 23 de dezembro de 2011 
  6. «Call him irresistible». TheAge.com.au. Consultado em 23 de deze,bro de 2011  Verifique data em: |access-date= (ajuda)
  7. «Nasce filho de Michael Bublé com atriz argentina Luisana Lopilato». Terra 
  8. «Michael Bublé's wife Luisana Lopilato has given birth». Mail Online 
  9. Group, Global Media. «Celebridades - Filho de Michael Bublé já iniciou quimioterapia contra cancro do fígado». DN.  
  10. «Michael Bublé pausa carreira pelo filho, com câncer aos 3 anos | VEJA.com». VEJA.com. 4 de novembro de 2016 
  11. «Filho do cantor Michael Bublé, de 3 anos, tem câncer». Extra Online.  
  12. Regis Tadeu (31 de março de 2012). «É show ou é fria – Abril». (Na Mira do Regis) Yahoo!. br.noticias.yahoo.com/blogs. Consultado em 10 de fevereiro de 2017 
  13. Caroline Sullivan (4 de julho de 2013). «Michael Bublé – review». The Guardian (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]