Mikel Arteta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Mikel Arteta
Mikel Arteta
Arteta pelo Arsenal em 2020
Informações pessoais
Nome completo Mikel Arteta Amatriain
Data de nasc. 26 de março de 1982 (40 anos)
Local de nasc. San Sebastián, Espanha
Nacionalidade espanhol
Altura 1,76 m
destro
Informações profissionais
Clube atual Arsenal
Posição ex-meio-campista
Função treinador
Clubes de juventude
1994–1997
1997–1999
Antiguoko
Barcelona
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1999
1999–2002
2000–2002
2002–2004
2004–2005
2005–2011
2011–2016
Barcelona C
Barcelona B
Paris Saint-Germain (emp.)
Rangers
Real Sociedad
Everton
Arsenal
00005 0000(1)
00042 0000(3)
00045 0000(3)
00068 000(14)
00017 0000(1)
00206 000(35)
00150 000(16)
Seleção nacional
1998–1999
1999
1999–2001
2002–2003
Espanha Sub-16
Espanha Sub-17
Espanha Sub-18
Espanha Sub-21
00010 0000(4)
00007 0000(0)
00013 0000(1)
00012 0000(2)
Times/clubes que treinou
2016–2019
2019–
Manchester City (auxiliar técnico)
Arsenal
Última atualização: 1 de março de 2021

Mikel Arteta Amatriain (San Sebastián, 26 de março de 1982) é um treinador e ex-futebolista espanhol que atuava como meio-campista. Atualmente comanda o time do Arsenal.

Carreira como jogador[editar | editar código-fonte]

Revelado pelo Barcelona, teve pouquíssimas chances no clube catalão, atuando apenas pelo Barcelona B. Na temporada 2001–02, foi emprestado ao Paris Saint-Germain.

Após uma temporada e meia na equipe parisiense, e com o fim de seu contrato com o Barcelona, foi contratado pelo Rangers, da Escócia, e lá começou a se destacar, tendo um bom desempenho durante os dois anos que permaneceu no clube escocês. Em 2004, novamente mudou de clube, retornando ao seu país natal para atuar pela Real Sociedad. Passou por tempos difíceis no clube, não conseguindo uma readaptação ao estilo de jogo do Campeonato Espanhol.

Em janeiro de 2005, Arteta transferiu-se para o Everton, inicialmente por empréstimo.[1] No clube inglês, definitivamente deu mostras de que era um bom jogador. Atuando pelos Toffees entre 2005 e 2011, disputou um total de 209 jogos, sendo este o tempo que mais partidas disputou em sua carreira. No Everton, Arteta rapidamente tornou-se titular e passou a ser indispensável ao meio-de-campo da equipe, principal criador de jogadas, além de cobrador de faltas e pênaltis. Até hoje é considerado pela torcida um dos principais ídolos recentes do clube.

No dia 31 de agosto de 2011, último dia da janela de transferências europeia e após uma longa negociação, o Arsenal acertou por quatro anos com o espanhol.[2] Nos "Gunners", assim como já havia sido no Everton, se tornou titular absoluto logo em sua primeira temporada, atuando em 29 das 38 partidas da Premier League, marcando seis gols e dando três assistências.

Seleção Espanhola[editar | editar código-fonte]

Arteta também possui nacionalidade britânica, e, por jamais ter sequer disputado uma partida pela Seleção Espanhola principal (apenas pelas Seleções de base), já expressou que aceitaria defender a Seleção Inglesa.[3]

Carreira como treinador[editar | editar código-fonte]

Ao encerrar a carreira de jogador, iniciou como treinador em julho de 2016, quando tornou-se auxiliar da equipe de Josep Guardiola no Manchester City.[4]

Após a demissão de Unai Emery, Arteta foi anunciado como novo técnico do Arsenal no dia 20 de dezembro de 2019.[5][6]

Estatísticas como treinador[editar | editar código-fonte]

Estatísticas atualizadas em 26 de março de 2022

Clube Jogos Vitórias Empates Derrotas Aproveitamento
Arsenal 131 71 22 38 60,60%

Títulos como jogador[editar | editar código-fonte]

Paris Saint-Germain
Rangers

Arsenal

Espanha Sub-16
Espanha Sub-18

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Títulos como treinador[editar | editar código-fonte]

Arsenal

Referências

  1. «Everton sign up playmaker Arteta» (em inglês). BBC. 1 de fevereiro de 2005. Consultado em 23 de julho de 2022 
  2. «Arsenal fecha contratação de Mikel Arteta». Trivela. 31 de agosto de 2011. Consultado em 23 de julho de 2022 
  3. «Arteta diz que "consideraria seriamente" jogar pela seleção inglesa». Trivela. 21 de agosto de 2010. Consultado em 23 de julho de 2022 
  4. «Mikel Arteta anuncia aposentadoria e vai trabalhar com Guardiola no City». LANCE!. 3 de julho de 2016. Consultado em 31 de dezembro de 2019 
  5. «Arsenal anuncia Mikel Arteta, auxiliar de Guardiola, como novo técnico». UOL. 20 de dezembro de 2019. Consultado em 31 de dezembro de 2019 
  6. Leandro Stein (20 de dezembro de 2019). «Arteta é uma escolha que pede paciência, mas que precisará lidar com o fogo das urgências no Arsenal». Trivela. Consultado em 31 de dezembro de 2019 
  7. «Brescia, sogno finito il Psg va in Uefa» (em italiano). La Repubblica. Consultado em 23 de julho de 2022 
  8. Rollin, Glenda; Rollin, Jack, eds. (2003). Sky Sports Football Yearbook 2003–2004. London: Headline Publishing Group. pp. 698–699, 712. ISBN 978-0-7553-1228-3 
  9. «Rangers retain CIS Cup». BBC Sport. 16 de março de 2003. Consultado em 3 de dezembro de 2019 
  10. McNulty, Phil (30 de maio de 2015). «Arsenal 4–0 Aston Villa». BBC Sport. Consultado em 3 de dezembro de 2019 
  11. Swains, Howard (30 de maio de 2015). «FA Cup final: Arsenal thrash Villa»Registo grátis requerido. The Times. London. Consultado em 3 de dezembro de 2019. Mikel Arteta, the Arsenal club captain, leads the team up the famous stairs and is first to collect his winner's medal from Prince William. 
  12. «European U16 Football Championship 1999». Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation