Martin Ødegaard

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Martin Ødegaard
Martin Ødegaard
Martin Ødegaard em 2022
Informações pessoais
Data de nascimento 17 de dezembro de 1998 (25 anos)
Local de nascimento Drammen, Noruega
Nacionalidade norueguês
Altura 1,78 m
canhoto
Informações profissionais
Clube atual Arsenal
Número 8
Posição meio-campista e ponta-direita
Clubes de juventude
2005–2009
2009–2014
Drammen Strong
Strømsgodset
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2014–2015
2015–2017
2015–2021
2017–2018
2018–2019
2019–2020
2021
2021–
Strømsgodset
Real Madrid Castilla
Real Madrid
Heerenveen (emp.)
Vitesse (emp.)
Real Sociedad (emp.)
Arsenal (emp.)
Arsenal
0025 0000(5)
0062 0000(5)
0011 0000(0)
0043 0000(3)
0039 000(11)
0036 0000(7)
0020 0000(2)
0089 000(23)
Seleção nacional3
2013
2013
2014
2014–2018
2014–
Noruega Sub-15
Noruega Sub-16
Noruega Sub-17
Noruega Sub-21
Noruega
0006 0000(0)
0002 0000(0)
0004 0000(0)
0017 0000(5)
0049 0000(2)


2 Partidas e gols totais pelos
clubes, atualizadas até 3 de setembro de 2023.
3 Partidas e gols pela seleção nacional estão atualizadas
até 28 de março de 2023.

Martin Ødegaard (Drammen, 17 de dezembro de 1998) é um futebolista norueguês que atua como meio-campista e ponta-direita. Atualmente joga pelo Arsenal.

Ele fez sua estreia profissionalmente no dia 13 de abril de 2014, aos 15 anos, com a camisa do Strømsgodset, tornando-se o jogador mais jovem a entrar em campo no Campeonato Norueguês. 1 mês depois, no dia 16 de maio de 2014, tornou-se o mais jovem a marcar um gol pelo Campeonato Norueguês.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Base[editar | editar código-fonte]

Ødegaard começou a carreira nas categorias de base do Strømsgodset e começou a treinar com a equipe principal em 2013, aos quatorze anos de idade. Ele também passou por períodos de testes no Bayern de Munique e no Manchester United.[1] Em janeiro de 2014 ele foi promovido ao time principal do Strømsgodset, mas sem assinar contrato. O acordo com o clube previa que ele pudesse treinar duas noites por semana com o Mjøndalen, clube do qual seu pai é assistente técnico.[2]

Strømsgodset[editar | editar código-fonte]

2013–14[editar | editar código-fonte]

Ele fez sua estreia pelo Strømsgodset em uma partida contra o Aalesunds, no dia 13 de abril de 2014 (onde deu uma assistência). Aos quinze anos de idade, ele se tornou o jogador mais jovem a entrar em campo na história do Campeonato Norueguês.[3] Ele assinou seu primeiro contrato profissional em maio de 2014, que foi válido até o fim da temporada 2015.[4]

No dia 16 de maio de 2014, ele marcou o quarto gol da vitória de seu clube sobre o Sarpsborg 08 FF por 4 a 1, tornando-se o jogador mais jovem a marcar numa partida do Campeonato Norueguês.[3] Sua estreia numa competição europeia aconteceu no dia 16 de julho de 2014, na derrota por 1 a 0 sofrida contra o Steaua Bucureşti, pelas pré-eliminatórias da Liga dos Campeões de 2014–15.[5]

A sua primeira partida de maior destaque aconteceu em julho, contra o Sandnes Ulf, quando marcou um gol e deu uma assistência. Ele também cometeu um pênalti, que foi desperdiçado pelo jogador rival. Após a partida, a mídia esportiva começou a discutir sua possível convocação para a Seleção Norueguesa.[6][7][8]

Ele voltou a estampar manchetes na partida contra o IK Start, no dia 15 de agosto. Jogando na ponta-direita, ele deu três assistências na partida, que terminou em vitória do Strømsgodset por 3 a 2.[9]

Real Madrid[editar | editar código-fonte]

2014–15[editar | editar código-fonte]

Ødegaard em 2015 pelo Real Madrid Castilla.

Foi anunciado em 22 de janeiro de 2015 sua contratação pelo Real Madrid, por valores e tempo de vínculo não divulgados pelo clube.[10]

A contratação de Martin pelo Real Madrid aconteceu meses depois do croata Alen Halilović chegar ao maior rival dos Merengues, o Barcelona. Como ambos eram jogadores jovens (16 e 18 anos, respectivamente), e atuavam pelas principais equipes da Espanha, uma rivalidade foi criada entre ambos. Coincidentemente, os dois jogadores foram comparados ao craque argentino Lionel Messi[11] e eram considerados as maiores promessas de seus respectivos países.[12][13]

Inicialmente, Ødegaard atuaria no Real Madrid Castilla. Estreou pelo Real no dia em 23 de maio de 2015, na última partida do Campeonato Espanhol, quando substituiu Cristiano Ronaldo aos 56 minutos contra o Getafe, tornando-se o mais jovem a atuar pela equipe principal, com 16 anos, cinco meses e seis dias.[14]

2015–16[editar | editar código-fonte]

Ødegaard não atuou pelo Real Madrid principal nessa temporada. O Jogador foi direcionado ao clube Castilla. No clube, já na temporada anterior, Martin envolveu-se em uma "polêmica" por conta de seu alto salário, ainda que atuasse no time B do Real. O capitão da equipe na época afirmou que gostaria de receber "o mesmo" que o colega norueguês.[15]

Na temporada, pela equipe B, Martin fizera apenas 1 gol com o time.[16]

Heerenveen (empréstimo)[editar | editar código-fonte]

2016–17[editar | editar código-fonte]

Sem chances no Real, no dia 9 de janeiro de 2017 foi emprestado ao Heerenveen por um período de 18 meses.[17] Coincidentemente, a jovem promessa que "rivalizava" com Ødegaard, Alen Halilović, chegaria ao time, igualmente por empréstimo, 2 anos depois.[18]

Em seus primeiros meses, o jogador conseguiu contribuir com apenas 1 gol. Na partida, válida pelos Plays-offs da Liga Europa, Martin marcou um gol na derrota diante o FC Utrecht.[19]

2017–18[editar | editar código-fonte]

Em sua segunda temporada pela equipe Neerlandesa, Martin marcou 2 gols, ambos pela Eredivisie de 2017–18.[20][21] Nessa mesma temporada, o jogador foi acometido por duas lesões, sendo a mais danosa dela a que sofreu na reta final do Campeonato. Isso fez com que o jogador perdesse jogos e espaço no time, que optou por não comprá-lo ao fim do contrato.[22]

Vitesse (empréstimo)[editar | editar código-fonte]

2018–19[editar | editar código-fonte]

Já no dia 21 de agosto de 2018, foi emprestado ao Vitesse pelo período de um ano.[23]

No clube, Martin conseguiu destacar-se demasiadamente. Atuando pela Eredivisie de 2018–19, o jogador conseguiu contribuir diretamente com 21 gols, sendo 10 assistências e 11 tentos.[24] Tanto destaque fez com que o jogador atraísse mais a atenção para seu futebol, como outrora. Sua temporada consistente fez com que ele fosse considerado o Melhor Jogador do Vitesse na Temporada.[25]

Real Sociedad (empréstimo)[editar | editar código-fonte]

2019–20[editar | editar código-fonte]

No dia 7 de julho de 2019, foi confirmado o seu empréstimo a Real Sociedad.[26] Marcou seu primeiro gol pelo clube no dia 25 de agosto, em partida válida pela La Liga, contra o Mallorca. Fora de casa, a Real Sociedad venceu por 1 a 0.[27]

No clube espanhol, o jovem voltou a demonstrar muito talento ao conseguir contribuir com 7 gols e 9 assistências ao longo da temporada.[28] A época da equipe foi coroada com o título da Copa del Rey de 2019–20, sendo esse o primeiro título do meio-campista na carreira.[29] Durante a mesma competição, Martin marcou um gol contra o Real Madrid nas quartas de final.[30]

Em agosto de 2020 despediu-se do clube basco para retornar ao Real Madrid.[31]

Real Madrid (Retorno)[editar | editar código-fonte]

2020–21[editar | editar código-fonte]

Após três empréstimos, foi anunciado o seu retorno ao clube merengue no dia 11 de agosto de 2020, a pedido do técnico Zinédine Zidane.[32]

Naquele ano de 2020, o jogador voltou a ser acometido por algumas lesões que tiraram o norueguês de ser relacionado em diversas oportunidades.[33] Apesar disso, foi nessa mesma temporada que o jovem jogador conseguiu fazer seu maior número de jogos: 9 partidas.

Em sua toda passagem pelos Merengues, o jogador ficou 6 anos vinculado ao clube. Contudo, o jovem fizera apenas 11 jogos e não chegou a contribuir com gols diretamente nenhuma vez. Seus poucos jogos fizeram com que Martin fosse considerado uma "eterna promessa", pois não havia cumprido as expectativas em seu futebol até aquele momento.[34][35]

Futuramente, o norueguês refletiu sobre sua passagem de poucos jogos pelo clube espanhol:[35]

Arsenal[editar | editar código-fonte]

Após boa passagem pelo Real Sociedad na temporada anterior, Ødegaard volta para o Real Madrid, mas novamente recebe poucas oportunidades do treinador Zinédine Zidane. Foi então que o norueguês decide rumar para uma liga ainda não explorada em sua carreira. No dia 27 de janeiro de 2021, o Arsenal da Inglaterra acorda com o Real um empréstimo até o fim da temporada.[36]

Martin fizera 2 gols pelo Arsenal naquela temporada, mas suas atuações individuais fizeram com que o jogador fosse preterido pela direção.[37]

2021–22[editar | editar código-fonte]

Após passagem satisfatória pela Premier League, o clube londrino decide adquirir o jogador em definitivo. No dia 20 de agosto de 2021, Ødegaard é anunciado de forma definitiva como jogador dos Gunners por quatro temporadas.[38]

No dia 30 de julho de 2022, após a saída de Aubameyang e Lacazette, Ødegaard foi nomeado oficialmente o novo capitão do Arsenal. O norueguês já vinha sendo o capitão titular desde 16 de abril do mesmo ano quando o time perdeu para o Southampton F.C de 1-0 em partida válida pela 33ª rodada da Premier League de 2021–22.[39] Apesar de ter somente 23 anos, Martin também é o capitão da Seleção Norueguesa desde março de 2021.[40]

Ødegaard concluiu sua temporada com 7 tentos pelo Arsenal. O capitão do time se consolidava como um dos destaques da equipe.[41]

2022–23[editar | editar código-fonte]

Martin Ødegaard, como capitão, puxando a fila em um clássico contra o Manchester United F.C. em partida válida pela 6ª rodada da Premier League de 2022–23[42]

Essa temporada foi a melhor da carreira de Ødegaard. Ele terminou com 45 jogos, 15 gols, 7 assistências 0,48 participações em gols por jogo.[43]

Essa temporada também foi marcada por alguns dobletes do craque durante a Premier League de 2022–23. Ao todo, o norueguês marcou 3 vezes[44][45][46], mas seu destaque maior aconteceu na 34ª rodada, quando seus dois gols ajudaram a equipe a derrotar o Chelsea, em um clássico londrino, por 3–1.[46]

Apesar dos bons números individuais, essa temporada também marcou um momento muito infeliz para os Gunners. A equipe liderou a Premier League durante 27 rodadas, mas, após resultados insatisfatórios, o time de Londres perdeu a liderança e foram superados pelo Manchester City de Pep Guardiola.[47][48]

O jogador também esteve presente na Seleção de Melhores Jogadores daquela edição de Premier League ao final da temporada.[49]

2023–24[editar | editar código-fonte]

Martin em 2023, em um amistoso contra o time de estrelas da MLS.[50]

Em 2023, o jogador conquistou seu primeiro título com o Arsenal, e seu primeiro como capitão. A partida em questão foi válida pela Supercopa da Inglaterra de 2023. Nas penalidades, Ødegaard ajudou sua equipe a vencer o Manchester City acertando a primeira cobrança.[51]

Martin Assinou uma renovação de contrato de 5 anos em setembro de 2023.[52]

Pelas Copas nacionais, o jogador foi eliminado precocemente. Pela Copa da Inglaterra, o time foi eliminado na primeira partida diante o Liverpool.[53] Na Copa da Liga, Martin fizera dois jogos e um gol. Na partida que ele balançou as redes, o Arsenal foi eliminado pelo West Ham.[54]

Durante o primeiro turno do Campeonato Inglês, Martin havia entrado em campo por 17 vezes, e conseguiu contribuir com 8 gols, sendo estes divididos igualmente entre gols e assistências.[55] Seu grande destaque nas rodadas iniciais foi quando ajudou o Arsenal a superar o Bournemouth distribuindo 2 assistências e balançando as redes 1 vez naquela partida que terminou 4–1.[56]

Na Fase de Grupos da Liga dos Campeões, Martin conseguiu contribuir com dois tentos[57][58]. O Arsenal se classificou em primeiro colocado em seu grupo.[59]

Seleção Norueguesa[editar | editar código-fonte]

Base[editar | editar código-fonte]

Ødegaard fez parte da Seleção Norueguesa Sub-17 em um torneio amistoso disputado na Turquia, em janeiro de 2014.[60][61]

Em 4 de setembro de 2014, ele foi convocado para uma partida eliminatória do Campeonato Europeu Sub-21 de 2015, contra Portugal. Ele jogou durante os 90 minutos, na partida que terminou em vitória dos portugueses por 2 a 1.[62][63]

Principal[editar | editar código-fonte]

Martin em 2015.

No dia 19 de agosto de 2014, Ødegaard foi convocado pela Seleção Norueguesa para um amistoso contra os Emirados Árabes Unidos, que ocorreria no dia 27 do mesmo mês em Stavanger.[64] Ele atuou durante os 90 minutos do empate sem gols, se tornando o jogador mais jovem a atuar pela Seleção Norueguesa, aos 15 anos e 253 dias de idade.[65][66] O recorde anteriormente pertencia a Tormod Kjellsen, que em 1910 entrou em campo pela Seleção aos 15 anos e 351 dias de idade.[64] O jovem continuou participando de amistosos pela seleção europeia mais ativamente a partir de 2017, quando ficou livre das obrigações com a seleção sub-21.

Ødegaard teve sua primeira participação em gol em um amistoso contra a Seleção Australiana de Futebol em 23 de março de 2018, após quase 4 anos desde a estreia. Ele deu uma assistência para Ola Kamara fechar a goleada de 4-1.

Ødegaard e Erling Haaland, lideraram tecnicamente a Seleção Norueguesa desde o início da década de 2020.[67]

Eliminatórias da Eurocopa de 2016[editar | editar código-fonte]

Martin prestes a estrear pelas Eliminatórias para a Euro de 2016.

No dia 30 de setembro de 2014, ele foi convocado para partidas contra Malta e Bulgária, válidas pelas eliminatórias do Campeonato Europeu de Futebol de 2016.[68] Ele fez sua estreia internacional em jogos oficiais contra a Bulgária, entrando no 64ª minuto da vitória norueguesa por 2 a 1. Com isso, ele se tornara o jogador mais jovem a atuar em uma partida eliminatória do Campeonato Europeu, aos 15 anos e 300 dias de idade.[69][70]

Na campanha, Martin esteve convocado para 9 jogos do Grupo H, mas atuou apenas em 4 partidas passando em branco em todos. O jogador viu sua seleção fazer uma campanha mediada, e eles foram disputar os play-offs para tentar ganhar uma vaga à Eurocopa de 2016. Todavia, mesmo convocado para disputar os 2 jogos contra a Hungria, Martin atuou apenas em 1 partida e viu a Noruega perder os dois jogos. Ele ficou de fora da Euro 2016.[71]

Estilo de jogo[editar | editar código-fonte]

O seu companheiro de Seleção, Morten Gamst Pedersen, disse que Ødegaard é o jogador mais talentoso que ele havia visto jogar: "Para sua idade, ele é inacreditável - o seu conhecimento de jogo é inacreditável e sua habilidade técnica é fantástica". Pedersen também comentou que Martin precisaria de tempo para melhorar seu físico.[62]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Ødegaard é filho do ex-jogador Hans Erik Ødegaard, que também jogava como meio-campista pelo Strømsgodset, e atualmente é assistente técnico do Mjøndalen IF.[72]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Real Sociedad
Arsenal

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Storklubber kjemper om Godset-talent» (em norueguês). 5 de dezembro de 2013. Consultado em 14 de outubro de 2014 
  2. «Dobbel opptur for Ødegaard» (em norueguês). 17 de janeiro de 2014. Consultado em 14 de outubro de 2014 
  3. a b «Martin (15) er tidenes yngste målscorer» (em norueguês). 16 de maio de 2014. Consultado em 14 de outubro de 2014 
  4. «Ja til Godset - nei til agenter» (em norueguês). 5 de maio de 2014. Consultado em 14 de outubro de 2014 
  5. «Steaua up and running with win at Strømsgodset» (em inglês). 16 de julho de 2014. Consultado em 14 de outubro de 2014 
  6. «Han er en av Europas beste 15-åringer» (em norueguês). 27 de julho de 2014. Consultado em 14 de outubro de 2014 
  7. «Riise krever Ødegaard (15) på landslaget» (em norueguês). 27 de julho de 2014. Consultado em 14 de outubro de 2014 
  8. «Martin (15) om landslaget: – Hvis jeg blir tatt ut, så sier jeg ja» (em norueguês). 31 de julho de 2014. Consultado em 14 de outubro de 2014 
  9. «Ustoppelige Martin Ødegaard (15) med assist-show mot Start» (em norueguês). 15 de agosto de 2014. Consultado em 14 de outubro de 2014 
  10. «Real apresenta Ödegaard, de 16 anos, que receberá R$ 295 mil por semana». GloboEsporte.com. 22 de janeiro de 2015. Consultado em 14 de agosto de 2020 
  11. «Martin Odegaard: 16-year-old 'next Messi' signed by Real Madrid». BBC Newsround (em inglês). 22 de janeiro de 2015. Consultado em 27 de dezembro de 2023 
  12. Tingve, Pål Marius (26 de março de 2015). «Martin (16) og Alen (18) er framtidshåpene for Real Madrid og Barcelona». dagbladet.no (em norueguês). Consultado em 27 de dezembro de 2023 
  13. Liew, Jonathan (13 de janeiro de 2023). «When a plan comes together: Martin Ødegaard's bumpy path to destiny». The Guardian (em inglês). ISSN 0261-3077. Consultado em 27 de dezembro de 2023 
  14. «Odegaard estreia, e Real dá adeus à temporada com hat-trick de CR7». GloboEsporte.com. 23 de maio de 2015. Consultado em 14 de agosto de 2020 
  15. GloboEsporte.comMadri, Por; Espanha (26 de janeiro de 2015). «Capitão do Real Madrid B polemiza sobre salário de Martin Odegaard». globoesporte.com. Consultado em 27 de dezembro de 2023 
  16. Forjanes, Carlos (15 de maio de 2016). «Real Madrid Castilla beat La Roda 6-1 and win their group». Diario AS (em inglês). Consultado em 27 de dezembro de 2023 
  17. «Real empresta "joia norueguesa" para clube holandês até junho de 2018». GloboEsporte.com. 9 de janeiro de 2017. Consultado em 14 de agosto de 2020 
  18. «Heerenveen announce the arrival of Alen Halilović on loan from Milan». OneFootball (em inglês). 2 de setembro de 2019. Consultado em 27 de dezembro de 2023 
  19. Bristow, Thomas (18 de maio de 2017). «Real Madrid starlet Martin Odegaard FINALLY scores for on-loan side». The Mirror (em inglês). Consultado em 27 de dezembro de 2023 
  20. «sc Heerenveen 4-0 FC Twente (18 nov., 2017) Wedstrijd analyses - ESPN (NL)». ESPN (em inglês). Consultado em 27 de dezembro de 2023 
  21. «Ajax Amsterdam 4-1 Heerenveen (Mar 11, 2018) Final Score». ESPN (em inglês). Consultado em 27 de dezembro de 2023 
  22. «LaLiga - Real Madrid: Martin Odegaard suffers season ending foot injury». MARCA in English (em inglês). 3 de abril de 2018. Consultado em 27 de dezembro de 2023 
  23. «Real Madrid empresta o meia norueguês Odegaard ao Vitesse, da Holanda». EXTRA. 21 de agosto de 2018. Consultado em 14 de agosto de 2020 
  24. «Eredivisie de 2018–19». Wikipédia, a enciclopédia livre. 5 de abril de 2023. Consultado em 27 de dezembro de 2023 
  25. Sadovskiy, Roman (13 de maio de 2019). «Odegaard awarded Player of the Year at Vitesse». Tribuna.com (em inglês). Consultado em 27 de dezembro de 2023 
  26. «LaLiga: Eterna promessa do Real Madrid, Odegaard ganha nova oportunidade na Espanha». ESPN.com.br. 7 de julho de 2019. Consultado em 14 de agosto de 2020 
  27. Leo Escudeiro (25 de agosto de 2019). «Odegaard coroa bom começo pela Real Sociedad com belo gol para dar vitória aos bascos sobre o Mallorca». Trivela. Consultado em 14 de agosto de 2020 
  28. «Martin Odegaard vai reforçar o Real Madrid a pedido de Zidane». TNT Sports. 11 de agosto de 2020. Consultado em 27 de dezembro de 2023 
  29. «Sociedad beat Bilbao to win Copa del Rey». BBC Sport (em inglês). Consultado em 27 de dezembro de 2023 
  30. «Real Madrid 3-4 Real Sociedad: Martin Odegaard haunts parent club in thriller». Sky Sports (em inglês). Consultado em 27 de dezembro de 2023 
  31. «Voltando ao Real Madrid, Odegaard se despede da Real Sociedad». Terra. 12 de agosto de 2020 
  32. «Martin Odegaard vai reforçar o Real Madrid a pedido de Zidane». Esporte Interativo. 11 de agosto de 2020 
  33. «Real Madrid midfielder Odegaard suffers injury setback». OneFootball (em inglês). 3 de janeiro de 2024. Consultado em 3 de janeiro de 2024 
  34. «Odegaard: Six years at Real Madrid, 11 games...». MARCA (em inglês). 27 de janeiro de 2021. Consultado em 27 de dezembro de 2023 
  35. a b «De 'eterna joia' a craque: Odegaard, do Arsenal, demonstra gratidão ao Real Madrid». TNT Sports. 14 de outubro de 2023. Consultado em 27 de dezembro de 2023 
  36. «Martin Odegaard é emprestado ao Arsenal até o fim da temporada». www.uol.com.br. Consultado em 20 de fevereiro de 2022 
  37. «Martin Odegaard: Arsenal sign attacking midfielder from Real Madrid on permanent transfer». Sky Sports (em inglês). Consultado em 27 de dezembro de 2023 
  38. «Arsenal contrata meia-atacante Martin Odegaard em definitivo». Terra. Consultado em 20 de fevereiro de 2022 
  39. «Martin Odegaard named captain». Martin Odegaard named captain (em inglês). 28 de dezembro de 2023. Consultado em 27 de dezembro de 2023 
  40. «Martin Odegaard é o novo capitão do Arsenal». www.record.pt. Consultado em 31 de agosto de 2022 
  41. AS, Diario (15 de novembro de 2023). «Odegaard (Martin Odegaard)». AS.com (em inglês). Consultado em 27 de dezembro de 2023 
  42. «Jogo Manchester United 3 x 1 Arsenal melhores momentos - Campeonato Inglês, Rodada 6 - tempo real». ge. Consultado em 9 de março de 2023 
  43. «Neymar brilharia na Premier? Compare seus números aos de estrelas da liga». Placar. Consultado em 19 de junho de 2023 
  44. «Odegaard double sends Arsenal five points clear». BBC Sport (em inglês). Consultado em 27 de dezembro de 2023 
  45. «Arsenal 3-0 AFC Bournemouth (20 de ago, 2022) Placar Final - ESPN (BR)». ESPN (em inglês). Consultado em 27 de dezembro de 2023 
  46. a b «Arsenal outclass sorry Chelsea to return to top». BBC Sport (em inglês). Consultado em 27 de dezembro de 2023 
  47. «Arsenal 'pipocou'? Edu Gaspar responde, explica queda e exalta temporada: 'A gente comemorava o 4º lugar'». ESPN.com. 26 de maio de 2023. Consultado em 27 de dezembro de 2023 
  48. «Arsenal tropeça, e Manchester City é campeão inglês com antecedência». www.uol.com.br. Consultado em 27 de dezembro de 2023 
  49. «Premier League anuncia seleção da temporada; Casemiro é o único brasileiro». www.uol.com.br. Consultado em 27 de dezembro de 2023 
  50. mlssoccer. «2023 MLS All-Star Game: MLS vs. Arsenal». mlssoccer (em inglês). Consultado em 27 de dezembro de 2023 
  51. «Arsenal empata no fim, vence o City nos pênaltis após erros de Rodri e De Bruyne e é campeão da Supercopa da Inglaterra». ESPN.com. 6 de agosto de 2023. Consultado em 27 de dezembro de 2023 
  52. «Odegaard signs new five-year deal at Arsenal». BBC Sport (em inglês). Consultado em 27 de dezembro de 2023 
  53. «Liverpool elimina Arsenal da FA Cup e agrava crise do rival». www.folhape.com.br. Consultado em 14 de janeiro de 2024 
  54. «West Ham 3-1 Arsenal: Ben White own goal plus Mohammed Kudus and Jarrod Bowen strikes send Hammers into Carabao Cup quarter-finals». Sky Sports (em inglês). Consultado em 14 de janeiro de 2024 
  55. «Campeonato Inglês Estatísticas, 2023-24 - ESPN (BR)». web.archive.org. 8 de janeiro de 2024. Consultado em 14 de janeiro de 2024 
  56. «Havertz scores as Arsenal thump winless Bournemouth». BBC Sport (em inglês). Consultado em 14 de janeiro de 2024 
  57. «Jesus dá show, e Arsenal atropela PSV em retorno à Champions após seis anos». ESPN.com. 20 de setembro de 2023. Consultado em 14 de janeiro de 2024 
  58. «Arsenal goleia Lens (6-0) e vai às oitavas da Champions». UOL. 29 de novembro de 2023. Consultado em 14 de janeiro de 2024 
  59. «UEFA Champions League Classificação 2023-24 - ESPN (BR)». ESPN (em inglês). Consultado em 14 de janeiro de 2024 
  60. «SIF-talenter tatt ut til landslagsoppdrag» [SIF-talents selected for national teams] (em norueguês). 7 de janeiro de 2014. Consultado em 14 de outubro de 2014 
  61. «G16-landslaget tapte på slutten» (em norueguês). 23 de janeiro de 2014. Consultado em 14 de outubro de 2014 
  62. a b «Morten Gamst Pedersen lauds "unbelievable" teenage Man United target Martin Odegaard» (em inglês). 3 de setembro de 2014. Consultado em 14 de outubro de 2014. Arquivado do original em 12 de outubro de 2014 
  63. «Unblemished Portugal hold off Norway» (em inglês). 4 de setembro de 2014. Consultado em 14 de outubro de 2014 
  64. a b «Martin Odegaard, 15, called up by Norway for UAE friendly» (em inglês). 19 de agosto de 2014. Consultado em 14 de outubro de 2014 
  65. «Martin Odegaard becomes Norway's youngest player... now could 15-year-old face England?» (em inglês). 27 de agosto de 2014. Consultado em 14 de outubro de 2014 
  66. «Wunderkind (15) gab Nationalteam-Debüt» (em alemão). 27 de agosto de 2014. Consultado em 14 de outubro de 2014 
  67. «Haaland e Odegaard podem levar a Noruega ao protagonismo». Futeboleiro.com. 9 de maio de 2023 
  68. «Her er troppen mot Malta og Bulgaria» (em norueguês). 30 de agosto de 2014. Consultado em 14 de outubro de 2014 
  69. «Age no limit for record-breaking Ødegaard» (em inglês). 14 de outubro de 2014. Consultado em 14 de outubro de 2014 
  70. «Norway 2–1 Bulgaria» (em inglês). 14 de outubro de 2014. Consultado em 14 de outubro de 2014 
  71. «Euro 2024: uma boa chance para sonhar com Haaland em um grande torneio de seleções | Blogs». ESPN. Consultado em 27 de dezembro de 2023 
  72. «Når Godset trener, sitter eliteseriens største talent på skolebenken» (em norueguês). 12 de março de 2014. Consultado em 14 de outubro de 2014 
  73. «Next Generation 2015: 50 of the best young talents in world football». The Guardian. 7 de outubro de 2015 
  74. «I migliori under del mondo». La Gazzetta dello Sport 
  75. «FourFourTwo's 100 Best Teenagers in the World 2017: 30-21». FourFourTwo 
  76. «Premier League anuncia seleção da temporada; Casemiro é o único brasileiro». www.uol.com.br. Consultado em 8 de junho de 2023 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]