Paco Jémez

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Paco Jémez
Paco Jémez. Marbella Football Center.jpg
Informações pessoais
Nome completo Francisco Jémez Martín
Data de nasc. 18 de abril de 1970 (49 anos)
Local de nasc. Las Palmas, Espanha
Altura 1,80 m
Apelido Paco
Informações profissionais
Equipa atual Rayo Vallecano
Posição Treinador (ex-zagueiro)
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1988–1991
1991–1992
1992–1993
1993–1998
1998–2004
2004
2005–2006
Córdoba
Real Murcia
Rayo Vallecano
Deportivo La Coruña
Zaragoza
Rayo Vallecano
Lugo
0081 0000(4)
0035 0000(0)
0038 0000(0)
0109 0000(1)
0168 0000(1)
0017 0000(0)
0009 0000(0)
Seleção nacional
1998–2001 Espanha 0021 0000(0)
Times/Equipas que treinou
2007
2007–2008
2009
2010–2011
2011–2012
2012–2016
2016
2016–2017
2017–2018
2019–
Alcalá
Córdoba
Cartagena
Las Palmas
Córdoba
Rayo Vallecano
Granada
Cruz Azul
Las Palmas
Rayo Vallecano

Francisco Jémez Martin (Las Palmas, 18 de abril de 1970), também conhecido por Paco Jémez, é um ex-futebolista e treinador de futebol espanhol, que atuava como zagueiro. Atualmente, comanda o Rayo Vallecano.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Nascido em Las Palmas, mas criado em Córdoba, Paco iniciou sua carreira em 1989, defendendo o clube homônimo da cidade, onde permaneceria até 1991. Também teve passagens rápidas por Real Murcia e Rayo Vallecano, antes de ser contratado pelo Deportivo La Coruña, sendo um coadjuvante da equipe que tinha, como astros, os brasileiros Bebeto, Mauro Silva, Djalminha e Donato (naturalizado espanhol), o sérvio Miroslav Đukić, o compatriota Fran González e o camaronês Jacques Songo'o. Pelo Depor, foram 94 partidas e um gol marcado.

Paco viveu o auge de sua carreira entre 1998 e 2004, quando defendeu o Zaragoza, onde realizou 168 jogos e marcou um gol. Voltou ao Rayo Vallecano para atuar no primeiro semestre de 2004, antes de encerrar sua carreira em 2006, defendendo o Lugo.

Seleção Espanhola[editar | editar código-fonte]

Pela seleção da Espanha, Paco estreou em 23 de setembro de 1998 contra a Rússia,[1] e participou de uma edição da Eurocopa (2000), onde a "Fúria" parou apenas nas quartas-de-final. Paco realizou a última de suas 21 partidas com a seleção em 2001, não sendo lembrado por José Antonio Camacho para a Copa de 2002.

Carreira como treinador[editar | editar código-fonte]

Paco Jémez (de terno), comandando o Rayo Vallecano.

Após encerrar a carreira, Paco incorporou o sobrenome Jémez ao apelido ao iniciar sua trajetória como treinador em 2007, no Alcalá. Passou ainda por Córdoba (treinou o clube pela segunda vez entre 2011 e 2012), Cartagena[2] e Las Palmas[3] até assinar com o Rayo Vallecano em 2012.[4] Após levar o clube dos subúrbios de Madri à oitava posição, Paco renovou seu contrato até junho de 2015.[5]

Referências

  1. «Camacho debuta con épica» [Camacho has epic debut] (em Spanish). El Mundo Deportivo. 24 de setembro de 1998. Consultado em 22 de dezembro de 2013 
  2. «El Cartagena despide a Fabri y contrata a Paco Jémez» [Cartagena fires Fabri and hires Paco Jémez] (em espanhol). La Verdad. 3 de fevereiro de 2009. Consultado em 27 de fevereiro de 2014 
  3. «Paco Jémez es el relevo de Kresic al frente de Las Palmas» [Paco Jémez is Kresic's replacement at the helm of Las Palmas] (em espanhol). Marca. 12 de abril de 2010. Consultado em 27 de fevereiro de 2014 
  4. «El Rayo hace oficial la contratación de Paco Jémez» [Rayo makes signing of Paco Jémez official] (em espanhol). Sport You. 22 de junho de 2012. Consultado em 27 de fevereiro de 2014 
  5. «Paco Jémez renueva con el Rayo» [Paco Jémez renews with Rayo] (em espanhol). El Mundo Deportivo. 30 de maio de 2013. Consultado em 27 de fevereiro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um treinador de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.