Parque Zoobotânico Getúlio Vargas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Parque Zoobotânico Getúlio Vargas
Aviário do Zoológico.
Mapa da região, no qual o parque é a mancha verde à direita.
Localização Ondina, Salvador
País  Brasil
Tipo Público
Área 700 000 m²[1]
Inauguração 1958 (61 anos)
Administração Secretaria do Meio Ambiente
do Estado da Bahia
(SEMA)

O Parque Zoobotânico Getúlio Vargas, ou Zoológico de Salvador, é um jardim zoológico localizado em Salvador, capital do estado da Bahia. Parte dos 700 mil metros quadrados totais do terreno[1] é ocupado por 250 mil metros quadrados de vegetação, a Mata do Zoo.[2][3] O parque está localizado no bairro de Ondina, mais especificamente, no Alto de Ondina, morro que também é endereço do Palácio de Ondina, residência oficial dos governadores.[4] Foi criado em 1958, conforme decreto estadual nº 17.481.[2] São 1500 animais existentes pertencentes a 142 espécies diferentes.[2] O zoológico é gerido pelo governo estadual e está vinculado à Secretaria do Meio Ambiente do Estado da Bahia (SEMA),[2] bem como o Parque Metropolitano de Pituaçu e o Parque Metropolitano do Abaeté.

O local é aberto à visitação pública. Nele, são realizados pesquisas acadêmicas, conservação e preservação das plantas e animais, atividades voltadas para a educação ambiental, clínica veterinária.[2][5]

No zoológico, encontram-se os 950 metros quadrados do Horto do Zoo,[6] biblioteca física com 1.500 títulos, biblioteca virtual,[7] e Museu de História Natural (museu de taxidermia criado em 1979).[8]

A origem do terreno do zoo remonta ao século XIX, à Fazenda Areia Preta (o atual bairro de Ondina) recebida como indenização pelo suíço Frederico Meuron por perdas na Batalha de Pirajá. Após um período de abandono, algumas atividades tem início na área, como a construção de um orquidário.[2]

O animal-símbolo do zoológico é a arara-azul-de-lear (Anodorhynchus leari), ave ameaçada de extinção endêmica do Raso da Catarina.[9]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Bahia!. «Jardim Zoológico (Parque zoobotânico Getúlio Vargas)». Consultado em 15 de Setembro de 2014 
  2. a b c d e f «O Zoo». Consultado em 15 de Setembro de 2014 
  3. Tribuna da Bahia (21 de fevereiro de 2014). «Zoo de Salvador fecha no carnaval». Consultado em 15 de Setembro de 2014 
  4. Salvador Cultura Todo Dia. «ONDINA». Consultado em 15 de Setembro de 2014 
  5. G1 BA (24 de janeiro de 2014). «Zoológico de Salvador oferece ações educativas para o público; confira». Consultado em 15 de Setembro de 2014 
  6. Horto do Zoo
  7. Biblioteca
  8. Museu de História Natural ZOO
  9. GIRAFAMANIA (27 de agosto de 2011). «JARDIM ZOOLÓGICO DE SALVADOR». Consultado em 15 de Setembro de 2014. Arquivado do original em 10 de março de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Parque Zoobotânico Getúlio Vargas
Ícone de esboço Este artigo sobre espaços verdes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.