Praia de Piatã

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde outubro de 2016). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Praia de Piatã
Mapa de Praia de Piatã
Localização Bandeira de Salvador.svg Salvador (BA),
 Brasil
Tipo de praia oceânica
Banhada por Oceano Atlântico
Acesso Avenida Otávio Mangabeira
Mapa de localização
Mapa de localização.
Lista de praias de Salvador

A praia de Piatã é uma praia de Salvador, na Bahia, no Brasil. Possui uma forma que se assemelha à de uma enseada, terminando em uma pequena península rochosa.

Costuma ser frequentada tanto por soteropolitanos quanto por turistas, a praia costuma estar sempre cheia. Banhistas vivenciam a presença de um grande número de surfistas, que passaram a utilizar esta praia para a prática do esporte, além da praia próxima, a de Jaguaribe (que fica na foz do rio de mesmo nome)[1][2].

Pelo Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano de Salvador (PDDU), é considerada área de proteção cultural e paisagística[3].

Era conhecida como "Praia de São Tomé" devido a uma lenda sobre a aparição do santo[4].

Na praia, encontra-se o "Parque dos Coqueiros de Piatã", um coqueiral implantado como parte da urbanização da cidade e próximo ao parque da praia do Corsário, às margens da Avenida Otávio Mangabeira[5].

Etimologia[editar | editar código-fonte]

"Piatã" é um nome com origem na língua tupi: significa "pé duro", através da junção dos termos py (pé) e atã (duro)[6][7].

Outra versão aponta para o significado de "o persistente, o obstinado". E tal nome originou-se da fábrica de óleo de coco instalada no bairro[8].

Referências