Rebelde (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Rebelde
Álbum de estúdio de RBD
Lançamento 30 de novembro de 2004 (2004-11-30)
Gravação 2004
Gênero(s)
Duração 37:10
Idioma(s) (em castelhano)
Formato(s)
Gravadora(s) EMI Music
Produção
  • Armando Ávila
  • Carlos Lara
  • Max di Carlo
  • Camilo Lara (exec.)
  • Luis Luisillo Miguel (asso.)
  • Pedro Damián (exec.)
Cronologia de RBD
Tour Generación En Vivo (2005)
Capa da edição diamante
Singles de Rebelde
  1. "Rebelde"
    Lançamento: 30 de setembro de 2004 (2004-09-30)
  2. "Sólo Quédate en Silencio"
    Lançamento: 2 de dezembro de 2004 (2004-12-02)
  3. "Sálvame"
    Lançamento: 15 de março de 2005 (2005-03-15)
  4. "Un Poco de Tu Amor"
    Lançamento: 4 de julho de 2005 (2005-07-04)

Rebelde é o álbum de estreia do grupo de música pop mexicano RBD. Foi lançado em 30 de novembro de 2004, através da EMI Music. O disco possui uma sonoridade inspirada por gêneros latinos misturados com o teen pop e o pop rock.[1] Liricamente, as faixas refletem-se ao amor, e no caso de canções como "Santa No Soy" e "Rebelde", à personalidade amorosa. As gravações do projeto ocorreram no início de 2004 no México, com a produção de profissionais como Pedro Damián, Armando Ávila, Carlos Lara, Max di Carlo, Camilo Lara e Luis Luisillo Miguel.[2]

Em 2004, a Televisa iniciou as gravações da telenovela Rebelde, em que os seis protagonistas formaram uma banda até então fictícia, chamada RBD. A banda acabou se tornando real, e o disco foi inicialmente concebido como uma trilha sonora. O álbum recebeu uma revisão positiva pelo portal Allmusic e foi um sucesso comercial. Liderou as tabelas de álbuns da Espanha, do Chile e do México, bem como os periódicos genéricos Latin Pop Albums e Heatseekers Albums. Posteriormente, o material recebeu certificação de diamante + ouro pela Asociación Mexicana de Productores de Fonogramas y Videogramas (AMPROFON), vendendo mais de quinhentas e cinquenta mil réplicas em território mexicano.[3] Mundialmente, vendeu mais de 7 milhões de cópias e, no México, ficou 57 semanas consecutivas em primeiro lugar dos discos mais vendidos do país.[4]

Foram lançados quatro singles do disco. Todos lideraram as tabelas mexicanas, sendo que "Un Poco de Tu Amor" não teve um vídeo musical. "Otro Día que Va" havia sido planejada para ser lançada como single, mas a ideia não se concretizou. Para divulgar o álbum, a banda apresentou as faixas do disco em programas televisivos e embarcou em sua primeira turnê, Tour Generación, que passou pelo México, Colômbia, Venezuela, Porto Rico e Equador. A digressão foi registrada no CD/DVD Tour Generación RBD En Vivo, gravada no concerto feito em 21 de maio de 2005 no Palacio de los Deportes, na Cidade do México.[5]

Após alguns anos fora de catálogo, o álbum voltou a ser recolocado à venda no iTunes Store pela Universal Music Mexico.[6]

Antecedentes e lançamento[editar | editar código-fonte]

Em 2002, a idealizadora Cris Morena escreveu Rebelde Way, que trata da história de um grupo de quatro alunos que mais tarde formam uma banda chamada Erreway.[7] Com a produção de sua própria empresa, a Cris Morena Group, a obra estreou em 27 de maio do mesmo ano, através da rede televisiva Azul TV, posteriormente renomeada de Canal 9.[8] Na Argentina, a telenovela protagonizada por Luisana Lopilato, Camila Bordonaba, Felipe Colombo e Benjamín Rojas foi exibida até 18 de dezembro de 2003, tendo sido transmitida exclusivamente pelo canal América TV entre julho e dezembro daquele ano.[9] Além de exportações, foram feitas versões do folhetim em diversos países, como Índia e Portugal. Sucesso de audiência, Rebelde Way obteve análises positivas e, com isso, o 9 decidiu fazer uma segunda temporada da obra, que estreou no início de 2003.[10] O grupo Erreway acabou se tornando real e a novela rendeu um filme, intitulado Erreway: 4 caminos.[11]

Um ano após o término de Rebelde Way, Pedro Damián comprou do Canal 9 os direitos de fazer uma nova versão da telenovela, cuja gravação teve início em março de 2004 nos estúdios da Televisa no México, com um novo roteiro e nomes de personagens sendo alterados.[12][13] Inicialmente na obra, os estudantes Celina Ferreira (Estefania Villareal), Roberta Pardo (Dulce María), Miguel Arango (Alfonso Herrera) e Diego Bustamante (Christopher Uckermann) formavam a "RBD".[14] No entanto, com o desenvolvimento da trama, os alunos Giovanni Méndez (Christian Chávez), Mia Colucci (Anahí) e Lupita Fernández (Maite Perroni) passam a integrar a banda, ocasionando a saída de Celina do grupo ainda na primeira temporada.[14] Rebelde foi lançado em 30 de novembro de 2004 apenas no México e em 11 de janeiro de 2005 no Estados Unidos e na América Latina, em 30 de outubro de 2005 Rebelde foi lançado no Brasil e em 01 de novembro foi lançado a versão em português do álbum apenas para o Brasil. Na Espanha Rebelde foi lançado apenas em julho de 2006.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 4 de 5 estrelas.[15]

Crítica[editar | editar código-fonte]

O álbum recebeu críticas positivas, Jason Birchmeier do site Allmusic, realizou uma revisão da edição em português do álbum, explicando que são as mesmas canções que fazem parte da versão em espanhol, mas interpretadas em português, acrescentando que "a versão brasileira do Rebelde continua a ser um pequeno álbum de pop/rock cativante, ancorada pelos sucessos acima mencionados, juntamente com algumas outras atrações doces, como "Ensina-me" ("Ensina-me"), "Otro Día Que Va" e "Salva-me" ("Salva-me").[15]

Comercial[editar | editar código-fonte]

Na América do Norte, o álbum foi um grande sucesso. No México, o álbum ocupou a primeira posição da Mexican Albums Chart. Foi certificado como um disco de diamante e ouro pela Asociación Mexicana de Productores de Fonogramas y Videogramas (AMPROFON), pelas vendas de 550.000 cópias.[16][17] No Estados Unidos o álbum ocupou o topo do Billboard Latin Pop Albums e Billboard Heatseekers Albums, foi classificado em segundo lugar na Billboard Top Latin Albums e classificado noventa e cinco Billboard 200,[18][19] foi disco de platina quádruplo pela Recording Industry Association of America (RIAA) para a venda de 400 000 cópias.[20] Em 2006, Clover Esperança da Billboard revelou que de acordo com a Nielsen SoundScan o álbum vendeu cerca de 416.000 cópias nos Estados Unidos.[21]

Na Europa, o álbum teve uma recepção aceitável. Na Espanha o álbum estreou em oitenta na primeira semana, em sua oitava semana na parada foi classificada em primeiro lugar, permanecendo por mais de seis semanas nessa posição, até alcançar quarenta e três semanas na PROMUSICAE.[22] Graças a isto, os Productores de Música de España (PROMUSICAE), o premiaram com disco de platina pela venda de 160.000 exemplares no país.[23] Na Croácia, o álbum ficou em quinto lugar na lista.[24]

Na América do Sul, o álbum recebeu uma boa recepção desde o seu lançamento. No Chile, o álbum ficou em primeiro lugar na lista de álbuns da IFPI e foi certificado como platina pela Federação Internacional da Indústria Fonográfica do Chile por suas mais de 20.000 cópias vendidas.[25] No Brasil, o álbum ficou em 20º lugar no ranking de álbuns brasileiros e ficou em 12º lugar com sua versão em português.[26] A Associação Brasileira dos Produtores de Discos concedendo certificado de disco de ouro por suas 50.000 cópias vendidas.[27] Na Colômbia, o álbum foi certificado pela ASINCOL disco de platina triplo por suas 60.000 cópias vendidas, e no Equador recebeu disco de ouro por suas 3000 cópias vendidas.[28][29]

Em janeiro de 2007, Eric Nicoli, da gravadora EMI, publicou uma lista dos álbuns mais vendidos do ano de 2006, deixando o álbum no décimo lugar, com mais de 1.500.000 cópias vendidas em todo o mundo.[30] Até hoje, o álbum vendeu mais de 7 milhões de cópias em todo o mundo.

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "Rebelde"  DJ Kafka, Max di Carlo 3:33
2. "Sólo Quédate en Silencio"  Mauricio Arriaga 3:38
3. "Otro Día Que Va"  DJ Kafka, Max di Carlo 3:27
4. "Un Poco de Tu Amor"  DJ Kafka, Max di Carlo 3:24
5. "Enséñame"  Javier Calderón 3:39
6. "Futuro Ex-Novio"  Anthony Anderson, Sean & Dame, Steve Smith 3:00
7. "Tenerte Y Quererte"  Amy Powers, Guy Roche 3:25
8. "Cuando El Amor Se Acaba"  José Manuel Pérez Marino 3:19
9. "Santa No Soy"  Julio Lacarra 3:08
10. "Fuego"  Double N, Papa Dee, RamPac 3:00
11. "Sálvame"  DJ Kafka, Max di Carlo, Pedro Damián 3:42
Duração total:
37:10

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Resultado
2005 Premios Oye! Melhor Álbum do Ano - Dupla ou Grupo Venceu
Melhor Álbum do Ano Venceu
Premios Juventud Morro Sem Esse CD Venceu
2006 Billboard Latin Music Awards Melhor Álbum Pop Latino do Ano - Dupla ou Grupo Venceu
Melhor Álbum Pop Latino do Ano - Novo Artista Venceu

Posições nas paradas musicais[editar | editar código-fonte]

Vendas e certificações[editar | editar código-fonte]

Região Certificação Vendas/distribuição
Brasil (Pro-Música Brasil)[27] Diamante 700,000
Chile (IFPI)[32] Platina 10,000^
Colômbia (ASINCOL)[28] 3x Platina 30,000^
Equador (IFPI)[29] Ouro 3,000
Espanha (PROMUSICAE)[23] 2x Platina 200,000^
Estados Unidos (RIAA)[20] 4x Platina (Latin) 400,000^
México (AMPROFON)[16] Diamante+Ouro 550,000^

*vendas baseadas apenas na certificação
^distribuições baseadas apenas na certificação
dados de streaming baseados somente em certificação

Créditos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. POPLine. «Disco do RBD é recolocado a venda depois de anos fora de catálogo». Consultado em 12 de agosto de 2012. 
  2. POPLine. «Disco do RBD é recolocado a venda depois de anos fora de catálogo». Consultado em 12 de agosto de 2012. 
  3. «EMI Music-RBD-Noticias». EMI Music España. Consultado em 10 de outubro de 2010. 
  4. POPLine. «Disco do RBD é recolocado a venda depois de anos fora de catálogo». Consultado em 12 de agosto de 2012. 
  5. «EMI Music-RBD-Noticias». EMI Music España. Consultado em 12 de agosto de 2012. 
  6. POPLine. «Disco do RBD é recolocado a venda depois de anos fora de catálogo». Consultado em 12 de agosto de 2012. 
  7. Molero, Miriam (1º de junho de 2002). «Al estilo de Cris Morena - 01.06.2002 - lanacion.com» (em espanhol). La Nación. Consultado em 1º de julho de 2014. 
  8. «Terminan Rebelde Way y Rincón de luz» (em espanhol). Terra Networks. 27 de maio de 2003. Consultado em 1º de julho de 2014. 
  9. «La troupe Cris Morena ya es de América» (em espanhol). Terra Networks. 30 de junho de 2003. Consultado em 1º de julho de 2014. 
  10. «Rebelde Way llega a la televisión norteamericana» (em espanhol). Infobae. 12 de fevereiro de 2009. Consultado em 1º de julho de 2014. 
  11. «Erreway: 4 caminhos (2004)» (em inglês). Cine Nacional. Consultado em 1º de julho de 2014. 
  12. «EMI Music-RBD-Noticias». EMI Music España. Consultado em 10 de outubro de 2010. 
  13. «Conoce todas las curiosidades de Rebelde» (em espanhol). Publispain. Consultado em 1º de julho de 2014. 
  14. a b Dawesar, Abha (2006). Rebelde: a Obra Completa Oficial. [S.l.]: Prestígio. ISBN 8577480186 
  15. a b «RBD - Rebelde». Allmusic (em Inglés). Consultado em 2 de outubro de 2018. 
  16. a b «Certificaciones Amprofon | Amprofon». www.amprofon.com.mx 
  17. «RBD». Consultado em 2 de outubro de 2018. 
  18. a b «Top 200 Albums». RBD Chart History. Consultado em 24 de julho de 2014. 
  19. «Searchable Database:RBD». RIAA (em inglés). Consultado em 2 de outubro de 2018. 
  20. a b «Certificações (Estados Unidos) (album) – RBD – Rebelde» (em inglês). Recording Industry Association of America  Se necessário, clique em Advanced, depois clique em Format, e seleccione ', e clique em SEARCH.
  21. «Billboard Bits: Tony Bennett, Jack Black, RBD». Billboard (em inglés). Consultado em 2 de outubro de 2018. 
  22. «RBD lanza su tercer disco en España». Terra. Consultado em 2 de outubro de 2018. 
  23. a b http://rbdtodavia.blogspot.com/2014/07/rbd-rebelde.html. Retrieved June 10, 2014.
  24. «RBD - Rebelde». Top of the Shops (em croata). Consultado em 2 de outubro de 2018. 
  25. «Grupo RBD en Chile». Consultado em 2 de outubro de 2018. 
  26. «Top 20 CD Sales 2005 - ABPD». Consultado em 2 de outubro de 2018. 
  27. a b «Certificações (Brasil) (album) – RBD – Rebelde». Associação Brasileira dos Produtores de Discos 
  28. a b Mabel, Amanda. «RBD Siempre!!: RBD Album Rebelde». RBD Siempre!!. Consultado em 12 de agosto de 2012. 
  29. a b «RBD en concierto en ecuador». www.lasnoticiasmexico.com. Consultado em 12 de agosto de 2012. 
  30. Paul Cashmere. «EMI Share Price Drops On Restructure Announcement». Undercover (em Inglés). Consultado em 2 de outubro de 2018. 
  31. [promusicae.es/files/listassemanales/albumes/historial/TOP 100 ALBUMES 06_28.pdf «"Top 100 Albumes: Lista de los títulos mas vendidos del 10.07.06 al 16.07.06"»] Verifique valor |url= (ajuda) (PDF) (em espanhol). Productores de Música de España. Consultado em 12 de agosto de 2012. 
  32. «RBD Live In Brazil». lucasrbd.xpg.uol.com.br. Consultado em 12 de agosto de 2012. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de RBD é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.