Robert Lansing

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Robert Lansing
Nascimento 17 de outubro de 1864
Watertown, Nova Iorque,
 Estados Unidos
Morte 30 de outubro de 1928 (64 anos)
Nova Iorque, Nova Iorque,
 Estados Unidos
Cidadania Estados Unidos
Progenitores
  • Maria Lay Lansing
Cônjuge Eleanor Foster (1890–1928)
Alma mater Amherst College
Ocupação advogado, diplomata, político,
Profissão Advogado

Robert Lansing (Watertown, 17 de outubro de 1864Nova Iorque, 30 de outubro de 1928) foi um advogado e político norte-americano que serviu como conselheiro legal no Departamento de Estado dos Estados Unidos no início da Primeira Guerra Mundial e depois como Secretário de Estado entre 1915 e 1920 durante a presidência de Woodrow Wilson; ele foi indicado ao cargo logo depois da renúncia de William Jennings Bryan.[1] Lansing foi contra as políticas britânicas de bloqueio em favor dos princípios de liberdade no mar e os direitos das nações neutras.[1] Ele negociou o Acordo Lansing–Ishii com o Japão em 1917 e foi membro da Comissão Americana para Negociar a Paz em Paris em 1919.[1] Lansing renunciou como Secretário de Estado em 1920 a pedido de Wilson depois dele ter sugerido que o vice-presidente Thomas R. Marshall assumisse a presidência durante o período em que o presidente estava incapacitado por um derrame.

Referências

  1. a b c Patterson, Richard Sharpe (1956). The Secretaries of State: Portraits and Biographical Sketches (em inglês). Washington D. C: U.S. Government Printing Office. p. 90 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um político dos Estados Unidos é um esboço relacionado ao Projeto Biografias de Políticos. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.