Serafim Corrêa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Serafim Corrêa
Serafim Corrêa em 2019
Deputado estadual do Amazonas
Período 1º de fevereiro de 2015
a atualidade
(2 mandatos consecutivos)
70.º Prefeito de Manaus
Período 1º de janeiro de 2005
a 1º de janeiro de 2009
Antecessor(a) Luís Alberto Carijó
Sucessor(a) Amazonino Mendes
Vereador de Manaus
Período 1º de fevereiro de 1989
a 1º de fevereiro de 1997
(2 mandatos consecutivos)
Dados pessoais
Nome completo Serafim Fernantes Corrêa
Nascimento 3 de abril de 1947 (75 anos)
Manaus, AM
Alma mater Universidade Federal do Amazonas (UFAM)
Prêmio(s) Ordem do Mérito Militar[1]
Filhos Marcelo Serafim
Parentesco Mãe: Safira Fernandes Corrêa
Pai: Joaquim Francisco Corrêa
Partido PSB (1988–presente)
Profissão professor, advogado, economista, político

Serafim Fernandes Corrêa OMM (Manaus, 3 de abril de 1947), mais conhecido como Serafim Corrêa, é um economista, advogado e político brasileiro filiado ao Partido Socialista Brasileiro (PSB) desde 1993. Foi prefeito de Manaus entre 2005 e 2009 e atualmente é deputado estadual do Amazonas.[2]

Carreira e política[editar | editar código-fonte]

Filho de Joaquim Francisco Corrêa e Safira Fernandes Corrêa. Em 1970 graduou-se em economia pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e ingressou no funcionalismo público em 1976 como auditor fiscal. Professor da Escola de Administração Fazendária (ESAF) e membro do Conselho de Contribuintes do Ministério da Fazenda, em seu estado presidiu o Conselho Regional de Economia, o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Unafisco) e integrou o Sindicato dos Economistas.[2]

Sua carreira política teve início com sua filiação ao Partido Socialista Brasileiro (PSB) sendo eleito vereador em Manaus em 1988 e 1992. Candidato a prefeito em 1996[3] e 2000,[4] foi derrotado por Alfredo Nascimento.[5] Candidato a vice-governador na chapa de Eduardo Braga (PSL) em 1998, foi derrotado por Amazonino Mendes e em 2002 perdeu o governo do estado para o próprio Eduardo Braga (PPS).[2]

Eleito prefeito de Manaus no segundo turno em 2004 ao derrotar Amazonino Mendes (PFL),[6] mas curiosamente ao tentar a reeleição em 2008 foi derrotado exatamente por Amazonino Mendes (PTB). Em 2010 foi candidato a vice-governador do Amazonas na chapa de Alfredo Nascimento, porém a reeleição do governador Omar Aziz frustrou suas pretensões. Em 2014 foi eleito deputado estadual com 36 501 votos.

Concorreu novamente à prefeitura de Manaus na eleição municipal em 2016, ficando em 4.° lugar com 10,91% dos votos.[7]

Escreveu quatro livros: “Porque Bosco Morreu”, “Manaus e a Constituição-Mãe”, “Os Números de Manaus” e “Zona Franca de Manaus — História, Mitos e Realidade”.[2]

É pai de Marcelo Serafim, vereador de Manaus.

Referências

  1. BRASIL, Decreto de 20 de março de 2006.
  2. a b c d «Dep. Serafim Corrêa». Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas. 2019. Consultado em 6 de maio de 2021 
  3. «Eleições municipais de 1996 em Manaus (TSE): Serafim Corrêa». Consultado em 24 de janeiro de 2012 
  4. «Eleições municipais de 2000 em Manaus (TSE): Serafim Corrêa». Consultado em 24 de janeiro de 2012 
  5. Alfredo Nascimento foi eleito em segundo turno pelo PPB e reeleito pelo PL, respectivamente.
  6. «Eleições municipais de 2004 em Manaus (TSE): Serafim Corrêa». Consultado em 24 de janeiro de 2012 
  7. «UOL Eleições 2016 Manaus/AM: Apuração de votos, resultado, prefeito e vereadores eleitos». UOL Eleições. Consultado em 11 de junho de 2021 

Precedido por
Luís Alberto Carijó
Prefeito de Manaus
2005 - 2009
Sucedido por
Amazonino Mendes
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) político(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.