Saltar para o conteúdo

Sofia de Liechtenstein

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
 Nota: Não confundir com Sofia de Liechtenstein (1837–1899).
Sofia de Liechtenstein
Princesa da Baviera
Princesa Herdeira de Liechtenstein
Condessa de Rietberg
Sofia de Liechtenstein
Nascimento 28 de outubro de 1967 (56 anos)
  Munique, Alemanha
Nome completo  
Sophie Elizabeth Marie Gabrielle Herzogin in Bayern
Cônjuge Aloísio (1993-presente)
Descendência Joseph Wenzel
Maria-Carolina
Jorge Antônio
Nicolau Sebastião
Casa Wittelsbach (por nascimento)
Liechtenstein (por casamento)
Pai Max Emanuel da Baviera
Mãe Elisabeth Douglas

SAR o Duque da Baviera


SAR o Duque na Baviera
SAR a Duquesa na Baviera

  • SAR a Princesa Herdeira do Liechtenstein
  • SAR Maria Carolina, Duquesa Filipe de Württemberg
  • SAR a princesa Helena
  • SAR a princesa Isabel, Senhora Daniel Terberger
  • SAR a princesa Maria Ana, Baronesa André de Maltzan

SAR a princesa viúva de Waldburg-Zeil

Sofia Isabel Maria Gabriele Duquesa na Baviera, Princesa Herdeira de Liechtenstein, Condessa de Rietberg (nome civil na Alemanha: Sophie Elizabeth Marie Gabrielle Herzogin in Bayern; Munique, 28 de outubro de 1967) é a esposa do príncipe herdeiro Aloísio, o filho mais velho do príncipe soberano João Adão II de Liechtenstein e da princesa Maria. [1]

Família[editar | editar código-fonte]

Sofia nasceu como a filha mais velha do príncipe Max Emanuel da Baviera e de sua esposa, a condessa sueca Isabel Douglas. É descendente da Casa de Wittelsbach, a família real da Baviera. Ela tem quatro irmãs. [2]

Em 1973, seu pai herdou o título de Duque da Baviera de um primo distante que o adotou como herdeiro em 1965. Ela então passou a ser tratada como princesa e duquesa da Baviera, com o tratamento de Sua Alteza Real. Entretanto, a Alemanha não reconhece tais títulos, somente o título que Sofia obteve por casamento, em 1993, que é oficial. [3]

Sofia é uma descendente direta do último rei da Baviera, Luís III, que foi seu trisavô. Sua tia materna, a condessa Dagmar Douglas, é casada com John Spencer-Churchill, 11.º Duque de Marlborough. Entre seus primos, está Bertrand de Orléans e Bragança, descendente da antiga Casa Imperial do Brasil.

Educação[editar | editar código-fonte]

A princesa Sofia passou sua infância com seus pais e irmãs em Wildbad Kreuth, onde teve sua educação primária. De 1978 até 1980, ela estudou em uma escola de Heiligenstatt, sendo matriculada posteriormente em um internato para meninas, Hohenburg, localizado em Lenggries.

Em 1984, Sofia entrou para o ginásio Adolf Weber, em Munique, formando-se em 1988. Depois de terminar a escola, passou sete meses em Londres, onde teve aulas na Escola Inchbald de Design de Interiores. Estudou história, língua inglesa e literatura na Universidade Católica, em Eichstätt. [1]

Casamento e filhos[editar | editar código-fonte]

Em 3 de julho de 1993, em Vaduz, Sofia desposou o príncipe herdeiro Aloísio, que havia conhecido sete anos antes, tempo pelo qual namoraram. Eles ficaram noivos no final de dezembro de 1992.[3]

O casal tem quatro filhos: [1] [3]

Ela é, com a rainha Mathilde da Bélgica e a princesa Stéphanie de Luxemburgo, uma das três únicas consortes reais da Europa - ou futura consorte - a ter ascendência nobre. [3]

Saúde[editar | editar código-fonte]

Em dezembro de 2002, Sofia foi diagnosticada com um tumor cerebral, do qual foi operada e havia se curado cerca de nove meses depois. [4]

Funções oficiais[editar | editar código-fonte]

Ela representa a casa principesca em diversos eventos, tanto sozinha como com o marido. Com ele esteve, por exemplo, no casamento da princesa herdeira Vitória da Suécia, no jantar de abdicação da rainha Beatriz dos Países Baixos e no enterro do grão-duque João de Luxemburgo.[5] [6] [7]

Fundação[editar | editar código-fonte]

No começo de 2006, a princesa Sofia criou a Fundação Sofia de Liechtenstein para Mulheres e Crianças (Sophie von Liechtenstein Stiftung für Frau und Kind, em alemão). Essa instituição tem como objetivo ajudar mulheres que ficaram grávidas sem intenção a ter uma perspectiva de vida mais positiva para si mesmas e para seus bebê e se chama simplesmente Schwanger, que em português significa Grávida.[8] [9]

Referências

  1. a b c «I.K.H. Erbprinzessin Sophie» 
  2. Observador. «300 anos de Liechtenstein: 176 kms quadrados e um monarca (quase) absoluto» 
  3. a b c d H/Creada:08-12-2018, Amadeo-Martín Rey y Cabieses | La RazónÚltima actualización:08-12-2018 | 02:23 (8 de dezembro de 2018). «Alois y Sofía: un enlace extraordinario» (em espanhol) 
  4. «Sophie de Liechtenstein, totalmente recuperada de un tumor cerebral». Hola!. 5 de setembro de 2003. Consultado em 15 de maio de 2020 
  5. «Fotos: Jantar de abdicação da rainha Beatriz reúne monarquia em Amesterdão» 
  6. «Las joyas de la cena de gala en Ámsterdam» (em espanhol). 30 de abril de 2013 
  7. «Sofía de Liechtenstein, la princesa que impactó con su sombrero en Luxemburgo» (em espanhol). 5 de maio de 2019 
  8. «Cópia arquivada». Consultado em 22 de maio de 2008. Arquivado do original em 23 de maio de 2008 
  9. Schwanger.li. «Schwanger.li>» (em alemão) 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Sofia e o marido em 2015