Susan Kare

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Susan Kare
Nascimento 6 de abril de 1954 (67 anos)
Ithaca, Nova Iorque
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Campo(s) Ciência da computação

Susan Kare (Ithaca, Nova Iorque, 6 de abril de 1954) é uma designer gráfica, tipógrafa, ilustradora, e pintora. Criadora das interfaces gráficas e dos ícones do sistema operacional do Apple Macintosh, o Mac OS, original de 1984, que lançaram as bases da linguagem visual que permite mover-se em um dispositivo clicando nas imagens.[1][2]

Ela foi uma pioneira da pixel art e ficou conhecida como “woman who gave the Macintosh a smile” (a mulher que deu um sorriso ao Macintosh), uma referência ao ícone de smile que iniciava o sistema operacional desses computadores. A linguagem visual de Susan influenciou o design de diversos sofwares e algumas ferramentas criadas por ela são usadas até os dias de hoje como por exemplo a "lixeira", o "balde de tinta" e a "mãozinha".[3][4][5]

Percurso[editar | editar código-fonte]

Susan tirou o bacharelato em artes, no Mount Holyoke College em 1975, e o doutoramento na Universidade de Nova Iorque.[6]

Depois de trabalhar como curadora no Fine Arts Museums of São Francisco, ainda no início dos 1980s, ela assumiu em 1982 o papel de designer gráfico na Apple, sendo depois promovida ao cargo de Diretora de Criação.[4] Lá, ela criou alguns dos ícones, fontes e elementos gráficos mais reconhecíveis na computação pessoal: o símbolo de comando (⌘) ou "tecla Apple" ( Ctrl nos PCs), a bomba de falha do sistema, o pincel e “Clarus the Dogcow” (uma espécie de mascote dos Msc OS) [7]. Com pouco mais do que alguns pontos em uma tela, Kare criou uma tela de metáforas visuais acessíveis que são instantaneamente reconhecíveis décadas depois. Influenciada por sua experiência com mosaicos, bordados e pontilhismo, ela desenhou uma grade de 32 por 32, onde cada um dos 1.024 quadrados representava um pixel, imitando a exibição mapeada em bits da interface inicial da Apple. Ela assim começou a esboçar à mão esses primeiros ícones da Apple, pixel por pixel. [3]

Ainda na Apple ela criou diversas fontes e famílias tipográficas, além do material de marketing para o Mac OS. Alguns dos seus trabalhos de tipografia mais conhecidos, são: a fonte Chicago, utilizada na interface do Mac OS, e também nas primeiras 3 gerações do iPod; a fonte Geneva; a fonte Cairo, conhecida pelo grafema da tecla "z" que representava o "Clarus the Dogcow"; Monaco, New York, Athens e San Francisco. [8]

Em 1985, ela acompanha Steve Jobs e sai da Apple para ser uma das primeiras funcionárias na NeXT, também conhecida como NeXT Computer, que foi criada por ele no mesmo ano. A NeXT desenvolveu um sistema operacional próprio (o NeXTStep), cujo lançamento aconteceu em 1988. Os computadores da nova companhia não foram um sucesso de vendas e acabaram saindo de linha, mas o NeXTStep destacou-se por conta de sua interface gráfica (desenvolvida por Kare) fácil de usar e visualmente atraente.[4]

Ela fundou sua própria empresa de design com seu nome em 1989, que criou designs gráficos para centenas de clientes, incluindo Autodesk, Facebook, Fossil, General Magic, IBM, Microsoft e PayPal. Alguns de seus trabalhos mais memoráveis ​​incluem as cartas de Paciência do Windows 3.0 da Microsoft em 1990, também criando vários ícones e elementos gráficos desta versão do sistema operacional dos PCs. Um deles foi o ícone do Bloco de Notas, além de vários programas do Painel de Controle, que, mesmo sofrendo alterações nas atualizações subsequentes do sistema operacional, mantiveram o conceito original elaborado por Susan desde 1988 até 2001, quando o Windows XP surgiu e mudou radicalmente o visual do sistema. Ela também criou os ícones de presentes virtuais para o Facebook em 2007. [9][10][4] O seu trabalho com a IBM englobou também ícones e outros elementos da interface gráfica para o sistema operativo OS/2.[11]

Em 1997, a revista I.D. Magazine a incluiu em uma lista dos mais influentes designers, ao lado do seu colega de trabalho, Steve Jobs.[12]

Em 2003, Susan se tornou membro do conselho consultivo da Glam Media, agora chamada de Mode Media.[13] No mesmo ano, ela foi recomendada pela Presidente Câmera dos Representantes estadunidense Nancy Pelosi como uma das quatro nomeações para o Citizens Coinage Advisory Committee para desenhar moedas para a Casa da Moeda dos Estados Unidos.[14]

Em 2015, ela foi contratada como Diretora de Criação do Pinterest, onde desenvolveu uma série de imagens icônicas, como a mais importante que representa um "pin" (alfinete) - a principal ação dessa rede social, que representa salvar um conteúdo.[15]

Desde 2008[16],o Museu de Arte Moderna de Nova Iorque (MoMA) começou a adquirir esboços e anotações dos blocos de notas de Susan Kare, que podem ser vistos em sua galeria online.[17]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Fontes originais para Mac OS, Susan Kare.

Obras[editar | editar código-fonte]

Tipos de letra[editar | editar código-fonte]

Ícone "bomba"

Interface gráfica[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Kindy, David. «How Susan Kare Designed User-Friendly Icons for the First Macintosh». Smithsonian Magazine (em inglês). Consultado em 21 de dezembro de 2020 
  2. Grijota, Estefanía (17 de fevereiro de 2020). «Susan Kare: la mujer que creó los iconos del Mac a partir del punto de cruz». Madrid. El País (em espanhol). ISSN 1134-6582. Consultado em 21 de dezembro de 2020 
  3. a b c September 17, Zachary Crockett; 2018. «2018 AIGA Medalist Susan Kare». AIGA | the professional association for design. Consultado em 21 de dezembro de 2020 
  4. a b c d «Mulheres Históricas: Susan Kare revolucionou o desgin gráfico nos computadores». Canaltech. 11 de agosto de 2016. Consultado em 21 de dezembro de 2020 
  5. «Designers on acid: the tripping Californians who paved the way to our touchscreen world». the Guardian (em inglês). 11 de maio de 2017. Consultado em 21 de dezembro de 2020 
  6. «Susan Kare User Interface Graphics Design Biography». web.archive.org. 22 de dezembro de 2007. Consultado em 21 de dezembro de 2020 
  7. Phin, Christopher; Contributor; hardware, Macworld | About | A. celebration of classic Apple; software (26 de maio de 2015). «We miss you, Clarus the dogcow». Macworld (em inglês). Consultado em 21 de dezembro de 2020 
  8. Src='https://Secure.gravatar.com/Avatar/9b76fcba56533e70221ef2c504daec0a?s=32, <img Alt=; #038;d=mm; Srcset='https://Secure.gravatar.com/Avatar/9b76fcba56533e70221ef2c504daec0a?s=64, #038;r=x'; #038;d=mm; Fischmann, #038;r=x 2x' class='avatar avatar-32 photo' height='32' width='32' />por Rafael (3 de outubro de 2008). «Você sabe quem é Susan Kare?». MacMagazine.com.br. Consultado em 21 de dezembro de 2020 
  9. G1, Do; Paulo, em São (19 de maio de 2015). «Microsoft comemora 25 anos do jogo 'Paciência' com campeonatos». Tecnologia e Games. Consultado em 21 de dezembro de 2020 
  10. a b «History of Honorees & Jurors». Cooper Hewitt, Smithsonian Design Museum (em inglês). 17 de maio de 2014. Consultado em 21 de dezembro de 2020 
  11. «The Designer Who Made the Mac Smile». web.archive.org. 12 de agosto de 2007. Consultado em 21 de dezembro de 2020 
  12. «ID_Magazine.jpg (608x777 pixels)». archive.vn. 3 de janeiro de 2013. Consultado em 21 de dezembro de 2020 
  13. «Susan Kare: Executive Profile & Biography - Businessweek». web.archive.org. 16 de dezembro de 2014. Consultado em 21 de dezembro de 2020 
  14. «New Member Joins Citizens Coinage Advisory Committee | U.S. Mint». www.usmint.gov. Consultado em 21 de dezembro de 2020 
  15. Kastrenakes, Jacob (31 de julho de 2015). «Pinterest hires early Apple designer Susan Kare». The Verge (em inglês). Consultado em 21 de dezembro de 2020 
  16. «MoMA Store Search: susan kare». web.archive.org. 17 de setembro de 2008. Consultado em 21 de dezembro de 2020 
  17. «Susan Kare | MoMA». The Museum of Modern Art. Consultado em 21 de dezembro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]