Tarzan the Mighty

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tarzan the Mighty
Tarzan, o Poderoso[1] (BR)
 Estados Unidos
1928 •  P&B •  15 capítulos, min 
Direção Jack Nelson
Ray Taylor
Roteiro Ian McClosky Heath
Jack Nelson
Baseado em Jungle Tales of Tarzan, de Edgar Rice Burroughs
Elenco Frank Merrill
Natalie Kingston
Al Ferguson
Companhia(s) produtora(s) Universal Pictures
Distribuição Universal Pictures
Lançamento Estados Unidos 29 de outubro de 1928
Idioma mudo
Cronologia
The Scarlet Arrow (1928)
The Diamond Master (1929)
Página no IMDb (em inglês)

Tarzan the Mighty é um seriado estadunidense de 1928, gênero aventura, dirigido por Jack Nelson e Ray Taylor, em 15 capítulos, estrelado por Frank Merrill como Tarzan, Natalie Kingston e Al Ferguson. Baseado no livro Jungle Tales of Tarzan, de Edgar Rice Burroughs, foi adaptado por Ian McClosky Heath e Jack Nelson. Produzido e distribuído pela Universal Pictures, veiculou nos cinemas estadunidenses entre 29 de outubro de 1928 e 5 de fevereiro de 1929.

Tarzan the Mighty teve uma seqüência em 1929, o seriado Tarzan the Tiger, também da Universal Pictures e também interpretado por Frank Merrill.

Este seriado é considerado perdido.[2]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Maria e Bobby Trevor são amigos. Quando Lord Greystoke chega, procurando o herdeiro da família, John Black tenta preencher esse papel e se casar com Mary, na Inglaterra, porém Tarzan aparece e se casa com ela.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Frank MerrillTarzan. Joe Bonomo estava no elenco para interpretar Tarzan mas, enquanto filmava Perils of the Wild, fraturou sua perna esquerda e ficou bastante ferido em uma cena.[3][4] O diretor Jack Nelson lembrou de Frank Merill, que trabalhara com ele em uma produção anterior, Perils of the Jungle (1927)[3] e The Adventures of Tarzan, de 1921, em que Merrill dublara Elmo Lincoln.[4] Ele considerou que Merrill seria um substituto natural e o ator começou a filmar na manhã seguinte.[3][4]
  • Al Ferguson … Black John
  • Natalie Kingston … Mary Trevor. Não há Jane nessa produção. Kingston fazia a personagem Mary Trevor, interesse amoroso de Tarzan.[3][4] No seriado seguinte, Tarzan the Tiger, Natalie Kingston novamente foi escalada como o interesse amoroso de Tarzan, Kingston interpreta a tradicional personagem Lady Jane, ao invés de Mary Trevor.
  • Bobby Nelson … Bobby Trevor, irmão de Mary
  • Lorimer Johnston … Lord Greystoke, tio de Tarzan

Capítulos[editar | editar código-fonte]

  1. The Terror of Tarzan
  2. The Love Cry
  3. The Call of the Jungle
  4. The Lion's Leap
  5. Flames of Hate
  6. The Fiery Pit
  7. The Leopard's Lair
  8. The Jungle Traitor
  9. Lost in the Jungle
  10. Jaws of Death
  11. A Thief in the Night
  12. The Enemy of Tarzan
  13. Perilous Paths
  14. Facing Death
  15. The Reckoning

Produção[editar | editar código-fonte]

Após o fracasso de Tarzan and the Golden Lion, estrelado por James Pierce, a distribuidora Film Booking Offices of America (FBO) não fez nenhuma sequência. A Universal Pictures pagou a Burroughs um montante não revelado para fazer um novo seriado de Tarzan baseado em Jungle Tales of Tarzan. O seriado foi renomeado Tarzan the Mighty.[4]

Merrill, que fora o campeão nacional de ginástica de 1916 a 1918, conseguia se balançar em uma corda com Kingston em seu braço. A filmagem foi mais tarde estudada pela MGM para fazer Tarzan the Ape Man (1932) e nas séries subseqüentes, com Johnny Weissmuller.[3][4]

A produção começou em 12 de abril e terminou em 28 de outubro de 1928.[4] Originalmente, o seriado foi organizado para ter 12 capítulos, mas ao longo da produção, foi aumentado para 15.[4] Tarzan the Mighty teve uma sequência, Tarzan the Tiger, com muitos do elenco retornando (em funções ligeiramente diferentes, em alguns casos).[3][4] Na verdade, foi planejada uma trilogia para o seriado de Tarzan com Frank Merrill. O terceiro episódio se chamaria Tarzan the Terrible. No entanto, a voz de Merrill foi considerada inadequada para filmes sonoros, e a sequência foi cancelada.[3][4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. MATTOS. A. C. Gomes de. Seriados Mudos Americanos e Europeus no Brasil II
  2. Tarzan the Mighty no Silent era
  3. a b c d e f g Harmon, Jim; Donald F. Glut (1973). «6. Jungle "Look Out The Elephants Are Coming!"». The Great Movie Serials: Their Sound and Fury. [S.l.]: Routledge. pp. 125–126. ISBN 978-0-7130-0097-9 
  4. a b c d e f g h i j Essoe, Gabe (1972). Tarzan of the Movies. [S.l.]: Citadel Press. pp. 56–61. ISBN 978-0-8065-0295-3 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]