Tarzan, the Ape Man (1981)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tarzan, the Ape Man
Tarzan, O Homem-Macaco (PT)
Tarzan, O Filho das Selvas (BR)
 Estados Unidos
1981 •  Metrocolor •  107 min 
Direção John Derek
Produção Bo Derek
Roteiro Tom Rowe
Gary Goddard
Baseado em Tarzan of the Apes de Edgar Rice Burroughs
Elenco Bo Derek
Richard Harris
Miles O'Keeffe
Gênero Aventura
Distribuição MGM
Idioma Inglês
Orçamento US$6 milhões
Receita US$36 milhões[1]
Página no IMDb (em inglês)

Tarzan, the Ape Man (Tarzan, o Filho das Selvas (título no Brasil) ou Tarzan, o Homem-Macaco (título em Portugal)) é um filme norte-americano de 1981, do gênero aventura, dirigido por John Derek e estrelado por Bo Derek e Richard Harris. Uma adaptação de Tarzan focada em sua esposa Jane, recebeu péssimas críticas e rendeu um processo da família de Edgar Rice Burroughs, mas foi sucesso de bilheteria.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

James Parker lidera uma expedição à selva africana para capturar Tarzan e levá-lo vivo ou morto para a Inglaterra. Porém Tarzan rapta sua filha Jane e os dois se apaixonam, levando o Homem Macaco a intervir quando nativos fanáticos sequestram Jane para sacrificá-la a seu deus.

Produção[editar | editar código-fonte]

John Derek dirigiu sua esposa Bo, que também produziu o filme. O roteirista Gary Goddard revelou que Bo tinha o contratado para escrever uma adaptação da personagem da Marvel Comics Cristal], antes de decidir em uma produção focada na esposa de Tarzan, originalmente intitulada Eu, Jane.[2] O dublê Miles O'Keeffe ganhou o papel de Tarzan, e a produção foi filmada no Sri Lanka. O ex-Tarzan Jock Mahoney, creditado como Jack O'Mahoney, foi o coordenador dos dublês.

Recepção[editar | editar código-fonte]

A crítica especializada massacrou Tarzan, the Ape Man. Leonard Maltin o qualificou como um dos piores filmes que já viu, descrevendo-o como digno de um nota mais baixa do que sua menor, "BOMBA".[3] O filme foi indicado ao Framboesa de Ouro em seis categorias, incluindo Pior Filme, e Bo Derek foi escolhida Pior Atriz (empatada com Faye Dunaway em Mommie Dearest).

Entretanto, o sucesso de público foi enorme, em virtude, acima de tudo, do erotismo com muita nudez de Bo Derek. O faturamento nos Estados Unidos foi US$36 milhões, mais de seis vezes o orçamento do filme.[1]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
Bo Derek Jane Parker
Richard Harris James Parker
Miles O'Keeffe Tarzan
John Phillip Law Harry Holt
Akushula Selayah Africa
Steve Strong Rei do marfim
Maxime Philoe Riano
Leonard Bailey Feathers


Referências

  1. a b http://www.boxofficemojo.com/movies/?id=tarzantheapeman.htm
  2. Moore, David J. (Summer 2012), "Me, Jane!", Filmfax (131): 63–64 
  3. MALTIN, Leonard, 2011 Movie Guide, Nova Iorque: Penguin Books, 2010 (em inglês)
Bibliografia
  • CASSAL, A. B., Mundo de Tarzan, in Fanzim, Edição de Natal, Porto Alegre, 1993
  • EAMES, John Douglas, The MGM Story, Londres: Octopus Books, 1982 (em inglês)
  • MALTIN, Leonard, 2011 Movie Guide, Nova Iorque: Penguin Books, 2010 (em inglês)
  • SILVA, Diamantino da e LOSSO, Umberto, Tarzan, O Mito da Liberdade, in Mocinhos & Bandidos Especial, São Paulo, 1986

Ligações externas[editar | editar código-fonte]