The Works (álbum de Queen)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
The Works
Álbum de estúdio de Queen
Lançamento 27 de fevereiro de 1984
Gravação Agosto de 1983 a Janeiro de 1984 no Record Plant Studios em Los Angeles nos EUA e Musicland Studios em Munique na Alemanha
Gênero(s) Hard rock
Duração 37:11
Gravadora(s) EMI-Parlophone-Capitol
Produção Queen, Reinhold Mack
Cronologia de Queen
Hot Space
(1982)
A Kind of Magic
(1986)
Singles de The Works
  1. "Radio Ga Ga"
    Lançamento: 23 de Janeiro de 1984
  2. "I Want to Break Free"
    Lançamento: 2 de Abril de 1984
  3. "It's a Hard Life"
    Lançamento: 16 de Julho de 1984
  4. "Hammer to Fall"
    Lançamento: 10 de Setembro de 1984

The Works é o décimo primeiro álbum de estúdio da banda britânica de rock Queen, lançado em fevereiro de 1984. É composto por várias canções que se tornaram hits na carreira do grupo, como "I Want to Break Free", "Radio Ga Ga" e "Hammer to Fall", canções tocadas em todos os shows da banda. Alcançou a #23 posição nos EUA, mesmo sem uma turnê americana.[1]

O projeto foi escrito e gravado, no segundo semestre de 1983 a janeiro de 1984, no Record Plant Studios em Los Angeles nos EUA, e finalizado no Musicland Studios, em Munique na Alemanha, num período de crises na banda, devido sobretudo ao fracasso do álbum Hot Space, disco anterior. As sessões de gravação foram problemáticas. "Durante as gravações de The Works, chegamos ao ponto de nos odiar uns aos outros. A tensão gerada pela guerra de egos foi tanta que eu mesmo saí e voltei para a banda diversas vezes", disse o guitarrista Brian May em 1985.[2]

A turnê desse álbum foi de grande sucesso e repercussão, destacando-se as apresentações no primeiro Rock In Rio no Brasil em 11 de janeiro 1985 e no evento Live Aid em 13 de julho de 1985 no Wembley Stadium em Londres. No Rock in Rio o grupo ganhou um cache equivalente $600.000,00 na época pelas duas apresentações, e a confirmação da partição do grupo no festival foi o principal argumento para convencer outros músicos internacionais a tocarem no festival em 10 noites para um público de 1,3 milhão de pessoas no Rio de Janeiro. A estrutura e conjunto de luzes do palco da turnê The Works foram cedidos pelo Queen ao Rock in Rio, no qual todos os artistas que se apresentaram no festival, utilizaram. Já no show Live Aid, apesar de apenas 20 minutos de duração, é considerado não só a melhor apresentação do festival, mas como também da história do grupo e umas das melhores apresentações da história do rock. O show do grupo no Live Aid foi reproduzido fielmente no final do filme sobre a banda Bohemian Rhapsody.

Os vídeo clipes deste álbum são uns dos mais conhecidos do grupo. Em Radio Ga Ga dirigido por David Mallet, o grupo percorre nos céus da cidade do filme Metrópoles. Os gestos com as mãos no clipe Radio Ga Ga eram reproduzidos com palmas pelo público em shows ao vivo. Em I Want To Break Free, o grupo aparece se trajando de mulheres, parodiando a novela britânica Coronation Street, o quê causou polêmica nos EUA que não entenderam a piada, chegando a ser proibido pela MTV americana na época, mas mesmo assim o videoclipe foi sucesso no resto do mundo.

Faixas[editar | editar código-fonte]

N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "Radio Ga Ga"  Roger Taylor 5:45
2. "Tear It Up"  Brian May 3:28
3. "It's a Hard Life"  Freddie Mercury 4:08
4. "Man On The Prowl"  Freddie Mercury 3:28
5. "Machines (or 'Back to Humans')"  Brian May / Roger Taylor 5:10
6. "I Want To Break Free"  John Deacon 3:20
7. "Keep Passing The Open Windows"  Freddie Mercury 5:21
8. "Hammer To Fall"  Brian May 4:28
9. "Is This The World We Created?"  Freddie Mercury / Brian May 2:13

Ficha técnica[editar | editar código-fonte]

Additional personnel

Referências

  1. «The Works - Queen». Allmusic. Consultado em 16 de dezembro de 2014 
  2. CACCIACARRO, Carmem (2005). Fala Rock. as máximas e mínimas do roquenrol. Rio de Janeiro: Garamond. p. 51. ISBN 8576170744 
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Queen é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.