Roger Meddows-Taylor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Roger Taylor
Taylor em concerto com o Queen + Adam Lambert em dezembro de 2017
Informação geral
Nome completo Roger Meddows Taylor
Nascimento 26 de julho de 1949 (72 anos)
Local de nascimento King's Lynn, Norfolk, Inglaterra
Reino Unido
Gênero(s) Hard rock, heavy metal, Ópera rock, rock psicodélico, rock progressivo
Ocupação(ões) Músico
Instrumento(s) Bateria, vocais
Período em atividade 1968–presente
Outras ocupações Cantor, produtor musical
Gravadora(s) EMI, Elektra, Capitol, Parlophone, Virgin EMI
Afiliação(ões) Queen, Queen + Paul Rodgers, Queen + Adam Lambert, The Cross, Smile, Felix & Arty, Yoshiki Hayashi, Lydia Canaan
Página oficial rogertaylorofficial.com

Roger Meddows-Taylor, mais conhecido como Roger Taylor, (King's Lynn, Norfolk, 26 de julho de 1949) é um músico, multi-instrumentista, cantor e backing vocal britânico. Foi baterista, backing-vocal e membro fundador da banda Queen. É considerado um dos melhores e mais influentes bateristas de rock da década de 1970 e 80.[1] Como compositor, Taylor contribuiu com músicas de álbuns da banda, desde o começando a compor pelo menos uma faixa em cada álbum, geralmente cantou os vocais em suas próprias composições.[2] Ele também escreveu quatro sucessos da banda, "Radio Ga Ga", "A Kind of Magic","The Invisible Man" e "These Are The Days of Our Lives".[3][4]

Roger toca vários instrumentos, incluindo guitarra, baixo e teclado, como pode ser ouvido em seu álbum de estreia solo em que ele tocou todos os instrumentos e cantou todos os vocais. Ele já tocou com artistas como Eric Clapton, Roger Waters, Roger Daltrey,Slash, Robert Plant, Phil Collins, Genesis, Jimmy Nail, Elton John, Gary Numan, Shakin' Stevens, Foo Fighters, Al Stewart, Axl Rose, Steve Vai, Yoshiki Hayashi, Cher e Bon Jovi. Como produtor, ele produziu álbuns de Virginia Wolf, Jimmy Prego e Magnum. Ele atualmente reside em Guildford, Surrey.

Biografia[editar | editar código-fonte]

1958–1970: Primeiros passos na música e juventude

A história musical de Roger inicia-se aos oito anos quando ganhou um ukelele, uma guitarra havaiana, onde aprendeu sozinho os primeiros acordes.[1][5]

Em maio de 1960, em troca de uma bolsa de estudos, Roger começou a cantar no coro da escola, onde ele descobriu sua facilidade para executar notas altas. No natal de 1961 seu pai ofereceu-lhe um bombo e um tambor. Depois de ter tocado em algumas bandas, em 1967, Roger foi para Londres estudar Odontologia na Imperial College, e lá conheceu Brian May e Tim Staffell após seu colega chamado Les Brown ver um anúncio em um quadro de avisos da faculdade feito por May que pedia por um baterista estilo "Ginger Backer ou Mitch Mitchell".[6] Les Brown passou o anúncio para Roger, que aceitou responder. Formando assim, em 1968, o grupo Smile.

Em 1969, Taylor gerenciava com Mercury, uma espécie de brechó no Kensington Market[7][8][9][10], onde eles trabalhavam para ganhar dinheiro para sobreviver. Na mesma época, os dois moravam juntos em um apartamento. Mercury que até então era conhecido como Freddie Bulsara, era um grande fã de Smile e um colega de faculdade de Tim Staffell. Em 1970, Smile chegou ao fim com a saída de Staffell. Taylor abandonou o curso de Odontologia, decidindo formar-se em Biologia na East London Polytechnic durante as gravações do primeiro álbum do Queen entre 1972 e 1973.


1970–Presente: Queen

Ele é mais conhecido como baterista/percussionista da banda de rock Queen. Ele escreveu músicas para os álbuns do grupo desde o princípio, contribuindo com pelo menos uma faixa em cada álbum como: "I'm In Love With My Car", "Radio Ga Ga", "A Kind Of Magic", "Innuendo","The invisible Man", entre outras famosas canções. Roger foi o primeiro integrante do Queen a desenvolver uma carreira solo em 1979 com o compacto "I Wanna Testify/Turn on the TV". Em 1981, Taylor lançou seu primeiro álbum solo intitulado "Fun in Space".

Após a morte de Freddie Mercury em 24 de Novembro de 1991, Roger lançou seu álbum solo "Happiness?" em 1994, no qual ele diz ser dedicado ao "tigre da tasmânia – thylacinus cynocephalus, porém mais especialmente... ao Freddie."[11] No mesmo álbum está incluída a canção lançada como single que Taylor gravou em colaboração com o ex-X-Japan Yoshiki, "Foreign Sand", e regravou "Final Destination" de sua banda The Cross para o single. Além da música conhecida entres os fãs do Queen intitulada "Old Friends", dedicada a amizade que possuía com o falecido vocalista do Queen.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Roger conheceu a ex-assistente pessoal de Richard Branson, Dominique Beyrand, no dia em que se apresentou com o Queen em Setembro de 1976 no concerto organizado pelo empresário no Hyde Park. Durante o relacionamento, eles tiveram dois filhos: Felix Luther e Rory Eleanor. Após o rompimento com Dominique, Roger namorou a modelo Deborah Leng, com quem teve três filhos: Rufus Tiger, Tigerlily e Lola Daisy. A modelo inclusive faz uma aparição no clipe da música do Queen intitulada "Breakthru". Desde de 2010, Roger é casado com a atriz Sarina Taylor.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns solo[editar | editar código-fonte]

Queen[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Discografia de Queen

Referências

  1. a b Rolling Stone – Issue 149 – 12 de junho de 1973
  2. Taylor Hawkins: Rhythm 2002. Fooarchive.com. (em inglês) Página visitada em 5 de junho de 2012.
  3. «The Invisible Man». Bechstein Debauchery. Consultado em 5 de junho de 2012. Arquivado do original em 17 de dezembro de 2007 
  4. «These Are the Days of Our Lives». Bechstein Debauchery. Consultado em 5 de junho de 2012. Arquivado do original em 17 de dezembro de 2007 
  5. Roger no themarchoftheblackqueen.piczo.com, (em inglês) Página visitada em 05 de junho de 2012
  6. «In early autumn Les Brown noticed a postcard pinned to the Imperial College noticeboard asking for a 'Ginger Baker/Mitch Mitchell type drummer' for a new band. He passed on the information to Roger, who, intrigued, contacted the name on the card the following day.» 
  7. «Interview: Brian May and Roger Taylor reflect on 50 years of Queen». 31 de Março de 2021 
  8. «Memories of an alcohol fueled Christmas Eve in Kensington Market in the stall that Freddie and I shared.». 4 de Outubro de 2018 
  9. «Queen places in London» 
  10. «Roger Taylor "I remember"» 
  11. «Happiness?» 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Roger Meddows-Taylor