Zona económica especial

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Zona Económica Especial)
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Zona franca.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2017). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A zona econômica especial é uma região geográfica de um país que apresenta uma legislação de direito econômico e direito tributário diferente do resto do país para atrair capital (investimentos) interno e estrangeiro e incentivar o desenvolvimento econômico da região. Além de um desenvolvimento maior e mais eficaz, que outras regiões do país

Zonas económicas especiais existem - entre outros - nos seguintes países:

Angola[editar | editar código-fonte]

Criada em 2009 pelo Decreto N.º 57/09, de 13 de Outubro. Esta localizada na zona de Viana e Bengo é vulgarmente conhecida como ZEE Luanda-Bengo

Argentina[editar | editar código-fonte]

Em 1972, o governo da Argentina criou a Zona Econômica Especial que abrange a região da Terra do Fogo, Antártida e Ilhas do Atlântico Sul.

Brasil[editar | editar código-fonte]

  • Zona Franca de Manaus

China[editar | editar código-fonte]

Coreia do Norte[editar | editar código-fonte]

Em 2000, o governo da Coreia do Norte criou quatro zonas econômicas especiais:

Emirados Árabes Unidos[editar | editar código-fonte]

Zonas Econômicas Especiais dos Emirados Árabes Unidos existem na cidade de Dubai (Dubai Internet City e Zona Franca de Jebel Ali)

Índia[editar | editar código-fonte]

Desde 2000 existem oito Zonas Econômicas Especiais na Índia:

Ver também[editar | editar código-fonte]