Aermacchi MB-339

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
MB-339[1]
MB-339 da Esquadrilha de Demonstração Aérea italiana Frecce Tricolori
Descrição
País de origem  Itália
Fabricante Alenia Aermacchi
Primeiro voo 29 de agosto de 1976
Entrada em serviço 1979
Missão Treinador avançado
Tripulação 2 - instrutor e aluno
Dimensões
Comprimento 10,97[1] m
Envergadura 10,86[1] m
Altura 3,60[1] m
Área (asas) 19,3[1]
Peso
Tara 3076[1] kg
Peso total 4400[1] kg
Peso bruto máximo 5897[1] kg
Propulsão
Motores 1x Rolls-Royce Viper Mk. 632 turbojato[1]
Força (por motor) 17.8[1] kN
Performance
Velocidade máxima 898[1] km/h (Mach 0.82[1] )
Alcance 1760[1] km
Tecto máximo 14630[1] m
Relação de subida 33,5[1] m/s

O Aermacchi MB-339 é uma aeronave monomotora a jato para o treinamento militar desenvolvida pela companhia italiana Aermacchi, seu primeiro voo ocorreu em 12 de agosto de 1976. Será substituído pelo Aermacchi M-346.

Com o sucesso alcançado pela MB-326, a Aermacchi desenvolveu uma aeronave atualizada para substituí-la. Porém, no mercado já existiam diversos modelos e o Aermacchi MB-339 não alcançou as vendas esperadas. Foram produzidas mais de 200 unidades, porém a maioria para a Força Aérea da Itália.

MB-339 da Esquadrilha de Demonstração Aérea italiana Frecce Tricolori
Três vista do Aermacchi MB-339A

O MB-339 é uma revisão e atualização do MB-326, uma aeronave de projeto simples e eficiente. O avião entrou em serviço operacional na Força Aérea da Itália em julho de 1978.

O MB-339 participou da Guerra das Malvinas, empregado pela Marinha da Argentina. Foram usadas seis aeronaves, destas uma foi derrubada, uma caiu e três foram capturadas pelo inimigo.

A partir da aeronave biposta de treinamento, a exemplo do MB-326, foi desenvolvida uma versão monoposta de ataque denominada MB-339K. Esta versão está equipada com dois canhões DEFA 553 e o turbojato Viper Mk 680, pode carregar até 1.900 kg em bombas. Este desenvolvimento levou a versão de ataque MB-339C, comprada pela Itália, Eritreia e Nova Zelândia.

Esta versão participou dos conflitos entre a Eritreia e a Etiópia, realizando missões de ataque.

Operadores[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g h i j k l m n o Taylor, John W.R. (ed.) Jane's All The World's Aircraft 1980–81. London: Jane's Publishing. ISBN 978-0-7106-0705-8.