Anita Garibaldi (Santa Catarina)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Anita Garibaldi
Bandeira desconhecida
Brasão de Anita Garibaldi
Bandeira desconhecida Brasão
Hino
Fundação 17 de julho de 1961 (53 anos)
Gentílico anitense
Prefeito(a) Julio Pinheiro (Presidente da Câmara) (PP)
(2013–2016)
Localização
Localização de Anita Garibaldi
Localização de Anita Garibaldi em Santa Catarina
Anita Garibaldi está localizado em: Brasil
Anita Garibaldi
Localização de Anita Garibaldi no Brasil
27° 41' 20" S 51° 07' 48" O27° 41' 20" S 51° 07' 48" O
Unidade federativa  Santa Catarina
Mesorregião Serrana IBGE/2008 [1]
Microrregião Campos de Lages IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Cerro Negro, Celso Ramos, Abdon Batista, Campos Novos e Pinhal da Serra (RS)
Distância até a capital 325 km
Características geográficas
Área 588,612 km² [2]
População 8 627 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 14,66 hab./km²
Altitude 885 m
Clima Mesotérmico úmido Cf
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,75 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 69 689,249 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 7 494,27 IBGE/2008[5]
Página oficial

Anita Garibaldi é um município brasileiro do estado de Santa Catarina. Localiza-se a uma latitude 27º41'21" sul e a uma longitude 51º07'48" oeste, estando a uma altitude de 885 metros. Sua população estimada em 2010 era de 8 627 habitantes.

Possui uma área de 606,12 km². O clima é o mesotérmico úmido, com temperatura média anual de 16°C.

O nome é uma homenagem à "heroína de dois mundos" - Anita Garibaldi, que por lá passou no ano de 1842. A fama desta guerreira ganhou o mundo e a simpatia da população local. Inicialmente, o município de Anita Garibaldi foi apenas ponto de passagem de paulistas, gaúchos e também de tropeiros. Mais tarde, recebeu colonizadores italianos e alemães.

Já foi considerada a Capital do Pinheiro pela imensa floresta de araucárias em seu território, floresta que, hoje, cedeu lugar à agricultura e à pecuária. Recebe a denominação de "Cidade dos Lagos" em decorrência dos grandes empreendimentos instalados no seu entorno, tais como as construções das Usinas Hidrelétricas de Machadinho, Campos Novos e Barra Grande, as quais formaram grandes lagos a banhar o território Anitense.

História[editar | editar código-fonte]

O nome que o município recebeu, é aquilo que os catarinenses homenageiam à grande celebridade feminina, cujo nome de nascimento era Ana Maria de Jesus Ribeiro e ganhou fama e prestígio no Brasil e no mundo, passando a se chamar Anita Garibaldi, sobrenome que herdou de seu segundo marido, Giuseppe Garibaldi. Sua representação, por Anita ser idealista e por desempenhar sua função na história, é de um personagem que os brasileiros, uruguaios, argentinos se orgulham, e acima de tudo os italianos, sendo que se uniram por um só mundo, tendo na limpidez de sua espada, a da unificação da Itália.

Os povos acima lembram perfeitamente com carinho, por sua vez, a figura de Anita, e também na França, no lugar (em Nice), em que estão repousados seus restos mortais.

Nos primeiros tempos em que fora fundada Lages, os povoadores paulistas vindos de São Paulo e do Rio Grande do Sul devem ter sido os desbravadores do território do município. Mas a colonização propriamente dita, somente começou em 1910, quando em suas terras foram estabelecidos os primeiros pioneiros: Paulino Granzotto, ao lado dos seus irmãos Ângelo e José.

Fora a família Granzotto, devem se lembrar, como outras primeiras que chegaram, as famílias de Benevenutto Menegazzo, de Eduardo Salmória, de Luiz Gazetti, de João Pacheco de Andrade, de Bernardino A. Ribeiro, de Francisco José Ribeiro e de Joaquim Firmino Varela.

A área de Anita Garibaldi que é de 851 km² de Anita Garibaldi, cuja composição da paisagem natural é de campos, pinheirais e fertilidade das terras, no passado pertenciam à zona que se conheciam por "Rincão dos Baguais", se referindo aos muitos eqüinos que ali existiam.

Por volta de 1930 o Governo de Santa Catarina elevou Anita Garibaldi à categoria de distrito de Lages, e somente mais tarde, isto é, em 17 de julho de 1961, por força Lei Estadual nº 730, a cidade de Anita Garibaldi tornou-se a capital do município.

O município foi instalado no dia 4 de dezembro de 1961. José Pereira Neves foi o primeiro prefeito que a população elegeu. O Esporte Clube Grêmio de Celso Ramos, da localidade do mesmo nome, é o principal time de futebol da cidade.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Santa Catarina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Anita Garibaldi (Santa Catarina)