Blefarite

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Blefarite
Classificação e recursos externos
CID-10 H01.0
CID-9 373.0
DiseasesDB 1455
eMedicine oph/81
MeSH D001762
Star of life caution.svg Aviso médico

Blefarite é uma inflamação não contagiosa das pálpebras. É normalmente caracterizada pela produção excessiva de uma camada lípidica (óleo), gerada por uma glândula encontrada na pálpebra, criando uma condição favorável para o crescimento bacteriano.

Eventualmente, a blefarite poderá afetar a visão.

Sintomas[editar | editar código-fonte]

  • Prurido (coceira);
  • Irritação ocular;
  • Sensação de corpo estranho;
  • Lacrimejamento;
  • As pálpebras superior e inferior ficam cobertas por detritos oleosos e bactérias em torno da base dos cílios, podendo levar à sua perda.

Diagnóstico[editar | editar código-fonte]

O diagnóstico é feito por meio de um exame de rotina com um Oftalmologista.

Incidência[editar | editar código-fonte]

É uma doença comum que pode atingir pessoas de todas as idades, com predominância nas mais idosas.

Cuidados e recomendações[editar | editar código-fonte]

  • Tenha sempre as mãos limpas e unhas aparadas quando for fazer a limpeza.
  • Pelo menos duas vezes ao dia, aplique compressas mornas sobre as pálpebras fechadas, durante 2 a 3 minutos.
  • Com a ponta do seu dedo envolvida por um pano fino ou com um cotonete, esfregue com delicadeza a base dos cílios de cada pálpebra.
  • Não use maquiagem. Isso pode piorar a irritação ocular.
  • É importante fazer a limpeza freqüente das pálpebras. Isso ajuda no controle da blefarite.
  • Evite alimentos gordurosos.

Importante[editar | editar código-fonte]

No caso de suspeita de blefarite, consulte seu médico oftalmologista para saber o tratamento e procedimento adequados.

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Blefarite