Chaplin (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Chaplin
Pôster promocional
 Estados Unidos  Japão  Itália  França
1992 • cor • 144 min 
Direção Richard Attenborough
Produção Richard Attenborough
Mario Kassar
Roteiro William Boyd
Bryan Forbes
William Goldman
Diana Hawkins (história)
Baseado em My Autobiography de Charles Chaplin
Chaplin: His Life and Art de David Robinson
Elenco Robert Downey, Jr.
Geraldine Chaplin
Moira Kelly
Dan Aykroyd
Penelope Ann Miller
Kevin Kline
Gênero Biográfico
Drama
Idioma Inglês
Música John Barry
Cinematografia Sven Nykvist
Edição Anne V. Coates
Estúdio Carolco Pictures
Le Studio Canal+
RCS Video
Distribuição TriStar Pictures
Lançamento Reino Unido 18 de dezembro de 1992
Estados Unidos 25 de dezembro de 1992
Portugal 25 de junho de 1993
Brasil 30 de julho de 1993
Orçamento US$31 milhões
Receita US$9,493,259
Página no IMDb (em inglês)

Chaplin é um filme biográfico estadunidense de 1992 sobre a vida do comediante britânico Charlie Chaplin. Foi produzido e dirigido por Richard Attenborough e estrelado por Robert Downey, Jr., Moira Kelly, Dan Aykroyd, Penelope Ann Miller e Kevin Kline. Ele também possui Geraldine Chaplin no papel de sua própria avó paterna, Hannah Chaplin.

O filme foi adaptado por William Boyd, Bryan Forbes e William Goldman dos livros My Autobiography de Chaplin e Chaplin: His Life and Art pelo crítico de cinema David Robinson. Produtora associada Diana Hawkins tem um crédito pela história. A música original foi composta por John Barry.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O filme relata a vida de Charles Chaplin, um dos maiores gênios do cinema, desde a infância até o recebimento de um Oscar Especial, e das inúmeras ligações amorosas aos problemas de ordem política, que o levaram a ser expulso dos Estados Unidos.

O filme é estruturado em torno de longos flashbacks como o idoso Charlie Chaplin (Robert Downey Jr.) (agora a viver na Suíça) relembrando momentos de sua vida durante uma conversa com personagem fictício George Hayden (Anthony Hopkins), o editor de sua autobiografia. Lembranças de Chaplin começam com sua infância de pobreza extrema, da qual ele foge, mergulhando no mundo das salas de música de Londres, depois se mudando para os Estados Unidos.

Há referências a alguns de seus muitos episódios românticos (incluindo Hetty Kelly, Mildred Harris, Georgia Hale, Marion Davies, Edna Purviance, Lita Grey, Paulette Goddard, Joan Barry e Oona O'Neill), sua colaboração profissional com Mack Sennett e amizade com Douglas Fairbanks.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

A atriz Geraldine Chaplin interpreta sua própria avó Hanna, mãe de Charles Chaplin.

O personagem "George Hayden", de Anthony Hopkins, é o único entre os principais personagens que é inteiramente ficcional.

James Woods filmou o seu papel em apenas um único dia.

Originalmente o filme se chamaria "Charlie", que era a maneira que Chaplin era conhecido entre os familiares e amigos, mas o título foi trocado por ser o nome mais conhecido universalmente.

Resposta da crítica[editar | editar código-fonte]

Embora o filme foi criticado por uma licença dramática com alguns aspectos da vida de Chaplin, o desempenho de Downey como Chaplin ganhou aclamação quase universal. Attenborough disse que ele era suficientemente confiante no desempenho do Downey para incluir imagens históricas do próprio Chaplin no final do filme.

O filme foi elogiado por seus altos valores de produção, mas muitos críticos a consideraram uma cinebiografia excessivamente brilhante.[1] Um crítico escreveu que o roteiro "esforça para cobrir muito terreno. A vida de Charlie Chaplin era tão vasta e variada que um filme é demasiado restritivo num formato para dar-lhe justiça."[2]

Premiações[editar | editar código-fonte]

Prêmio Categoria Receptor(es) Resultado
Oscar 1993 Melhor ator Robert Downey Jr. Indicado
Melhor direção de arte Stuart Craig, Chris Butler Indicado
Melhor trilha sonora John Barry Indicado
Globo de Ouro Melhor ator - drama Robert Downey Jr. Indicado
Melhor atriz coadjuvante Geraldine Chaplin Indicado
Melhor trilha sonora John Barry Indicado
BAFTA Melhor Ator Robert Downey Jr. Venceu
Melhor desenho de produção Stuart Craig Indicado
Melhor maquiagem Wally Schneiderman, Jill Rockow, John Caglione Jr. Indicado
Melhor figurino John Mollo, Ellen Mirojnick Indicado
Festival de Moscou São Jorge de Ouro Richard Attenborough Indicado
British Society of Cinematographers Melhor fotografia Sven Nykvist Indicado
Fantasporto Melhor filme Richard Attenborough Indicado

Música[editar | editar código-fonte]

A trilha sonora de Chaplin foi lançado em 15 de dezembro de 1992.

Home media[editar | editar código-fonte]

O filme foi lançado em DVD em 1997. Uma edição de décimo quinto aniversário foi lançado pela Lions Gate Entertainment (que obteve os direitos de distribuição do filme no ínterim sob licença do detentor dos direitos de autor, StudioCanal) em 2008. A edição de aniversário contém extensivas entrevistas com os produtores, e incluiu vários minutos de home-cinema filmagens no iate do Chaplin. A caixa para este DVD equivocadamente lista tempo de execução do filme como 135 minutos (que é de 144 minutos, o mesmo que o do lançamento do cinema original).[4]

A edição Blu-ray de 15ª Aniversário de Chaplin foi lançado em 15 de fevereiro de 2011.

Referências

  1. Chaplin (1992) : Film. DigiGuide. "Demitido em seu lançamento por muitos críticos como um hino à normalmente fofo Chaplin ... este sumptuoso filme biográfico pode ter um toque muito brilhante, mas é qualquer coisa mas sem graça."
  2. Chaplin (1992). Hometheaterinfo.com. Página visitada em 2010-09-07.
  3. Chaplin Soundtrack TheOST. Retrieved Dec. 30, 2013
  4. Combustible Celluloid film review - Chaplin (1992), Richard Attenborough, Robert Downey Jr., Moira Kelly, dvd review. Combustiblecelluloid.com (2008-10-08). Página visitada em 2010-09-07.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]