Cruzeiro do Oeste

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Cruzeiro do Oeste
"Capital do Leite"
Pano CDO.jpg

Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 26 de agosto
Fundação 1952 (62 anos)
Gentílico cruzeiro-doestano / cruzeirense
Prefeito(a) Válter Pereira da Rocha (PTB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Cruzeiro do Oeste
Localização de Cruzeiro do Oeste no Paraná
Cruzeiro do Oeste está localizado em: Brasil
Cruzeiro do Oeste
Localização de Cruzeiro do Oeste no Brasil
23° 47' 06" S 53° 04' 22" O23° 47' 06" S 53° 04' 22" O
Unidade federativa  Paraná
Mesorregião Noroeste Paranaense IBGE/2008[1]
Microrregião Umuarama IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Umuarama, Goioerê, Cianorte
Distância até a capital 527 km
Características geográficas
Área 779,222 km² [2]
População 21,107 hab. Censo IBGE/2013[3]
Densidade 0,03 hab./km²
Altitude 600 m
Clima Subtropical Cfa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,753 alto PNUD/2000[4]
PIB R$ 275,257 041 milhões IBGE/2009[5]
PIB per capita R$ 13 198,86 IBGE/2009[5]
Página oficial
Prefeitura http://www.cruzeirodooeste.pr.gov.br

Cruzeiro do Oeste é um município brasileiro do estado do Paraná. Localizado na Região Noroeste, sua população segundo IBGE/2013 é de 21.107 habitantes, sendo uma das principais cidades do Noroeste, juntamente com Umuarama, Paranavaí, Cianorte, Goioerê, Loanda. A cidade é o maior produtor de leite do estado e está em grande crescimento comercial, industrial e populacional.

História[editar | editar código-fonte]

Museu Histórico.

A cidade de Cruzeiro do Oeste, criada na metade do século passado por iniciativa do Estado (gestão Bento Munhoz da Rocha Neto), teve como motivação a necessidade de se criar um pólo avançado para a colonização de uma vasta região do Estado do Paraná.

Com suas terras férteis, Cruzeiro do Oeste, desde sua fundação, assentou suas bases para o desenvolvimento na exploração da terra. Daí pode-se concluir que é uma região essencialmente agrícola, foi o maior produtor de café na época, chegando a ser o município mais importante na época com 67.000 mil habitantes, com a geada que matou todo a raiz do café o município foi perdendo população e muitos foram para as cidades de Umuarama e Maringá e estado de São Paulo, só a partir de 2007 a cidade voltou a crescer num ritmo acelerado, hoje é umas das cidades que mais cresce no estado, hoje o município é destaque na industrialização é a "Capital do Leite".

Passou a fazer parte da história do Estado do Paraná em 25 de agosto de 1952, data da fundação de Cruzeiro do Oeste, mas foi somente em 28 de novembro de 1954, pela Lei Estadual n.º 253/54, que ocorreu a emancipação política. Em 3 de outubro de 1955 foi eleito o primeiro prefeito do município e a primeira Câmara Municipal. No dia 17 de novembro do mesmo ano ocorreu a instalação do Município, assumindo o cargo de primeiro prefeito da cidade o Sr. Aparício Teixeira D’Ávila.

Cruzeiro do Oeste começou a se desenvolver e de um simples lugarejo, que servia apenas de pousada, tornou-se uma cidade com a necessidade de aqui se instalar os poderes constituídos.

No dia 25 de agosto de 1960, foi instalada a Comarca de Cruzeiro do Oeste por Sidney Dietrichi Zappa, sendo o primeiro juiz de direito Osires Antonio de Jesus Fontoura e o primeiro promotor da justiça Pedro Vieira.

Os fundadores de Cruzeiro do Oeste, chegados em 1947, foram Messias Francelino de Medeiros, guarda florestal do Departamento do Oeste, José Bogo, José Paulo da Silva, Laurindo Nunes de Oliveira, Joaquim José Ferreira, Aristides Mattes, Pedro Candinho, Juvenal Calixto, Douglas Felipe Duarte, Osvaldo Rodrigues do Amaral, Artur Teixeira e Carlos João Dutra Soares. Fixando-se na região, dedicaram-se à agricultura, ao comércio e à indústria. Com a criação do Município de Peabiru, em 1951, desmembrado de Campo Mourão, Cruzeiro do Oeste foi elevado à categoria de Distrito Administrativo do novo município. Três anos depois alcançava autonomia. A denominação atual originou-se de se ter iniciado o primeiro povoado, à beira de uma encruzilhada de estradas.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Em Cruzeiro do Oeste, numa área territorial de 783,9Km² distribuem-se 25.419 habitantes (censo de 2010), dos quais 13.209 são homens e 12.210 são mulheres, o que dá uma densidade demográfica de 34.1 hab./km².

Atualmente, a zona urbana concentra 90,12% da população num total de 22.019 habitantes, enquanto a zona rural conta com 3.400 habitantes (10,88%).[carece de fontes?]

Relevo[editar | editar código-fonte]

Cruzeiro do Oeste está localizado no declive do Terceiro Planalto ou Planalto de Guarapuava, caindo suavemente em direção à calha do rio Paraná. É caracterizado regionalmente por chapadas e platôs de pequena ondulação, com divisores de água arredondadas.

Na região de Cruzeiro do Oeste, as altitudes variam entre 300 e 600 m. É uma área esculpida em rochas eruptivas básicas com sedimentos mesozóicos (idade média) denominado de arenito caiuá inclinado de Leste para Oeste.

Sítio Paleontológico[editar | editar código-fonte]

No local já foram detectados pelos menos nove animais, sendo dois adultos. Os Pterossauros eram animais voadores que habitavam sempre áreas litorâneas. No Brasil foram encontrados na região Nordeste. O que intriga os estudiosos é como estes fósseis foram parar numa região onde definitivamente, o mar não é predominante. No entanto, pode-se afirmar que várias características já encontradas classificam os achados de Cruzeiro do Oeste na família Tapejaridae, Pterossauros brasileiros da Chapada do Araripe, os mesmos que se tornaram conhecidos mundialmente pela crista avantajada.

Para realização dos trabalhos foi obtida uma autorização para coleta e transporte do material junto ao DNPM em Brasília, pois fósseis são considerados patrimônio da União e só podem ser guardados por instituições de ensino superior, museus e centros de pesquisas afins. Para o coordenador do Cenpáleo, Dr. Luiz Carlos Weinschütz, este trabalho vem projetar o Cenpáleo/UnC nos mais altos patamares da Paleontologia Nacional, pois trata-se de uma descoberta inédita porque pterossauros no Brasil só eram conhecidos para o Nordeste. Acredita-se ainda, segundo o Dr. Kellner do Museu Nacional, que "existam pelo menos duas espécies novas de pterossauros e há possibilidade de reconhecermos também outros grupos de tetrápodes".

O material coletado encontra-se depositado nos laboratórios do Cenpáleo e está sendo preparado para posterior identificação (em conjunto com UEPG, UFRJ e UFPR) e exposição ao público. A equipe do Cenpáleo foi formada pelo, prof. Dr. Luiz Carlos Weinschütz – coordenador dos trabalhos, Willian Dlugosz dos Santos– estagiário e acadêmico de Ciências Biológicas do campus de Mafra, João Z. Ricetti – acadêmico de Ciências Biológicas do campus de Mafra, Everton Wilner – professor e mestrando da UFRGS, Paulo C. Manzig – pesquisador. Também participaram do curso: da UEPG o estudante de Biologia Carlos Fragoso, da UFRJ – Dr. Alexander Kellner e da UNIPAR o professor Luciano S. Gasques, a professora Glaciela Kaschuk, e os alunos Thomaz Fabrin, Aletéia de Castro e Regiane Rebelo.

Economia[editar | editar código-fonte]

A cidade de Cruzeiro do Oeste nos últimos anos pode se considerar a melhor cidade paranaense em investimentos por habitante, Cruzeiro do Oeste, pacata cidade com apenas 25.000 mil habitantes, ficou em terceiro em termos de investimentos per capita, atrás apenas de cidades de porte médio/grande , como Maringá (357.117 hab.) e Londrina (506.645 hab.), superou a capital do estado, Curitiba e até as cidades coração do Brasil, São Paulo e Rio de Janeiro, segundo o levantamento feito pelo Siafi.[carece de fontes?]

Feira do Produtor.

Ao longo dos últimos anos tem dedicado grande parte da sua atenção ao desenvolvimento da agricultura, e especialmente à pequena propriedade rural, que produz alimentos, gera renda e condições dignas de vida para inúmeras famílias do Município. Através do Terra-Fertil, a Secretaria de Agricultura tem desenvolvido diversos trabalhos que visam o desenvolvimento da pequena propriedade, e o aumento de sua produtividade com qualidade. Grandes investimentos então olhando para Cruzeiro do Oeste devido ao grande incentivo de seus governantes e a mão de obra barata, em termos.

O Município participa ativamente do Programa de Financiamento de tratores dos governos federal e estadual para a mecanização da produção. Incentiva a produção da citricultura através dos programas de cultivo de laranja, abacaxi e acerola, com um novo projeto de incentivo ao cultivo de maracujá e também de palmito pupunha, em andamento.

Em 2009, mais de 90 mil mudas de café enxertadas foram subsidiadas, e está reservando mais 70 mil mudas para o próximo ano (2010), dando novas opções de renda para o pequeno produtor, além da distribuição de calcário e cama de frango.[carece de fontes?]

Cruzeiro do Oeste está iniciando agora, a Associação de Produtores de Laranja já tem sua própria estrutura, tem estatuto aprovado e diretoria eleita. O presidente é o produtor Joaquim Manoel Mendes Afonso. O objetivo é envolver produtores de outros municípios da região e, desta forma, criar uma fronteira forte no cultivo dessa fruta. O otimismo é tanto em Cruzeiro do Oeste que, em pouco tempo, o município poderá se transformar no maior produtor regional. É que, paralelamente às ações da recém-criada Associação, um grupo de empresários mostrou interesse na discussão, se organizou e já adquiriu em Cruzeiro do Oeste uma área de 600 alqueires, dos quais 450 alqueires estão sendo preparados para o plantio de laranja. Serão plantados 400 mil pés e o objetivo é para um futuro próximo, chegar a 1 milhão de pés.[carece de fontes?]

A cidade vem ganhando vários investimentos como: Latco Beverages, CitrusPar (antiga BrasCitrus), GA Construtora de Obras e Civil, FrigoAstra, FrigoCruz, Tampico, Farinheira, Concessionária Volvo Rivesa e em breve Concessionária Mercedes-Benz, três loteamentos novos, um condomínio fechado, e vários comércios abrindo na cidade lojas de roupas, mercados, loja de construção civil e muitas outras coisas. A Concessionária que é uma das maiores montadoras do Brasil, de revenda Volvo e Mercedes-Benz Caminhões, e a Penitenciária com capacidade para 950 presos sendo que vai ser a maior e mais moderno do Estado, agregando presos dos municípios da região Noroeste, e gerando emprego para 200 funcionários.

Faculdades de Cruzeiro do Oeste
  • FACO matriz em Cruzeiro do Oeste oferece 8 cursos
  • UAB Universidade Aberta Brasil Campus CDO oferece 7 cursos
  • IFPR Universidade Federal do Paraná em breve

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Cruzeiro do oeste é banhado por apenas 2 rios que cortam o município, Rio das Antas e Rio Tapiracui.(rio da areia)

Principais Rodovias[editar | editar código-fonte]

Rodovias[editar | editar código-fonte]

  • Com o número crescente de veículos nas rodovias que passam por Cruzeiro do Oeste, é dada especial atenção para a PR-323, que liga as cidades de Maringá, Paiçandu, Doutor Camargo, Cianorte, Tapejara, Cruzeiro do Oeste, Umuarama, Perobal, Cafezal do Sul e Iporã, esta se tornando em uma autêntica "rodovia da morte", possui pavimento asfáltico em pista simples e com movimento de veículos intenso, pesquisa realizada em 2008 por uma organização independente, mostra que o movimento diário ultrapassa 30 mil veículos, em decorrência do movimento inúmeros acidentes são registrados inclusive com mortes, sendo necessário com urgência a sua duplicação.

Comunicações[editar | editar código-fonte]

Rádios
  • Vitória FM (87,5)
  • Radio Difusora AM (590)
Televisão
  • Sinal VHF: RPCTV 01, TV Tibagi 05, TV Record 04.
Outros
  • Agência de Correios

Segurança[editar | editar código-fonte]

Cruzeiro do Oeste é Sede do 7º Batalhão de Polícia Militar responsável por mais de 15 Municípios da região Noroeste.

Também possui uma Unidade da Defesa Civil que atende mais 4 municípios além do mesmo.

Saúde[editar | editar código-fonte]

  • Hospital Municipal de Cruzeiro do Oeste
  • Posto Municipal de Saúde Central com PA (Pronto Atendimento)
  • Posto Municipal de Saúde Jardim Cruzeiro
  • Posto Municipal de Saúde São Silvestre

Financeiro[editar | editar código-fonte]

  • Banco do Brasil
  • Banco Itaú
  • Caixa Econômica Federal
  • Banco Bradesco
  • Banco Sicredi
  • Banco HSBC
  • Banco Sicoob
  • Agência Lotérica

Prefeitos[editar | editar código-fonte]

Administração[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Estimativa Populacional 2013. Estimativa Populacional 2013. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de agosto de 2013). Página visitada em 29 de agosto de 2013.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2009. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]