Umuarama

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Umuarama
"Capital da Amizade"
Bandeira de Umuarama
Brasão de Umuarama
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 10 de junho de 1955
Gentílico umuaramense
Lema Capital da Amizade
Prefeito(a) Moacir Silva (Partido Democrático Trabalhista)
(2013–2016)
Localização
Localização de Umuarama
Localização de Umuarama no Paraná
Umuarama está localizado em: Brasil
Umuarama
Localização de Umuarama no Brasil
23° 45' 57" S 53° 19' 30" O23° 45' 57" S 53° 19' 30" O
Unidade federativa  Paraná
Mesorregião Noroeste Paranaense IBGE/2008[1]
Microrregião Umuarama IBGE/2008[1]
Região metropolitana Umuarama
Municípios limítrofes Cruzeiro do Oeste, Maria Helena, Mariluz, Perobal, Xambrê, Alto Paraíso, Cafezal do Sul, Ivaté, Douradina e Icaraíma
Distância até a capital 580 km
Características geográficas
Área 1 232,799 km² [2]
População 106 387 hab. Censo IBGE/2013[3]
Densidade 86,3 hab./km²
Altitude 430 m
Clima Subtropical Cfa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,800 (PR: 24º) – muito alto PNUD/2000[4]
PIB R$ Aumento1 083 306,514 mil ([[Anexo:Lista de municípios do Brasil por PIB|BR:343ºAumento]]) – IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 10 958,54 IBGE/2008[5]
Página oficial
Prefeitura http://www.umuarama.pr.gov.br/

Umuarama é um município do estado do Paraná, no Brasil. Sua população, segundo o censo do ano de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, é de 100.676 habitantes. Em 2013, a estimativa oficial do IBGE conferiu a Umuarama um total de 106.387 habitantes, sendo a 18ª cidade mais populosa do estado. Tem, como principal atividade, a agropecuária de corte e a prestação de serviços.

Umuarama é também conhecida como a Capital da Amizade. A cidade é uma das principais do Paraná e polo da região de Entre Rios, região esta com população estimada em aproximadamente 410 000 habitantes. Com o desenvolvimento, houve um crescimento das atividades comerciais e o aumento da população urbana.

O município de Umuarama ficou em terceiro lugar entre os que mais geraram empregos no estado do Paraná no primeiro semestre de 2011, perdendo apenas para Curitiba e Ponta Grossa. Além do expressivo crescimento da construção civil, Umuarama também apresenta números econômicos consideráveis, tais como: segundo maior polo moveleiro do Paraná, maior produtor de carne do estado, centro universitário com mais de cem cursos, polo comercial e prestador de serviços.

Localizada no noroeste do estado, a uma distância de 580 km da Capital (Curitiba) e a 115 km do Paraguai. Está a 430 metros acima do nível do mar, entre a latitude 23º 47' 55 Sul e a longitude 53º 18' 48 Oeste.

Toponímia[editar | editar código-fonte]

"Umuarama" é neologismo cunhado por Silveira Bueno, em 1927. Segundo o autor, significa "lugar ensolarado para encontro de amigos". Foi criado a pedido de Willian Alfred Waddel, então diretor-presidente do Mackenzie College, para servir de denominação a uma colônia de férias que o colégio havia adquirido em Campos do Jordão. Dos elementos tupis embu: lugar; ara: dia, luz, claridade e ama: sufixo coletivo que indica muitos, reunião, ajuntamento de pessoas ou coisas.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1949, constatou-se, na região da Serra dos Dourados, atualmente distrito de Umuarama, a presença de índios xetás. A primeira expedição para estabelecer contato com os índios foi organizada graças à colaboração da Universidade do Paraná e do Serviço de Proteção aos Índios, em outubro de 1955. A partir desta visita, foi decidida a criação de um posto de socorro na Fazenda Santa Rosa. Os Xetás compreendiam um grupo de cerca de trezentos indivíduos, que habitavam a região noroeste do Paraná. Dez anos após o contato inicial com os não índios, os xetás praticamente desapareceram da região, restando somente alguns poucos indivíduos da etnia[6] .

A colonização não índia do atual município de Umuarama deu-se a partir de 26 de junho de 1955, data de sua fundação e foi realizada pela Companhia Melhoramentos Norte do Paraná. Nesta ocasião, foi realizada a primeira missa na localidade, pelo frei Estevão de Maria. Sob a supervisão de Hermann Moraes, negociou-se a compra da Gleba Umuarama, com aproximadamente 40 000 alqueires de terra, pela Companhia Melhoramentos Norte do Paraná.

Coube a Rubens Mendes Mesquita a tarefa de abrir e administrar a nova frente de colonização no projeto Cidade de Umuarama. O Plano Diretor de Umuarama foi realizado pelo engenheiro Wladimir Babkov, sob supervisão do engenheiro Manoel Mendes Mesquita. Concluídos os trabalhos demarcatórios, começou o vitorioso processo de vendas de lotes urbanos e rurais, sempre bem servidos de ribeirões e riachos nos fundos e boas estradas nas cabeceiras. Em pouco tempo, surgiu o efetivo povoamento de Umuarama, com inúmeras famílias se estabelecendo na cidade.

No início do século XXI, o governo estadual iniciou pesquisas visando a uma possível constituição de uma reserva indígena na região. A reserva reagruparia os sobreviventes da etnia indígena xetá, nativa da região, que se encontram atualmente dispersos pelos estados brasileiros de São Paulo, Paraná e Santa Catarina[7] .

Criação do município[editar | editar código-fonte]

Pela Lei 4 245, de 26 de junho de 1960, criada pela Assembleia Legislativa e sancionada pelo governador Moisés Wille Lupion de Tróia, o patrimônio de Umuarama foi elevado à categoria de município emancipado, com território desmembrado de Cruzeiro do Oeste. A instalação oficial do município deu-se em 15 de novembro de 1960. O primeiro prefeito foi Hênio Romagnolli. Nos anos seguintes, a cidade viveu um crescimento populacional acelerado, chegando a ter uma população de 150 000 habitantes na época do café, nas décadas de 1970 e 1980. Com o fim do ciclo do café, a população do município diminuiu, chegando à marca dos 80 000 habitantes na década de 1990. A partir de 2005, a cidade voltou a crescer, ostentando, atualmente, a marca de 100 000 habitantes.

Construção Civil[editar | editar código-fonte]

A expansão de abrangência do nível superior umuaramense, iniciada na década de 1990, trouxe diversos benefícios ao desenvolvimento da cidade, entre eles, o crescimento da construção civil, que, por sua vez, é representado através da verticalização em diversos edifícios espalhados pela cidade.

Meio Ambiente[editar | editar código-fonte]

Assim como na maioria das cidades do norte, centro-oeste e noroeste do Paraná, existe, em Umuarama, uma grande quantidade de árvores (aproximadamente 100 000 árvores). Essa grande arborização contribui para amenizar o forte calor dos meses mais quentes. No centro da cidade, existem dois grandes bosques de matas nativas (Bosque Uirapuru e Bosque dos Xetás).

Devido ao grande esforço dos governantes e também da comunidade umuaramense, pôde-se recuperar grandes áreas com erosão que existiam na cidade. Alguns dos exemplos são o Lago do Aratimbó e o Complexo Poliesportivo.

Geografia[editar | editar código-fonte]

A cidade de Umuarama está localizada na região noroeste do Paraná, próxima às cidades de Cianorte (80km), Goioerê (74km), Guaíra (113km) e Maringá (156km). Está situada no Terceiro Planalto do estado do Paraná e sua altitude média é de 430m acima do nível do mar.

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

O município de Umuarama encontra-se entre os rios Ivai e Piquiri, que desaguam no Rio Paraná. Num raio de nove quilômetros em torno da cidade de Umuarama estão as cabeceiras dos seguintes ribeirões:

  • Vermelho: nasce no fundo do seminário Bom Pastor e deságua no rio Xambrê;
  • Pinhalzinho: tem sua nascente no Bosque do Índio e deságua no Goioerê;
  • do Veado: nasce na farinheira (Companhia Lorenz) e deságua no Rio Paraná Guaíra; e
  • Piava, que abastece a cidade de Umuarama e deságua no rio Anta, e depois no rio Ivaí.

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima do município de Umuarama é subtropical com verões quentes e invernos amenos. Em fevereiro de 2012[8] a temperatura chegou a 38ºC, em junho[9] foram -2ºC. A média anual ficou em 22,4ºC.

Turismo[editar | editar código-fonte]

Umuarama possui várias atrações turísticas, entretanto o turismo não é muito explorado na cidade. A cidade conta com inúmeros hotéis, desde de luxo até os mais simples.

No quesito alimentação possui muitos restaurantes com culinárias de vários tipos, como japonesa, chinesa, italiana, árabe, mineira, entre outras. Além dos restaurantes a cidade conta com diversas lanchonetes, pizzarias, sorveterias, cachaçarias e choperias.

Os principais atrativos turísticos são:

  • Expo Umuarama, uma das exposições agropecuárias mais importantes do Paraná com grandes shows, leilões, feiras, parque de diversão e um dos maiores e mais famosos rodeios do Brasil
  • Lago do Aratimbó
  • Lago Tucuruvi
  • Bosque Uirapuru
  • Bosque dos Xetás
  • Inúmeros pesque- pagues
  • Belezas naturais
  • Réplica da Torre Eiffel, com quase 33 metros de altura (equivalente a um prédio de 11 andares, sendo exatamente 10% do tamanho da original)
  • O próprio traçado urbano do município, com várias praças em formato de círculo e suas ruas e avenidas densamente arborizadas
  • Feiras de ruas que acontecem todos os dias da semana, exceto segunda- feira, em locais diferentes da cidade
  • Monumento em comemoração ao centenário da imigração japonesa

Rodovias[editar | editar código-fonte]

  • O acesso por veículos se dá pelas várias rodovias que passam pela cidade a principal é a PR km 323. A rodovia estendendo-se por 210 kms entre as cidades de Maringá e Guaíra, passando pelos municípios de Paiçandu, Cianorte, Cruzeiro do Oeste, Umuarama, Iporã e Guaíra. É dada especial atenção para a PR-323, por estar se tornando em uma verdadeira "rodovia da morte", possui pavimento asfáltico em pista simples e com movimento de veículos intenso, pesquisa realizada em 2008 por uma organização independente, mostra que o movimento diário ultrapassa 30 mil veículos, em decorrência do movimento inúmeros acidentes são registrados inclusive com mortes, sendo necessário com urgência a sua duplicação.

Principais Rodovias[editar | editar código-fonte]

Distritos[editar | editar código-fonte]

Educação[editar | editar código-fonte]

A cidade de Umuarama conta com 49 escolas municipais, 22 estaduais e 18 particulares.

Umuarama possui excelente estrutura em nível superior, sendo as instituições de educação presencial:

  • UEM - Universidade Estadual de Maringá
  • UNIPAR - Universidade Paranaense
  • FAU - Faculdade Alfa de Umuarama
  • FGU - Faculdade Global de Umuarama
  • IFPR - Instituto Federal do Paraná

Cursos Técnicos

  • Centro de Educação Profissional IPED: Cursos Técnicos em Eletrotécnica, Enfermagem, Segurança do Trabalho, Análises Clínicas e Farmácia.
  • SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial

Saúde[editar | editar código-fonte]

Umuarama é referência em saúde no estado. Embora a cidade não disponha de um hospital municipal ou regional, os três hospitais públicos credenciados pelo SUS - Sistema Único de Saúde - atendem com eficiência a demanda local e regional, inclusive nas áreas de média e alta complexidade. Umuarama ainda dispõe de unidades de saúde dispostas nos bairros.

Quando o assunto é especialidades médicas, Umuarama também é modelo e o nível de abrangência nessa área vai além da região, atendendo pacientes de outros municípios dentro e fora do Paraná.

Umuarama terá o privilégio de receber uma filial do Hospital do Câncer - UOPECCAN - União Oeste Paranaense de Estudos e de Combate ao Câncer. Em fase de construção, o empreendimento atenderá toda a região noroeste do estado.

Cultura[editar | editar código-fonte]

Umuarama possui uma cultura considerada uma das mais desenvolvidas da região, representando um índice satisfatório com relação a outras cidades do Paraná.

A Fundação Cultural de Umuarama (Centro Cultural Schubert) inaugurado em 3 de março de 1990 tem como objetivo despertar e descobrir talentos no município e atender a comunidade ao que se refere à cultura com salas de exposições, biblioteca e anfiteatro O Centro Cultural funciona como uma escola de artes como; música, dança, xadrez, pintura em tela e tecido, teatro e conto. O Anfiteatro comporta 636 pessoas sentadas e atende a comunidade na realização de eventos.

A Biblioteca Pública Municipal, com um acervo de aproximadamente 20.000 livros, atende em média 80 alunos por dia, a lei de sua criação é de 4 de setembro de 1971, no início funcionava na Prefeitura Municipal, depois foi para a Praça Santos Dumont, com a inauguração do Centro Cultural foi reservado um espaço próprio.

Em 2010, Umuarama teve sua primeira edição do FEMUCAM - Festival de Música da Capital da Amizade, o evento busca descobrir e valorizar novos talentos através da interpretação de músicas popularmente conhecidas. O festival é dividido em três categorias: interpretação popular, interpretação sertaneja e banda.

Esporte[editar | editar código-fonte]

O Umuarama Futsal (AFSU - Associação de Futebol de Salão de Umuarama) foi terceiro colocado na copa internacional de futsal FIFA 2010 realizado na cidade de Assunción no Paraguai, além de ter conquistado a mesma colocação na liga de futsal de 2009, principal liga de futsal do mundo. Ostenta ainda o bicampeonato de futsal da Chave Ouro do campeonato paranaense - 2008, Campeão da Taça Paraná - 2008, Campeão da Copa Tóquio - 2008, Campeão do Torneio Capital da Amizade - 2008, Campeão da Chave Ouro do Campeonato Paranaense - 2007, Tricampeão dos Jogos Abertos do Paraná - 2005, Bicampeão dos Jogos Abertos do Paraná - 2004, Campeão dos Jogos Abertos do Paraná - 2003, Campeão da Chave Prata do Campeonato Paranaense - 2003.

Além da equipe de futsal, a cidade de Umuarama já foi representada por alguns clubes no futebol profissional do estado do Paraná. Um exemplo é o Umuarama FC, que teve seu ápice com o vice-campeonato do Campeonato Paranaense da Segunda Divisão de 1986, Associação de Futebol Tigrão de Umuarama, Noroeste, Grêmio Recreativo Umuarama e AFA.[10]

Filhos ilustres[editar | editar código-fonte]

Segurança pública[editar | editar código-fonte]

A cidade conta com a representação das seguintes instituições de segurança:

Polícia Militar do Paraná
5ª Companhia Independente
Polícia Militar do Paraná
3º Pelotão de Policia Ambiental Força Verde
Corpo de Bombeiros do Paraná
1ª Seção de Bombeiros do 5º GB / 3ª SGB
Secretaria da Defesa Social
Guarda Municipal de Umuarama
Tiro de Guerra
TG 05-012
Polícia Civil do Paraná
7ª Subdivisão Policial;
1º Distrito Policial;
Delegacia Especializada da Mulher (DM);
Instituto de Identificação.
Polícia Científica do Paraná
Instituto Médico Legal;
Instituto de Criminalística.

Fontes[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de nº 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  6. http://pib.socioambiental.org/en/noticias?id=3623
  7. http://pib.socioambiental.org/en/noticias?id=3623
  8. http://www.accuweather.com/en/br/umuarama/34737/february-weather/34737?monyr=2/1/2012&view=table
  9. http://www.accuweather.com/en/br/umuarama/34737/june-weather/34737?monyr=6/1/2012&view=table
  10. http://www.ilustrado.com.br/jornal/ExibeNoticia.aspx?Not=O%20futebol%20de%20Umuarama,%20porque%20acabou?&NotID=40823

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Paraná é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.