Federação das Indústrias do Estado de São Paulo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O edifício Luís Eulálio de Bueno Vidigal Filho, sede da FIESP.

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, conhecida também pelo acrônimo FIESP, é a principal entidade de representação das indústrias do estado brasileiro de São Paulo. É filiada à CNI.

Localiza-se na Avenida Paulista nº 1.313, no edifício Luís Eulálio de Bueno Vidigal Filho. No mesmo edifício funciona o Instituto Roberto Simonsen (IRS), a versão paulista do Instituto Euvaldo Lodi (IEL), um fórum de debates sobre a indústria brasileira, e também o CIESP.

Seu atual presidente é Paulo Skaf, no cargo desde setembro de 2004.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1924, durante a revolução do general Isidoro Dias Lopes, o presidente da Associação Comercial de São Paulo, Macedo Soares, ficou na cidade bombardeada para proteger os bairros operários, as fábricas e os estabelecimentos comerciais. Na derrota dos insurgentes, foi acusado de ter cooperado com a revolução e mandado ao exílio. Sem presidente, a ACSP ficou enfraquecida.

Foi então que um grupo de industriais da Associação Comercial de São Paulo, liderados por Jorge Street, Francisco Matarazzo e Roberto Simonsen, decidiram formar uma nova organização. Em 1928, fundaram o CIESP, uma sociedade civil que congrega empresas. Em 1931, surgiu a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo.

Durante o governo Vargas, o Centro e a Federação permaneceram separados. Após a Segunda Guerra Mundial, voltaram a atuar juntos.

Atuação[editar | editar código-fonte]

A FIESP reúne 131 sindicatos patronais, reunindo setores que compõem 42% do PIB nacional. As duas entidades, CIESP e FIESP, atuam como irmãs. Porém cada uma tem um presidente, eleito a cada quatro anos. Em 2004, um presidente foi eleito para o CIESP e um outro para a FIESP. A divisão foi uma experiência negativa. Em 2007, Paulo Skaf foi reeleito presidente da FIESP e eleito para liderar o CIESP. As próximas eleições serão em 2011.

Edifício Luís Eulálio de Bueno Vidigal Filho[editar | editar código-fonte]

O edifício sede do complexo é um dos principais marcos arquitetônicos da cidade, além de uma das principais atrações da Avenida Paulista, dado ao seu formato de pirâmide, tendo uma das extremidades para a avenida Paulista e outra para a Alameda Santos. Com 99 metros de altura, é um dos maiores da avenida.1 Foi concluído em 1979, com projeto do escritório de arquitetura de Rino Levi. Em 1990, devido a alterações na calçada da Avenida Paulista, foi necessária uma intervenção na entrada do prédio, feita por Paulo Mendes da Rocha.2

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o
Portal de São Paulo

Ligações externas[editar | editar código-fonte]