Festival Internacional de Cinema da Figueira da Foz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Festival Internacional de Cinema da Figueira da Foz foi, durante três décadas, o mais importante festival de cinema de Portugal. Entre os anos de 1972 e 2002, o certame atraía, durante dez dias do mês de setembro, cinéfilos de todo o país e também do estrangeiro. Em regra, o júri do festival privilegiava filmes oriundos de uma grande variedade de cinematografias, principalmente as que eram pouco divulgadas no circuito comercial português.

História[editar | editar código-fonte]

A primeira edição do Festival Internacional de Cinema da Figueira da Foz decorreu em 1972, por iniciativa de um grupo de cinéfilos, no qual se destacava o papel de José Vieira Marques que foi, ao longo dos trinta e um anos do certame, o seu único diretor.

Prémios atribuídos anualmente[editar | editar código-fonte]

Os prémios atribuídos pelo Júri eram[1] :

  • Grande Prémio do Festival para Obras de Ficção - atribuído à melhor longa-metragem de ficção;
  • Grande Prémio do Festival para Obras de Imagem e Documentos - atribuído a uma película de carácter documental;
  • Placas de Prata - três prémios especiais para outros filmes das secções de Ficção ou de Imagens e Documentos;
  • Prémio do Festival para Curtas-metragens - atribuído à melhor curta-metragem a concurso;
  • Prémio Cidade da Figueira da Foz - atribuído a uma primeira obra de um cineasta;
  • Prémio Glauber Rocha - atribuído a um filme de língua portuguesa ou espanhola;
  • Prémio Tobis - atribuído ao filme com melhor imagem;
  • Prémio do Júri - atribuído a uma personalidade, organismo ou representação de um país participante, mas nunca a um filme em particular.

Locais de projecção[editar | editar código-fonte]

O Festival decorria maioritariamente nas salas de cinema do Casino da Figueira da Foz embora, adicional e esporadicamente, se estendesse a outras salas da cidade, tais como o salão do Grupo Caras Direitas de Buarcos, ou o auditório do Museu Dr. Santos Rocha.

Referências

  1. Documentação oficial do XII Festival Internacional de Cinema da Figueira da Foz, 1983