Found footage

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Found Footage (Filmes Perdidos, no Brasil) é um gênero de filme surgido nos anos 1980. Trata-se de um filme se passando por um documentário filmado com uma simples filmadora. Muitas vezes o estilo é usado para filmes de terror. Até hoje o estilo faz sucesso.

História[editar | editar código-fonte]

O filme que popularizou o estilo foi A Bruxa de Blair, que em seguida ganhou uma paródia com o mesmo estilo (Da Hip Hop Witch) estrelado por Eminem e Vanilla Ice. Todavia, o trabalho que inaugurou o estilo foi Cannibal Holocaust (conhecido no Brasil como "Canibal Holocausto"), filme italiano de 1980 dirigido por Ruggero Deodato.

Muito tempo se passou até que mais filmes desse estilo apareceram no cinema: 2007, com Atividade Paranormal, de Oren Peli e REC, de Jaume Balgueiró e Paco Plaza, que gerou um remake no mesmo ano. Os filmes se tornaram sucessos. Um ano depois, foi lançado Cloverfield com Michael Stahl-David e Odette Yustman. Ao invés de se tratar de fenômenos espirituais, trata-se do ataque de um monstro em Nova York.

Em seguida, em 2009, foi lançado a sequência para Atividade Paranormal, Atividade Paranormal 2 e REC 2. Em 2010, surgiu Atividade Paranormal em Tóquio e Contatos de 4º Grau, com Milla Jovovich, sendo o primeiro a focar em alienígenas.

Em 2011, foi lançado Apollo 18, a terceira sequência de Atividade Paranormal, Atividade Paranormal 3 e o primeiro filme de terror nacional, Desaparecidos.[1] E em 2012, foi lançado Chronicle, o primeiro filme do gênero sobre super-heróis, e Project X, a primeira comédia do gênero - além do quinto capítulo da série Atividade Paranormal.

Filmes do gênero[editar | editar código-fonte]

Cannibal Holocaust - 1980

Referências