Frederico Guilherme de Mecklemburgo-Strelitz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Frederico Guilherme
Grão-duque de Mecklemburgo-Strelitz
1819 Friedrich Wilhelm.JPG
Frederico Guilherme
Governo
Consorte Augusta de Cambridge
Vida
Nascimento 17 de Outubro de 1819
Neustrelitz, Mecklemburgo-Strelitz
Morte 30 de maio de 1904 (84 anos)
Neustrelitz, Mecklemburgo-Strelitz
Filhos Frederico Guilherme de Mecklemburgo-Strelitz
Adolfo Frederico V de Mecklemburgo-Strelitz
Pai Jorge I de Mecklemburgo-Strelitz
Mãe Maria de Hesse-Cassel

Frederico Guilherme de Mecklemburgo-Strelitz (17 de Outubro de 1819 - 30 de Maio de 1904) foi um soberano alemão que governou o estado de Mecklemburgo-Strelitz desde 1860 até à sua morte.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nasceu em Neustrelitz, filho do Grão-duque Jorge I de Mecklemburgo-Strelitz e da princesa Maria de Hesse-Cassel. Passou a sua infância e adolescência em Neustrelitz e depois foi estudar História e Jurisprudência na Universidade de Bonn. Depois de acabar os seus estudos, foi viajar, visitando a Itália e a Suíça. Mais tarde tornou-se Doutor de Direito Civil pela Universidade de Oxford.

Frederico Guilherme sucedeu ao seu pai como grão-duque no dia 6 de Setembro de 1860. Durante o seu reinado, Mecklemburgo-Strelitz tornou-se um estado-membro da Confederação da Alemanha do Norte e depois do Império Alemão. Frederico Guilherme era um grande proprietário, sendo que mais de metade do seu grão-ducado era sua propriedade pessoal.[1]

No dia 12 de Agosto de 1862, Frederico Guilherme foi investido cavaleiro da Ordem da Jarreteira pela rainha Vitória do Reino Unido.[2]

Casamento e descendência[editar | editar código-fonte]

Frederico Guilherme casou-se no dia 28 de Junho de 1843 no Palácio de Buckingham com a princesa Augusta de Cambridge, um membro da família real britânica e neta do rei Jorge III. (os dois também eram primos em segundo grau pelo lado do pai). Tiveram dois filhos:[3]

Frederico Guilherme e a sua esposa Augusta celebraram as bodas de diamante distribuindo 25 pfenning a todos os cidadãos do grão-ducado do tesouro público.[4]

Referências