How to Marry a Millionaire

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
How to Marry a Millionaire
Como Se Conquista Um Milionário (PT)
Como Agarrar um Milionário (BR)
 Estados Unidos
1953 • cor • 95[1] min 
Direção Jean Negulesco
Produção Nunnally Johnson
Roteiro Nunnally Johnson
Baseado em The Greeks Had a Word for It de Zoë Akins
Loco de Dale Eunson e Katherine Albert
Elenco Marilyn Monroe
Betty Grable
Lauren Bacall
William Powell
Gênero Comédia romântica
Idioma Inglês
Música Alfred Newman
Cinematografia Joseph MacDonald
Edição Louis R. Loeffler
Estúdio 20th Century Fox[2]
Distribuição 20th Century Fox
(1953) (EUA) (cinema)
20th Century Fox
(2001) (EUA) (DVD)
20th Century Fox
(2002) (Brasil) (DVD)[3]
Lançamento Estados Unidos 05 de novembro de 1953
Portugal 17 de maio de 1954[4]
Orçamento US$ 1,870,000[5]
Receita US$ 8,000,000[6]
Página no IMDb (em inglês)

How to Marry a Millionaire (br: Como Agarrar um Milionário / pt: Como Se Conquista Um Milionário) é um filme estadunidense de 1953, do gênero comédia romântica, dirigido por Jean Negulesco,[7] produzido e escrito por Nunnally Johnson.[8]

O filme é estrelado por Marilyn Monroe, Betty Grable e Lauren Bacall como três caçadoras de fortuna, e conta ainda com William Powell, David Wayne e Rory Calhoun, e Cameron Mitchell.

O roteiro foi baseado nas peças The Greeks Had a Word for It (Os Gregos Tinham uma Palavra pra Isso), de Zoë Akins, e Loco, de Dale Eunson e Katherine Albert.

Distribuído pela 20th Century Fox,[3] How to Marry a Millionaire foi filmado em Technicolor e foi o primeiro filme da história a ser fotografado no novo processo de widescreen chamado CinemaScope, embora tenha sido o segundo filme em Cinemascope lançado pela Fox, sendo o primeiro o épico filme bíblico The Robe.

How to Marry a Millionaire foi também o primeiro filme dos anos 1950 em cores e em CinemaScope a ser exibido em horário nobre na televisão (embora no formato padrão), quando foi apresentado como o primeiro filme do programa NBC Saturday Night at the Movies, em 23 de setembro de 1961.[9]

Enredo[editar | editar código-fonte]

A versátil Schatze Page (Lauren Bacall), a espirituosa Loco Dempsey (Betty Grable), e a avoada Pola Debevoise (Marilyn Monroe) alugam uma luxuosa cobertura em Nova York de Freddie Denmark (David Wayne), que está evitando a Receita Federal, vivendo na Europa. As garotas planejam usar o apartamento para atrair homens ricos e casar com eles. Quando o dinheiro fica apertado, Schatze penhora alguns dos móveis de Freddie, sem o seu conhecimento. As meninas não têm sorte alguma e ficam consternadas pois, com a aproximação do inverno, os móveis não param de ser vendidos.

Lauren Bacall in How to Marry a Millionaire trailer 1.jpg
Betty Grable
Marilyn Monroe

Um dia, Loco chega em casa com alguns mantimentos, ajudada por Tom Brookman (Cameron Mitchell). Tom está muito interessado em Schatze, mas ela o rejeita, achando que ele é pobre. Ela tenta repetidamente se livrar dele pois está de olho no charmoso e elegante viúvo JD Hanley (William Powell), cuja fortuna é irrepreensívelmente grande. Todo o tempo que ela fica dando em cima de JD, Tom, que é na verdade muito rico, fica atrás dela. Após cada um de seus encontros, ela diz que nunca mais quer vê-lo novamente. Ela se recusa a casar com um homem pobre de novo.

Enquanto isso, Loco conhece um empresário mal-humorado, Waldo Brewster (Fred Clark). Ele é casado, mas ela concorda em ir com ele ao seu apartamento no Maine, erroneamente achando que ela está indo se encontrar com um grupo de membros do Elks Club. Quando eles chegam, Loco fica desapontada ao descobrir que o empresário estava esperando ter um caso com ela e levou-a a um apartamento caindo aos pedaços ao invés do glamuroso que ela estava esperando. Ela tenta ir embora mas, infelizmente, fica doente com o sarampo e tem que ficar no partamento até ficar curada. Ela é tratada até ficar boa com a ajuda de um musculoso jovem chamado Eben (Rory Calhoun), que ela acha que é dono da maioria dos terrenos da área. Ela não tem problema algum em transferir suas afeições para o bonitão e eles ficam noivos. Quando ela descobre que ele é apenas um guarda-florestal, ela fica muito desapontada, mas Loco percebe que ela o ama e está disposta a ignorar as deficiências financeiras dele.

A terceira integrante do grupo, Pola, é extremamente míope, mas odeia usar óculos na frente dos homens. Como ela diz, "Os homens não prestam atenção em garotas que usam óculos", uma referência à frase de Dorothy Parker, "Os homens raramente dão em cima de garotas que usam óculos". Ela se apaixona por falso árabe magnata do petróleo, sem saber que ele é na verdade um especulador fraudulento. Felizmente, quando ela toma um avião no aeroporto de La Guardia para encontrá-lo, ela lê errado Kansas City como Atlantic City em uma placa do aeroporto e acaba no avião errado. Ela se senta ao lado de um homem, também usando óculos, que a acha "um strudel e tanto" e a encoraja a colocar seus óculos. Acontece que ele é o misterioso Freddie Denmark que está a caminho de Kansas City para encontrar o inescrupuloso contador que o meuteu em encrenca com a Receita Federal. Ele não tem muita sorte em encontrar o homem, mas ele e Pola se apaixonam um pelo outro e eventualemnte se casam.

Loco e Pola se reúnem com Schatze pouco antes de seu casamento com JD. Schatze não consegue ir adiante com o casamento e confessa a JD que ela está apaixonada por Tom. Ele graciosamente entende e concorda em acabar com o casamento. Tom é um dos participantes do casamento e os dois se reconciliam e se casam, com Schatze ainda sem saber que ele é rico.

Em seguida, os três casais felizes acabam em um pequeno restaurante, jantando hambúrgueres. Schatze, brincando, pergunta a Eben e Freddie sobre suas perspectivas financeiras - que são escassas. Quando ela finalmente pergunta a Tom, ele casualmente admite ter um patrimônio líquido em torno de US$ 200 milhões, e enumera uma série de arrendamentos, mas ninguém parece levar a sério. Ele então pede a conta, retirando do bolso um enorme maço de dinheiro e paga com uma nota de US$ 1.000, dizendo ao chef para ficar com o troco. As três garotas, atônitas, desmaiam no chão. Tom então propõe aos outros dois homens um brinde a suas inconscientes esposas.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

How to Marry a Millionaire foi filmado em Technicolor e foi o primeiro filme da história a ser fotografado no novo processo de wide-screen, chamado CinemaScope, mas foi o segundo filme em Cinemascope lançado pela Fox, sendo o primeiro o épico filme bíblico The Robe.

A Twentieth-Century Fox iniciou a produção de The Robe antes de começar a produção de How to Marry a Millionaire, embora a produção do último tenha sido concluída primeiro. O estúdio optou por apresentar The Robe como sua primeira produção em CinemaScope, no final de setembro ou início de outubro 1953, porque viu esse filme como sendo mais familiar e que atrairia um número maior de público para apresentar seu processo de widescreen.[10]

A cinematografia do filme ficou a cargo de Joseph MacDonald, enquanto que o figurino ficou por conta de William Travilla.

Representação de Nova York[editar | editar código-fonte]

Entre as cenas do filme, a cinematografia apresenta alguns pontos turísticos icônicos da cidade de Nova York. Estes incluem: o Rockefeller Center; o Central Park; o Prédio das Nações Unidas; e a Ponte do Brooklyn, na seqüência de abertura. Outras locações icônicas incluem o Empire State Building, as luzes da Times Square à noite, e a Ponte George Washington.

Música[editar | editar código-fonte]

A trilha sonora de How to Marry a Millionaire foi composta e dirigida por Alfred Newman, com música incidental de Cyril Mockridge.[11] O álbum foi lançado em CD pela Film Score Monthly em 15 de março de 2001, como parte da série da Film Score Monthly chamada Golden Age Classics.[12]

Lançamento e bilheteria[editar | editar código-fonte]

How to Marry a Millionaire estreou no Fox Wilshire Theatre (agora o Saban Theatre), em Beverly Hills, Califórnia, em 4 de novembro de 1953.[13] O filme foi um sucesso de bilheteria arrecadando oito milhões de dólares no mundo todo,[6] sendo sete milhões e meio no mercado interno americano, tornando-se o segundo filme de maior bilheteria da Fox daquele ano (com The Robe sendo o primeiro),[14] e foi o quarto filme de de maior bilheteria de 1953, enquanto que o filme anterior de Marilyn Gentlemen Prefer Blondes foi o nono.[15]

Adaptação para a televisão[editar | editar código-fonte]

Em 1957, o filme foi adaptado em uma sitcom de mesmo nome. A série era etrelada por Barbara Eden (como Loco Jones), Merry Anders (Michelle "Mike" Page), Lori Nelson (Greta Lindquist) e como posterior substituta de Nelson, Lisa Gaye como Gwen Kirby. How to Marry a Millionaire foi ao ar por um período total de duas temporadas.

Remake[editar | editar código-fonte]

Em 2007, Nicole Kidman comprou os direitos de How to Marry a Millionaire através de sua empresa de produção de Blossom Films, e está prevista para produzir e possivelmente estrelar um remake.[16]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Oscar

Writers Guild of America

  • 1954: Indicado na categoria de melhor roteiro de comédia americana.

BAFTA

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. How to Marry a Millionaire (1953): Technical Specifications - Runtime (em inglês) IMDb. Visitado em 11 de outubro de 2014.
  2. How to Marry a Millionaire (1953): Additional Details - Production Co (em inglês) TCM. Visitado em 11 de outubro de 2014.
  3. a b How to Marry a Millionaire (1953): Company Credits - Distributors (em inglês) IMDb. Visitado em 11 de outubro de 2014.
  4. How to Marry a Millionaire (1953): Release Info - Release Dates (em inglês) IMDb. Visitado em 11 de outubro de 2014.
  5. Aubrey Solomon. Twentieth Century-Fox: A Corporate and Financial History (em inglês). Col.: The Scarecrow Filmmakers Series. EUA: Scarecrow Press, 2002. 285 pp. p. 248. vol. 20. ISBN 9780810842441. Visitado em 11 de outubro de 2014.
  6. a b Aubrey Solomon. Twentieth Century-Fox: A Corporate and Financial History (em inglês). Col.: The Scarecrow Filmmakers Series. EUA: Scarecrow Press, 2002. 285 pp. p. 89. vol. 20. ISBN 9780810842441. Visitado em 06 de novembro de 2014.
  7. How to Marry a Millionaire (1953): Cast & Crew - Director (em inglês) TCM. Visitado em 11 de outubro de 2014.
  8. How to Marry a Millionaire (1953): Full Cast & Crew - Writing Credits (em inglês) IMDb. Visitado em 11 de outubro de 2014.
  9. Douglas Gomery; Clara Pafort-Overduin. Movie History: A Survey - Second Edition (em inglês). 2ª. ed. EUA: Taylor & Francis, 2011. 480 pp. p. 246. ISBN 9781136835254. Visitado em 11 de outubro de 2014.
  10. Sarah Churchwell. The Many Lives of Marilyn Monroe (em inglês). EUA: Henry Holt and Company, 2005. 384 pp. p. 57. ISBN 9781466825949. Visitado em 17 de outubro de 2014.
  11. How to Marry a Millionaire (1953): Track List (em inglês) Film Score Monthly. Visitado em 17 de outubro de 2014.
  12. How to Marry a Millionaire (1953) (em inglês) soundtrackinfo.com. Visitado em 17 de outubro de 2014.
  13. Ted Schwarz. Marilyn Revealed: The Ambitious Life of an American Icon (em inglês). EUA: Taylor Trade Publications, 2008. 696 pp. p. 390. ISBN 9781589794139. Visitado em 17 de outubro de 2014.
  14. Peter Lev. The Fifties: Transforming the Screen, 1950-1959 (em inglês). Col.: History of the American Cinema. EUA: University of California Press, 2003. 382 pp. p. 118. vol. 07. ISBN 9780520249660. Visitado em 11 de outubro de 2014.
  15. (13 de janeiro de 1954) Top Box-Office Hits of 1953 (em inglês). Variety. Nova York: Penske Business Media.
  16. Tatiana Siegel. (27 de abril de 2007). Kidman, Fox married to 'Millionaire' (em inglês). The Hollywood Reporter. Los Angeles, California: Prometheus Global Media. Visitado em 18 de outubro de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Filmografia principal de Marilyn Monroe
The Asphalt Jungle (1950) | All About Eve (1950) | Niagara (1953) | Gentlemen Prefer Blondes (1953) | How to Marry a Millionaire (1953) | River of No Return (1954)  | The Seven Year Itch (1955)  | Bus Stop (1956) | The Prince and the Showgirl (1957) | Some Like it Hot (1959) | Let's Make Love (1960) | The Misfits (1961