Inferno (livro de Dan Brown)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Inferno
Inferno
Capa da edição brasileira.
Autor (es) Dan Brown
Idioma inglês
País  Estados Unidos
Género Romance policial, suspense
Série Robert Langdon #4
Editora Doubleday
Lançamento 14 de maio de 2013
Edição portuguesa
Tradução Fernanda Oliveira
Ana Lourenço
Tânia Ganho
Editora Bertrand
Lançamento 10 de julho de 2013
Páginas 511
ISBN 9789722526449
Edição brasileira
Tradução Fernanda Abreu e Fabiano Morais
Editora Arqueiro[1]
Lançamento 20 de maio de 2013[2] [3] [4]
Páginas 448[1]
ISBN 9788580411522
Cronologia
Último
Último
O Símbolo Perdido
Próximo
Próximo

Inferno (Título original em inglês: Inferno) é o sexto livro de ficção do escritor dos Estados Unidos Dan Brown e o quarto a ser protagonizado pelo simbologista Robert Langdon. Segundo divulgado, o livro foi lançado em 14 de maio de 2013 pela Doubleday[5] [6] [7] , em 20 de maio, no Brasil[4] e em 10 de Julho em Portugal pela Bertrand Editora.

Divulgação do título[editar | editar código-fonte]

Em 15 de janeiro de 2013, Dan Brown divulgou o título do livro em seu site, após avisar os seus leitores para ajudar a "revelar" um mosaico digital com mensagens no Twitter e no Facebook.[8] [9]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Conforme divulgado pela editora, o livro é ambientado na Itália e em um dos centros da história mais duradoura e misterioso: a obra literária Inferno de Dante Alighieri.[6]

Cquote1.svg No Inferno... seguimos Robert Langdon de volta para o coração da Europa, onde ele se entrelaça em um mistério com ramificações globais... ligado aos detalhes sinistros e verdadeiramente fascinantes da obra magistral de Dante. Cquote2.svg
Jason Kaufman, Editor executivo da Doubleday[6]
Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

O professor Robert Langdon, da Universidade Harvard, desperta em uma cama de hospital com um ferimento na cabeça e sem conseguir se lembrar do que aconteceu nos últimos dias. Ao olhar pela janela, descobre que está em Florença, na Itália. Logo, os médicos Sienna Brooks e Marconi entram em seu quarto e o explicam que ele sofreu uma concussão ao levar um tiro de raspão e deu entrada no pronto-socorro do hospital por conta própria. Repentinamente, Vayentha, uma assassina profissional que havia perseguido Robert anteriormente, invade seu quarto, atira no médico e tenta chegar até ele, que é agarrado por Sienna e retirado do hospital às pressas.[10]

Eles fogem para o apartamento da médica, onde Robert descobre que Sienna é uma superdotada. Mais tarde, ele encontra um cilindro em um bolso secreto de seu paletó (tão secreto que nem ele mesmo sabia que existia). O cilindro contém o símbolo de risco biológico. Robert decide então ligar para o consulado estadunidense, onde descobre que estão a sua procura. Instruído por Sienna, ele dá o endereço do prédio à frente, para se certificar de que realmente seu consulado enviará funcionários da representação diplomática. Contudo, é Vayentha quem chega ao local, levando Robert e Sienna a acreditarem que o governo estadunidense quer Robert morto.[10]

Robert decide então abrir o cilindro e encontra um cilindro ósseo medieval dotado de um projetor laser que projeta uma versão levemente modificada do Mapa do Inferno de Sandro Botticelli. Na parte de baixo da ilustração, há uma inscrição onde pode-se ler: verità è visibile soolo attraverso gli occhi della morte (a verdade só pode ser vislumbrada através dos olhos da morte[11] ). Repentinamente, soldados de preto invadem o prédio de Sienna, que consegue escapar por pouco com Robert.[10]

Palazzo Vecchio de Florença

Ambos seguem em direção à Cidade Velha, acreditando que o cilindro está relacionado a Dante Alighieri. Contudo, eles descobrem que a polícia de Florença e os carabinieri fecharam as pontes e procuram por eles. Eles correm para uma obra perto dos Jardins Boboli onde Robert acende o projetor novamente e percebe que dez letras, que formam a palavra "CATROVACER", foram adicionas a cada uma das dez camadas do Inferno, e que as camadas foram rearranjadas. Ao organizá-las de modo a ficarem como na pintura original, Robert chega às palavras "CERCA TROVA" - as mesmas palavras na pintura A Batalha de Marciano de Vasari, localizado no Palazzo Vecchio. Robert e Sienna escapam dos soldados e vão à Cidade Velha usando o Corredor de Vasari.[10]

Robert observa A Batalha de Marciano tentando encontrar respostas. Uma curadora o encontra e o leva para a diretora do museu, Marta Alvarez. Marta havia encontrado Robert e Ignazio Busoni, diretor da Santa Maria del Fiore na noite anterior e lhes mostrado a máscara mortuária de Dante, mas Robert, devido à sua amnésia, não lembrava de nada. Fingindo se lembrar do encontro, Robert pede para ser levado novamente ao local, mas a máscara desapareceu. Checando as câmeras de segurança, eles vêem Robert e Ignazio tomando a máscara. Os seguranças do museu dominam Robert enquanto Marta liga para Ignazio, mas é informada por sua secretária de que ele sofreu um enfarte. A secretária pede para falar com Robert e reproduz um recado que Ignazio deixou antes de morrer: "Os portões estão abertos para você, mas não demore. Paraíso 25."[12]

Portões do Paraíso no Batistério de São João

Robert e Sienna fogem dos guardas, mas os soldados chegam. Eles escapam pelo sótão da Apoteose de Cosimo I. Vayentha encurrala os dois, mas Sienna e empurra para sua morte metros abaixo. Roberto conecta "Paraíso 25" com o Batistério de São João, onde ele e Sienna encontram a máscara mortuária de Dante com uma charada deixada por seu atual dono, um geneticista bilionário chamado Bertrand Zobrist. Um homem chamado Jonathan Ferris, que esconde um ferimento em seu peito, aparece e afirma ser da Organização Mundial da Saúde (OMS). Ele ajuda os dois a fugirem dos soldados. A charada é uma estrofe do Inferno de Dante, que os leva até Veneza, onde Jonathan sofre uma parada cardíaca e Robert é capturado por um grupo de soldados. Sienna consegue escapar.[10]

Robert é levado a Elizabeth Sinskey, diretora-geral da OMS, e finalmente descobre o que está acontecendo. Bertrand, que cometeu suicídio uma semana antes, era um cientista transumanista radical que havia desenvolvido uma praga biológica que mataria boa parte da população da Terra para resolver o problema da superpopulação. Elizabeth violou o cofre particular de Bertrand, encontrou o cilindro e convocou Robert até Florença para ver se ele conseguia entender as pistas. Durante o encontro, Elizabeth costurou um bolso secreto em seu paletó e colocou o cilindro lá dentro para deixá-lo seguro. Contudo, Robert parou de se comunicar com Elizabeth depois de seu encontro com Marta e Ignazio, e a OMS passou a desconfiar dele. Os soldados que perseguiam Robert eram na verdade uma equipe de emergência da OMS e nunca tiveram a intenção de matá-lo.[10]

Quanto a Bertrand, este havia pago uma organização secreta (chamada simplesmente de "Consórcio") para que o deixassem isolado e incomunicável por algum tempo enquanto desenvolvia a praga, e também para que protegessem o cilindro até uma certa data. Ele também deixou um vídeo perturbador com eles, que deveria ser enviado a toda a imprensa mundial no dia seguinte aos eventos do livro. No vídeo, uma espécie de balão pode ser visto flutuando em uma caverna subaquática, com uma substância escura dentro.[10]

Quando Elizabeth roubou o cilindro, o Consórcio se viu forçado a proteger o que quer que ele apontasse. Eles sequestraram Robert após o encontro com Marta e Ignazio, mas ele ainda não havia desvendado todas as charadas, então, eles o injetaram uma dose de benzodiazepina para forçar a amnésia. Criaram também um falso ferimento na cabeça e uma encenação para forçar Robert a encontrar mais respostas. Sienna, Vayentha, Jonathan e até o suposto atendente do consulado estadunidense eram todos atores trabalhando para o Consórcio, sendo que Jonathan era também o médico supostamente assassinado no início da história. O ferimento em seu peito foi resultado de uma explosão mal calculada para simular o tiro que supostamente recebeu de Vayentha. O líder do Consórcio, chamado simplesmente de "Diretor", ao descobrir o plano bioterrorista, se vê forçado a se submeter à OMS para deter a praga.[10]

Descobre-se que a substância contida no balão do vídeo é uma praga prestes a ser liberada, e Robert descobre que o local onde a praga está fica abaixo da Santa Sofia em Istambul, onde Enrico Dandolo está enterrado. Sienna, que estava desaparecida, também segue para lá, onde é perseguida por Robert, o Consórcio e os agentes da OMS, que descobrem que ela na verdade trabalhava por Bertrand, sua paixão secreta. Robert e Christoph Brüder, chefe da equipe da OMS que também é ligada ao Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças, descem até a Cisterna da Basílica, e descobrem que Sienna já está lá. O balão que continha a praga, feito de uma material hidrossolúvel, já havia se desfeito uma semana antes, e todos descobrem que, na verdade, a praga já estava espalhada pelo mundo todo, já que o local é muito visitado por turistas de vários países. Para fugir, Sienna cria um tumulto ao gritar que o local está pegando fogo.[10]

A Cisterna da Basílica, com a água embaixo e os turistas em cima.

Sienna revela que nunca quis liberar a praga, mas sim detê-la. Contudo, ela não confiava na OMS, pois achava que, uma vez que as amostras de vírus fossem levadas por eles, elas acabariam caindo nas mãos de governos interessados em criar armas de destruição em massa. O Diretor tenta fugir do domínio da OMS com a ajuda de policiais disfarçados, mas acaba preso pela polícia de verdade mais tarde. Sienna decide ajudar a OMS a lidar com a situação em troca de anistia.[10]

A praga criada por Bertrand, na verdade, é um vírus vetor que infectará todas as pessoas da Terra, mas terá efeito em apenas 1/3 delas, selecionadas aleatoriamente, causando uma modificação no DNA que provoca a infertilidade. Desta forma, a humanidade é forçada a entrar em uma nova era, pois qualquer tentativa de reverter o vírus pode provocar efeitos genéticos colaterais perigosos.[10]

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Referências

  1. a b Inferno (ficha técnica) Editora Arqueiro. Visitado em 7 de maio de 2013.
  2. Segredos de Dan Brown O Globo (5 de maio de 2013). Visitado em 7 de maio de 2013.
  3. Os segredos envolvendo o novo livro de Dan Brown O Globo (5 de maio de 2013). Visitado em 7 de maio de 2013.
  4. a b Rodrigues, Maria Fernanda (15 de maio de 2013). Sextante antecipa lançamento de ‘Inferno’, de Dan Brown (em português) O Estado de S. Paulo. Visitado em 21 de maio de 2013.
  5. 'Inferno', de Dan Brown, marca volta de personagem de 'Código da Vinci' (em português) G1 (15 de janeiro de 2013). Visitado em 17 de fevereiro de 2013.
  6. a b c McLaughlin, Erin (15 de janeiro de 2013). New Dan Brown Novel, ‘Inferno,’ Set for May Release (em inglês) ABCNews.com. Visitado em 17 de fevereiro de 2013.
  7. Meslow, Scott (16 de janeiro de 2013). Dan Brown's Inferno: Everything we know so far (em inglês) The Week. Visitado em 17 de fevereiro de 2013.
  8. Farley, Christopher John (15 de janeiro de 2013). ‘Da Vinci Code’ Author Dan Brown Reveals ‘Inferno,’ Crashes Site (em inglês) The Wall Street Journal. Visitado em 17 de fevereiro de 2013.
  9. Flood, Alison (15 de janeiro de 2013). Dan Brown's Da Vinci Code sequel Inferno revealed by readers (em inglês) The Guardian. Visitado em 17 de fevereiro de 2013.
  10. a b c d e f g h i j k Brown, Dan. Inferno. São Paulo: Editora Arqueiro, 2013. ISBN 978-85-8041-152-2. Visitado em 12 de agosto de 2013.
  11. Brown, Dan. Inferno. São Paulo: Editora Arqueiro, 2013. 68 pp. ISBN 978-85-8041-152-2. Visitado em 12 de agosto de 2013.
  12. Brown, Dan. Inferno. São Paulo: Editora Arqueiro, 2013. 178 pp. ISBN 978-85-8041-152-2. Visitado em 27 de agosto de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]