Dan Brown

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde fevereiro de 2008). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.
Dan Brown
Data de nascimento 22 de junho de 1964 (50 anos)
Local de nascimento Exeter, Nova Hampshire
 Estados Unidos
Ocupação escritor
Magnum opus O Código Da Vinci
Obra(s) de destaque Fortaleza Digital
Anjos e Demônios
Ponto de Impacto
O Símbolo Perdido
Inferno
Página oficial http://www.danbrown.com

Dan Brown (Exeter, 22 de junho de 1964) é um escritor norte-americano. Seu primeiro livro, Fortaleza Digital, foi publicado em 1998 nos Estados Unidos. A este seguiram-se Ponto de Impacto e Anjos e Demônios, a primeira aventura protagonizada pelo simbologista de Harvard Robert Langdon. Seu maior sucesso foi o polêmico best-seller O Código da Vinci, mas seus outros cinco livros também tiveram uma grande tiragem. Entre seus grandes feitos, está o de conseguir colocar seus quatro primeiros livros simultaneamente na lista de mais vendidos do The New York Times.

Biografia[editar | editar código-fonte]

É o mais velho de três filhos. Sua mãe Constance (Connie) foi uma musicista profissional, tocando órgão na igreja. Seu pai, Richard G. Brown, ensinava matemática para o Ensino Médio na Phillips Exeter Academy, um colégio interno particular, e escreveu o didático best-seller matemático Advanced Mathematics: Precalculus with Discrete Mathematics and Data Analysis, que foi muito utilizado no país.[1]

Professores do colégio foram requisitados a viver no campus por diversos anos, então Brown e seus irmãos literalmente foram criados na escola. Na maior parte, o ambiente social foi o cristão. Frequentou a escola dominical, cantando no coral da igreja, e passou seus verões no acampamento da igreja[2]. Seu próprio estudo foi em escolas públicas em Exeter até à 9ª série, até se matricular em Phillips Exeter, assim como seus irmãos mais novos Valerie e Gregory quando chegaram suas vezes.

Após a graduação na Phillips Exeter em 1982, Brown entrou para o Amherst College, onde foi membro da Fraternidade Psi Upsilon. Junto com autor renomado Harlan Coben. Durante seu primeiro ano em Amherst, foi à Europa para estudar História da Arte na Universidade de Sevilha, Espanha, onde começou a estudar seriamente os trabalhos de Leonardo Da Vinci, que mais tarde teriam importância crucial em um de seus romances. [3]

Reconhecimento[editar | editar código-fonte]

O Código Da Vinci, seu maior sucesso, vendeu mais de 80 milhões de exemplares em todo o mundo (até 2009)[1] , tornando-se um dos livros mais vendidos de todos os tempos. O romance aborda temas polêmicos, como a humanidade de Cristo e seu suposto casamento com Maria Madalena. O Código Da Vinci consiste na segunda aventura vivida pelo simbolista Robert Langdon, principal personagem de Brown. Novamente abordando temas como prelados, seitas e fraternidades, Brown versará acerca de irmandades como o 'Priorado de Sião', a Opus Dei e a Maçonaria.

Foi considerado pela revista Time uma das 100 pessoas mais influentes do mundo, com seus livros publicados em mais de 50 idiomas.[2]

Obra[editar | editar código-fonte]

Ano Título original Título no Brasil Título em Portugal Notas
1998 Digital Fortress Fortaleza Digital
2000 Angels & Demons Anjos e Demônios Anjos e Demónios Adaptado para cinema, em 2009
2001 Deception Point Ponto de Impacto A Conspiração
2003 The Da Vinci Code O Código Da Vinci Adaptado para cinema, em 2006
2009 The Lost Symbol O Símbolo Perdido
2013 Inferno[3] Inferno Adaptado para cinema, estreará em 2015[4]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.

Os nomes de alguns personagens dos livros de Dan Brown são homenagens a pessoas que o autor de fato conhece. Robert Langdon ganhou este nome por causa de John Langdon, o artista que criou o ambigrama utilizado na capa americana de Anjos e Demônios. O nome do editor de Robert Langdon, Jonas Faukman, é uma brincadeira com Jason Kaufman, editor de Brown na editora americana Doubleday.

Um dos principais personagens de O Código Da Vinci, Leigh Teabing, é uma homenagem aos autores de O Santo Graal e a Linhagem Sagrada, Richard Leigh e Michael Baigent (Teabing é anagrama de Baigent).

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Phillips Exeter
  2. Dan Brown Bio
  3. Book Reporter

Referências

  1. http://www.nytimes.com/2005/11/04/books/04code.html?_r=0
  2. Orecklin, Michele (18 de abril de 2005). The 2005 TIME 100 (em inglês) Revista Time. Página visitada em 22 de maio de 2014.
  3. Dan Brown's Da Vinci Code sequel Inferno revealed by readers (em inglês) The Guardian (15 de janeiro de 2013). Página visitada em 20 de dezembro de 2013.
  4. Tom Hanks And Ron Howard To Return For Next Dan Brown Movie ‘Inferno’; Sony Sets December 2015 Release Date (em inglês) Deadline.com (16 de julho de 2013). Página visitada em 20 de dezembro de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Dan Brown