Joanna Newsom

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Joanna Newsom
Joanna Newsom-2005-Roskilde.jpg
Joanna Newsom no Roskilde Festival, 2005
Informação geral
Nome completo Joanna Caroline Newsom
Nascimento 18 de Janeiro de 1982 (32 anos) Nevada City, Califórnia
País Estados Unidos Estados Unidos da América
Gênero(s) Música Experimental, New Folk, Freak Folk
Instrumento(s) harpa, piano, cravo
Gravadora(s) Drag City

Joanna Newsom (Nevada City, 1982) é uma harpista, pianista, cantora e compositora norte-americana.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Newsom estudou composição e teoria musical no Mills College, Califórnia.

Após uma série de apresentações com o cantor e ator Will Oldham, ela logo conseguiu assinar um contrato com a gravadora Drag City e produziu o seu primeiro álbum The Milk-Eyed Mender em 2004. Logo a seguir, Newsom saiu em excursão com Devendra Banhart e a banda Vetiver.

O trabalho de Newsom tornou-se destaque na cena do indie rock e sua fama começou a crescer, em parte devido a um número de apresentações ao vivo e às participações no The Jimmy Kimmel Show da rede de televisão e de rádio ABC.

Seu segundo álbum Ys foi lançado em novembro de 2006. O álbum traz orquestrações e arranjos de Van Dyke Parks, produção de Steve Albini e mixagem de Jim O'Rourke. Durante uma viagem, Bill Callahan sugeriu que Newsom ouvisse o álbum Song Cycle de Van Dyke Parks. Ela gostou tanto de seu trabalho que o convidou para participar dos arranjos do seu álbum Ys.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • É uma das cantoras preferidas de Cassie Ainsworth, personagem fictícia da série britânica Skins, que diz que Joanna possui uma voz mágica, parecida com a de um duende, o mais próximo do mágico que um ser humano pode chegar.

Colaborações[editar | editar código-fonte]

Além de seu material solo Newsom tem tocado e gravado com as bandas Smog, Vetiver, Nervous Cop, Golden Shoulders, com os músicos Scott Indrisek, Vashti Bunyan e tocado teclado para The Pleased.

Estilo[editar | editar código-fonte]

Embora seu jeito de tocar harpa não seja completamente diferente do método tradicional, ela considera seu estilo diferenciado dos demais harpistas clássicos. Ela foi grandemente influenciada pelo estilo polimétrico de tocar utilizado pelos instrumentistas da África Ocidental que utilizam o kora (um tipo de instrumento de corda).[1] Sua professora de harpa, Diana Stork, ensinou-lhe o método básico de quatro batidas contra três, que pode ser ouvido em Ys, particularmente, na metade da faixa "Sawdust & Diamonds".

A mídia a tem rotulado como um dos membros mais destacados do moderno movimento psych folk, embora ela diga não estar ligada a nenhum estilo musical particular.[2] Suas letras de canções incorporam elementos do indie pop, da chamada música folclórica de raiz, do modernismo avant-garde e de ritmos afros de harpa.

Muitos comparam a voz incomum de Newsom, com a das cantoras tradicionais de música folclórica, e há aqueles que a consideram um tanto infantil. Newsom não gosta dessa última comparação e já se expressou contra ela em algumas entrevistas.[3]

Membros da família[editar | editar código-fonte]

A família de Newsom inclui seu irmão Pete, um parceiro de música e uma irmã Emily, uma astrofísica que inspirou sua canção "Emily" (e que contribuiu como backing vocals).[4] Ela é também prima em segundo grau do atual prefeito de San Francisco, Gavin Newsom.[5]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio
Antigas gravações não oficiais
Singles
Bandas, colaborações e apresentações como convidada

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]