Jogos da Lusofonia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jogos da Lusofonia
Lang-pt.gif
Dados
Países participantes 12 CONs
Slogan Unido pelo Desporto
Entidade responsável ACOLOP
Sede Lisboa, Portugal
Presidente Alex Vong
Primeira edição 2006
Site oficial ACOLOP.ORG

Os Jogos da Lusofonia são um evento multidesportivo entre países de língua portuguesa, constituindo uma espécie de Jogos Olímpicos disputados entre os diversos países lusófonos.

Competição[editar | editar código-fonte]

"Unidos pelo desporto", este é o lema da Associação dos Comités Olímpicos de Língua Oficial Portuguesa (ACOLOP), que foi fundada em 8 de Junho de 2004, com objetivo de integrar o mundo lusófono pelo desporto e já oficialmente reconhecida pelo Comité Olímpico Internacional.

O português é o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Macau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste e, desde 2007, da Guiné Equatorial. Atualmente, é a quarta língua materna mais falada do mundo, com cerca de 260 milhões de falantes nativos, estando quase 5 milhões deles espalhados por outros países do mundo (principalmente EUA, Canadá, França, Reino Unido, entre outros).

Membros associados da ACOLOP, Guiné Equatorial, Índia e Sri Lanka, países onde o português não é a língua oficial, foram convidados a participar dos Jogos da Lusofonia. A influência do Império Português sobre os continentes africano, asiático e oceânico, durante a Era dos Descobrimentos, explica a perpetuação de variações da língua portuguesa em algumas regiões dessas três nações.

A Galiza, terra onde se originou a língua portuguesa e onde o português é oficial sob o nome de "galego" tem sido convidada para participar nos Jogos, tendo ficado fora dos mesmos por causa do desinteresse mostrado pelo governo autónomo[1]

São membros fundadores da ACOLOP: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Macau (RAE da República Popular da China), Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste, e, como membros associados, Guiné Equatorial, Índia (Goa) e Sri Lanka.

A criação dessa entidade vem tornar realidade um sonho antigo das nações envolvidas - os Jogos da Lusofonia - seguindo os exemplos dos Jogos da Comunidade Britânica (Jogos da Commonwealth) e Jogos da Francofonia (Jogos Francófonos).

Edições[editar | editar código-fonte]

Os Jogos da Lusofonia já completaram três edições: duas na Ásia, uma na Europa. Duas ocorreram no território de membros plenos da ACOLOP (Macau e Portugal), no entanto a terceira edição teve como sede um membro associado (Goa/Índia), também localizado no continente asiático. Moçambique lançou sua candidatura para sediar os Jogos em 2017.

Ano Jogos Sede País Data Maior medalhista Desempenho do anfitrião
2006 I Macau  Macau (R.A.E. da R.P. da China) 7 de outubro - 15 de outubro  Brasil (29-19-9)  Macau: 6º (0-3-11)
2009 II Lisboa  Portugal 11 de julho - 19 de julho  Brasil (33-23-20)  Portugal: 2º (25-34-15)
2014 III Goa  Índia 18 de janeiro - 29 de janeiro  Índia: (37-27-28)  Índia: (37-27-28)
2017 IV Maputo  Moçambique (a ser conhecido) (a ser conhecido)  Moçambique: (a ser conhecido)
2021 V Luanda  Angola (a ser conhecido) (a ser conhecido)  Angola: (a ser conhecido)

Macau 2006[editar | editar código-fonte]

Os primeiros Jogos da Lusofonia foram realizados em Macau (China) de 7 a 15 de outubro de 2006. Com a presença de 733 atletas de 9 países, inclusive a bicampeã olímpica portuguesa Fernanda Ribeiro, mas não a moçambicana Maria Mutola, que se encontrava lesionada.

A primeira edição dos Jogos contou com as seguintes modalidades (d)esportivas: Atletismo, Basquetebol, Futebol, Futsal, Taekwondo, Tênis de mesa, Voleibol e Voleibol de praia.

Lisboa 2009[editar | editar código-fonte]

A segunda edição dos jogos ocorreu em 2009 sendo a sua organização atribuída a Portugal.[2] Embora tenham demonstrado interesse em participar desta segunda edição, Gana e a ilha indonésia das Flores não estiveram presentes nos Jogos. Entretanto houve a estreia da Guiné Equatorial, do judô e de três eventos para atletas com deficiência. Foram por volta de 1500 atletas distribuídos por 70 eventos em dez modalidades (d)esportivas entre os dias 11 e 19 de julho de 2009, sem contar eventos paralelos que não foram incluídos na contagem para o quadro de medalhas.

Goa 2014[editar | editar código-fonte]

A terceira edição dos jogos foram realizados em 2014 no estado de Goa na Índia[3] . A sede só foi confirmada quando o Brasil desistiu da candidatura desta edição.[4] Estava inicialmente previsto para ocorrer de 2 a 10 de dezembro de 2013, mas foi adiado para 18 a 29 de janeiro de 2014 em virtude de atrasos de obras[5] . O maior medalhista foram os donos da casa e em segundo lugar ficou Portugal. O Brasil que foi campeão nos eventos passados teve seu pior resultado ficando em 7º lugar.[6]

Futuras edições[editar | editar código-fonte]

A quarta edição será realizada na cidade de Maputo, em Moçambique em 2017.[7] A quinta edição será em Luanda, Angola, em 2021.

Delegações participantes[editar | editar código-fonte]

Localização dos participantes dos Jogos da Lusofonia no mapa-múndi. Azul para os estreantes em 2006 e vermelho para o estreante nos 2009.

Todos os membros fundadores da ACOLOP já participaram dos Jogos da Lusofonia. A Guiné Equatorial foi o último a estrear nos jogos, pois somente enviou a sua delegação nos Jogos de 2009, a segunda edição.

Delegações Posição nos Jogos Total
2006 2009 2014
 Angola 3
 Brasil 3
Cabo Verde Cabo Verde 3
Guiné-Bissau 10º 3
Guiné Equatorial 2
 Índia 3
Macau 3
 Moçambique 3
 Portugal 3
 São Tomé e Príncipe 10º 3
Sri Lanka 3
Timor-Leste 10º 11º 3
Total 11 12 12

Modalidades[editar | editar código-fonte]

Entre as modalidades esportivas já disputadas nos Jogos da Lusofonia estão o atletismo, o basquetebol, o futebol, o futsal, o judô, o taekwondo, o tênis de mesa, o voleibol e o voleibol de praia. O judô estreou somente em Lisboa, na segunda edição dos jogos. Ainda nesta edição, três eventos para atletas com deficiência foram incluídos no programa do atletismo como demonstração[8] , sendo que um deles não contou na tabela das medalhas devido a que a demonstração só figurou um atleta. Houve também uma outra mudança numa das provas de atletismo: a meia maratona, competida na primeira edição, foi substituída pela a estrada 10 km.

Vale salientar que só há o torneio de futebol e futsal para os homens. O mesmo tinha acontecido com o taekwondo, mas que ganhou a participação feminina em 2009.

Modalidade 2006 2009 2014 Total
Athletics pictogram.svg Atletismo 3
Desporto para deficientes 2
Basketball pictogram.svg Basquetebol 3
Football pictogram.svg Futebol 3
Futsal pictogram.svg Futsal 2
Judo pictogram.svg Judô 2
Taekwondo pictogram.svg Taekwondo 3
Table tennis pictogram.svg Tênis de mesa 3
Volleyball (indoor) pictogram.svg Voleibol 3
Volleyball (beach) pictogram.svg Voleibol de praia 3
Wushu pictogram.svg Wushu 1
Total 8 10 10

Quadro total de medalhas[editar | editar código-fonte]

O quadro de medalhas lista todas as delegações que participaram em pelo menos uma edição dos Jogos da Lusofonia.

Jogos da Lusofonia
Classificação País Gold medal with cup.svg Silver medal with cup.svg Bronze medal with cup.svg Total
2006 2009 2014 Total 2006 2009 2014 Total 2006 2009 2014 Total
1  Brasil 29 33 2 64 19 23 1 43 9 20 3 32 139
2  Portugal 12 25 18 55 18 34 20 72 21 15 12 48 175
3  Índia 0 1 37 38 1 1 27 29 2 5 28 35 102
4 Macau 0 1 15 16 3 3 9 15 11 8 14 33 64
5 Sri Lanka 3 1 7 11 2 0 11 13 1 4 13 18 42
6  Angola 0 4 5 9 3 1 8 12 2 9 14 25 46
7  Moçambique 3 0 4 7 0 3 4 7 3 2 5 10 24
8 Cabo Verde Cabo Verde 1 1 1 3 1 1 6 8 4 5 5 14 25
9 Guiné-Bissau 0 0 2 2 0 0 1 1 1 0 0 1 4
10  São Tomé e Príncipe 0 1 0 1 1 1 1 3 2 5 0 7 11
Timor-Leste 0 0 0 0 0 0 0 0 1 0 1 2 2
- Guiné Equatorial 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
Total 206 203 225 634

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]