Kobol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Kobol é o planeta natal da raça humana que habita as Doze Colônias do Homem no seriado de TV Battlestar Galactica. Segundo a série, era o mundo no qual os humanos e os Deuses viviam em harmonia antes de os primeiros serem forçados a abandoná-lo devido a um desastre natural. Isso ocorreu há cerca de quatro mil anos e, durante a série, são feitas numerosas referências a esses Deuses, que coincidem com os da cultura greco-romana da Terra; explica-se a semelhança pelo fato de nós, os habitantes da Terra, sermos descendentes dos remanescentes Cylons e humanos das doze colônias e Kobol,mais dos Cinco Finais Cylons da décima terceira tribo que deixou Kobol e se perdeu no espaço, vindo a colonizar um planeta chamado Terra. A Terra colonizada pela 13ª Tribo (Cylons) foi destruída em um guerra civil do Cylons humanóides e mecânicos. Quando a frota colonial encontra a Terra desolada, buscam um novo planeta o qual também chamam de Terra, e que passa a ser colonizada por Cylosn e Humanos.

No primeiro seriado, Kobol e seu sol estão envoltos por um campo magnético que obscurece a luz das estrelas, induzindo seus habitantes a pensar que estavam sozinhos no Universo. Dessa forma, deixar o planeta foi um enorme desafio, pois, além da falta de visibilidade, os intrumentos não funcionavam direito devido ao campo magnético e havia apenas a promessa de encontrar um universo lá fora. O mesmo desafio foi enfrentado pelos humanos que foram forçados a abandonar as colônias após o ataque dos cylons e tentaram retornar a Kobol com o propósito de descobrir a localização da Terra. No segundo seriado, esse conceito não foi aproveitado.