Lago Léman

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lago Léman ou Lemano
Entrada do Rio Ródano no lago
Localização
País  França/ Suíça
Localidades mais próximas Região Lemánica
Características
Tipo Glaciar
Altitude 373 m m
Área * 582,4 km²
Comprimento máximo 72,8 km km
Largura máxima 13.8 km km
Profundidade máxima 309,7 m
Volume * 89 km³ km³
Bacia hidrográfica 7975
Afluentes Rio Ródano, Rio Venoge, Rio Dranse
Efluentes Rio Ródano
Ilhas La Harpe
Mapa do Lago Léman ou Lemano
Mapa do Lago Léman ou Lemano
* Os valores do perímetro, área e volume podem ser imprecisos devido às estimativas envolvidas, podendo não estar normalizadas.

O Lago Léman (português brasileiro) ou Lago Lemano (português europeu) [nota 1] , que se chama Lac Léman na França e na Suíça, [1] , [2] , mas que é conhecido nalguns países como Lac de Genève (em alemão: Genfersee [2] ), é um lago situado na França e na Suíça. É o maior lago da Europa Ocidental (a nível europeu é superado pelo Lago Balaton, que fica na Europa de Leste, mais precisamente na Hungria).

Este lago do tipo lago de passagem, pois que por ele passa o Rio Ródano que nascendo no glaciar do Ródano no cantão do Valais, Suíça, vai desagua no delta da Camarga, em França, é cortado quase a meio pela fronteira França-Suíça com a Francês a Leste, e a Suíça a Norte, Oeste e Sul.


Origem do nome[editar | editar código-fonte]

O Lago Lemano [3] - [4] é dividido em duas bacias separadas pela ponta de Yvoire, na costa do Chablais francês : o Grande Lago a Norte e Leste, onde se encontra a parte mais larga (14 Km) e o Pequeno Lago a Sul junto de Genebra.

O primeiro registro conhecido do nome do lago é Lacus Lemannus, na época do Império Romano; tornou-se Lacus Lausonius, Lacus Losanetes e então Lac de Lausanne na Idade Média. Com a crescente importância de Genebra, tornou-se Lac de Genève (lago de Genebra). No século XVIII, o nome Lac Léman foi revigorado em francês.

É erroneamente chamado de Lac de Genève , pois que o lago de Genebra só corresponde ao Pequeno Lago, e é mesmo em alguns mapas denominado por Lac d'Ouchy (do nome do porto localizado próximo de Lausana).

Nota de pronúncia (no Alfabeto fonético internacional)

Francês: Lac Léman /lak le'mɑ̃/ mas não Lac de Genève /lak də ʒe'nɛv/
Inglês: Lake Geneva /leɪk dʒə'ni:və/
Alemão: Genfersee /'gɛnfərˌze:/
Italiano raramente o chamam Lago di Ginevra /'lago di dʒi'nevra/, mas Lemano.

Características[editar | editar código-fonte]

O lago formou-se após a última era glacial, há aproximadamente 15 mil anos e pertence à categoria dos lagos dimictícios [5] , quer dizer, cujas águas se misturam completamente duas vezes por ano - na Primavera e no Outono -, razão da sua riqueza piscícula.

Curiosamente, e sabendo que o lago se encontra a 373 m de altitude e que é profundo de 310 m, o fundo está a 63 m acima do nível do mar!

Clima[editar | editar código-fonte]

Se bem que encravado pelos maciço Alpino a Este e pela cordilheira do Jura a Oeste, esta grande massa de água cria um microclima que é particularmente notável em Montreux protegido a Norte por colinas e exposto a pleno Sul e onde as palmeira são um espectáculo vulgar. O lago ameniza o clima das redondezas, protegendo do rude inverno montanhoso ao restituir o calor que armazenou, e de Verão adoça-o ajudando a refrescar tudo à sua volta.

Há no entanto dois casos extremos característicos:

  • no Inverno quando o vento frio de Norte sopra muito forte - vento a que se chamada bise - há uma diferença de nível do lago entre o Norte, Montreaux, e o Sul, Genebra, que pode atingir 2 m. Além disso quando as montanhas adjacentes estão cobertas de neve, o frio ainda se torna mais rude e a junção de ; vento forte, vagas altas e frio intenso, podem cobrir as margens de espessas camadas de gelo. Um caso extremo é o de 1891 quando gelou o porto de Genebra [6] o que aconteceu também, mas em menor escala, em 1929 [7]
  • noutras ocasiões, quando não há vento, e o ar seco e frio de alta e média altitude se encontra com a humidade mais quente do lago, pode formar-se uma espessa bruma que atinge facilmente duzentos ou trezentos metros de espessura a 100 m acima do solo, e isso durante duas ou mais semanas. O facto é facilitado pela presença do Salève de um lado e as montanhas do Jura do outro, formando um funil que dificulta ainda mais a evacuação dessa bruma.

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

O lago recebe água proveniente de ribeiros do cantão de Vaud (Suíça) como o Morge, Venoge, Veveyse e Versoix e da Dranse do lado da Alta Saboia (França), mas principalmente do Rio Ródano - que ele, entra no lago pelo cantão do Valais - e os seus 1.700 m³/s. Na origem, o rio era retido na sua saída do lago unicamente pelo arco morénico. Hoje, um sistema de comportas junto do Edifício das Forças Motrizes, em Genebra, controla o nível do lago devido à irregularidade dos regimes torrenciais que caracterizam os seus afluentes, Ródano incluído, já que antes de entrar no lago recebe os ribeiros no Valais.

As suas águas são férteis devido às matérias em suspensão que recebe principalmente do Ródano com valores da ordem das 8 milhões de toneladas. [8]

Na altura, altamente poluído com nitratos, criou-se em 1962 uma comissão transfronteira franco-suíça, a fr:Commission internationale pour la protection des eaux du Léman (CIPEL), com o fim de resolver os problemas relacionados com a qualidade das águas do Léman [9] . Em 2001 começou novo plano decenal. Directamente ligada com esta acção encontra-se a protecção das reservas aquáticas intimamente relacionada com as aves migradoras - as áves de água e o Léman. [10] Esta comissão levou o estado françês a alargar esta acções como o que fez no Lago do Bourget e o Lago de Annecy [11] .

Margens[editar | editar código-fonte]

O lago borda dois países, Suíça e  França  :

Grande e pequeno lago[editar | editar código-fonte]

O Grande e o Pequeno Lago do Lago Lemano

Com os seus 70 Km de comprimento o lago divide-se em duas partes bem distintas que são [2] :

  • o Grande Lago que ocupa mais de 3/4 da sua superfície e onde a largura atinge os 14 km entre Morges e Amphion-les-Bains
  • o Pequeno Lago que é a sua parte mais estreita, começa depois de uma linha Prangins e Yvoire (ver imagem).

Os genebrinos dão o nome de Lago de Genebra [2] àquela parte do pequeno lago que fica rodeada pelas comunas do Cantão de Genebra, a sul da linha Versoix-Hermance. [12] - [13]

Localidades[editar | editar código-fonte]

Via de comunicação privilegiada desde a Antiguidade, o lago conta hoje várias cidades e só mencionando das mais importantes, podem citar-se:

Turismo[editar | editar código-fonte]

Com uma tal superfície todos os desportos e actividades náuticas são praticadas e entre elas há de assinalar o Bol d'Or (Taça de Ouro) que é a maior regata em água doce e se realiza e meados de Junho. Partindo de Genebra vai dar a volta à ilha que fica em frente à foz do Rio Ródano no lago, o Bouveret, e regressa a Genebra. Quase todas as localidades têm um porto e o respectivo clube de vela (ver lista [15] )

A visitar[editar | editar código-fonte]

Se se excluírem as muitas localidades que rodeiam o lago e que de uma maneira ou de outra têm sempre algo que ver, são particularmente interessantes os seguintes locais nas margens do lago e descritos partindo de Genebra e subindo o lago pela direita (ver Galeria):

  • Cantão de Genebra
    • Hermance - castelo e vila fortificada no século XIII
  • Alta Saboia
    • Yvoire - magnífica vila medieval fortificada (e fmuito floridp) é a pérola do Léman
  • Cantão de Vaud
  • Cantão de Genebra
    • Versoix - porto construído no século XVIII - quando ainda francesa - para fazer concorrência a Genebra.

Companhia de navegação[editar | editar código-fonte]

Menos desportivos mas muito mais turísticos são os passeios na Companhia Geral de Navegação sobre o lago Lemano (CGN) que tem a concessão da navegação no lago - servindo tanto o lado suíço como o francês - e como característica o facto de uma grande parte da frota ser constituída por barcos da Belle Epoque a roda de água [16] que são utilizados diariamente.

Junto à foz do Ródano, no Bouveret, cantão do Valais, existe um parque de comboios miniatura a vapor, o Le Swiss vapeur parc [17] que não encanta só as crianças!

Golfe[editar | editar código-fonte]

Há diversos terrenos de golfe e entre eles são particularmente apreciados do lado suíço;

e na franca;

Montanha[editar | editar código-fonte]

A toda a volta do lago há um número infinito de miradouros de onde se desfruta uma vista magnífica sobre o lago e entre elas são de assinalar as do cimo das estações de esqui como Crozet/Lélex e Mijoux/La Faucile nas montanhas do Jura. Ao caminho pedestre que as liga e se chamado o balcão do Jura, o lago fica em baixo e o Monte Branco em frente [22]

Thollon-les-Memises na Alta Saboia, tem a particularidade de se ver o lago enquanto se esquia. [23]

No ar[editar | editar código-fonte]

Há também um outro "balcão", mas este é chamado de balcão de Genebra. Encontra-se no monte Salève na França, mas a minutos da fronteira com Genebra, e ao qual se assede aos seus 1 400m por um funicular do qual se tem um vista sobre a cidade e do lago muito apreciada. Apreciada também é ele pelos parapentistas que devido às corrente ascendente da zona podem voar muito tempo apreciando o lago a seus pés.

É também particularmente apreciada a viagem de comboio que partindo de Montreux, na suíça, leva os passageiros aos Rochers de Naye a 1 580 m no Chemin de fer Montreux-Glion-Rochers de Naye

Viticultura[editar | editar código-fonte]

Ambas as margens do lago são principalmente ocupadas por vinhas, e Genebra no plano agrícola quase que só tem vinhas.

Devido à sua exposição solar (nascente), ao ambiente regulador que é o lago Lemano e ao terreno em socalcos há duas regiões vitícolas de primeira importância : a região La Côte e a região de Lavaux que está inscrita desde 2007 no Património Mundial da Humanidade (UNESCO)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Estando a 373 m de altitude e tendo 310 m de profundidade, o seu fundo está a 63 m acima do nível do mar!

Foi neste lago que se encontrou o corpo de Charlie Chaplin 6 semanas depois de ter sido roubado do Cemitério de Coursier-Sur-Vevey, no cantão de Vaud, Suíça.

Notas

  1. Ver a razão do PBPE em Discussão "Lago Lemano (PT) e Lago Léman (BR)"

Referências

  1. Larousse; Lac Léman
  2. a b c d Dic. Historique Suisse (em francês)
  3. Lello Universal - Dicionário enciclopédico Luso-Brasileiro utiliza a forma Lemano
  4. Analyses bathymétriques dans les lacs suisses Swisstopo, le centre de géoinformation de la Confédération
  5. Encyclopédie Géneral - Hachette
  6. Foi cunhada uma medalha comemorativa: "A 19, 20 e 21 de Janeiro de 1891 os Genbrinos atravessaram o porto gelado" (consultado Setembro 2010)
  7. Imagem do porto de Genebra gelado em 1920 (consultado Setembro 2010)
  8. Évian lieu de santé, Professeur Léon Binet, Librairie Plon, n° publication 9244 2e trim 1966, p13
  9. |Convensão franco-suíça de 16 de Novembro de 1962
  10. Les oiseaux d’eau et le Léman
  11. Arrêté préfectoral du 2 avril 2008 relatif (la mesure concerne également le Lac du Bourget et le Lac d'Annecy)
  12. TES - Lac de Genève ou Lac Leman? (em francês).
  13. Lac Léman, Géographie (em francês).
  14. Paleo Festival de Nyon
  15. Les Ports du Léman Os portos do lago
  16. Compagnie Générale de Navigation sur le lac Léman (em francês) - A frota
  17. Le Swiss vapeur parc
  18. Golf Club de Lausanne
  19. Golfe de Divonne
  20. Golfe da Casa Branca
  21. Evian Masters
  22. Balcão do Jura
  23. Thollon-les-Memises

Ligações externas[editar | editar código-fonte]