Lasse Virén

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lasse Virén
campeão olímpico
Atletismo
Modalidade 5.000 m 10.000 m
Nascimento 22 de Julho de 1949 (64 anos)
Myrskylä, Finlândia
Nacionalidade  Finlândia
Compleição Peso: 60 kg Altura: 1,80m
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Montreal 1976 5000 metros
Ouro Montreal 1976 10000 metros
Ouro Munique 1972 5000 metros
Ouro Munique 1972 10000 metros
Campeonato Europeu
Bronze Roma 1974 5000 metros

Lasse Artturi Virén (Myrskylä, 22 de Julho de 1949) é um antigo atleta finlandês vencedor de quatro medalhas de ouro olímpicas.[1]

Era oficial de polícia. Sob um regime de treino brutal em Thompson Falls, no Quénia, conquistou resultados impressionantes, como o recorde mundial das duas milhas no Verão de 1972.

Jogos de 1972[editar | editar código-fonte]

Virén ganhou nos Jogos de 1972 as provas dos 5.000 e 10.000 metros.

Jogos de 1976[editar | editar código-fonte]

Virén torna-se o único homem a vencer duas medalhas de ouro nos 5.000 metros (com um tempo fabuloso à passagem dos 1.500 m, que lhe daria o quarto lugar!), ganha os 10.000 ultrapassando Carlos Lopes e apenas 18 horas depois da final dos 5.000 m ainda corre a maratona, em que termina em quinto lugar, com 2h13m11s.

Jogos de 1980[editar | editar código-fonte]

Lasse Virén termina a carreira nos Jogos de 1980, ficando em quinto lugar nos 10.000 metros.

Rumores sobre o treino[editar | editar código-fonte]

As suas vitórias não ficaram isentas de controvérsia. Primeiro, a seguir à vitória nos 10.000 metros dos Jogos de 1976, tira as sapatilhas e acena com elas ao público, mostrando o logotipo da marca, o que era proibido pelo COI.

Mas as principais suspeitas de comportamento não-desportivo recaíram sobre Virén em relação à prática, à altura legal, de auto-transfusão sanguínea (blood boosting), o que envolvia o congelamento do sangue e a sua reinserção no corpo para aumentar o conteúdo de oxigénio. No entanto, nunca se descobriram indícios de tal prática.

Virén, com o treinador Rolf Haikkola, preparava-se para o máximo evento, os Jogos Olímpicos, correndo dezenas de milhar de quilómetros nas florestas finlandesas, e todas as oportunidades eram consideradas de treino, mesmo os campeonatos da Europa de atletismo.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências