Jogos Olímpicos de Verão de 1972

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde junho de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Jogos da XX Olimpíada
Munique 1972
1972-munich.jpg
Dados
Países participantes 121
Atletas 7 170
Eventos 195 em 23 esportes
Cerimônia de abertura 26 de agosto
Cerimônia de encerramento 11 de setembro
Abertura oficial Presidente Gustav Heinemann
Juramento do atleta Heidi Schüller
Juramento do árbitro Heinz Pollay
Tocha Günther Zahn
Estádio principal Estádio Olímpico
◄◄ Cidade do México 1968 {{{evento}}} Montreal 1976 ►►

Jogos Olímpicos de Verão de 1972 oficialmente Jogos da XX Olimpíada foram os Jogos realizados em Munique, na então Alemanha Ocidental, entre 26 de agosto e 11 de setembro de 1972 e até o começo de setembro estavam sendo considerados os melhores, mais pacíficos e tecnicamente perfeitos de todos os tempos, quando foram transformados no maior pesadelo já ocorrido na história das Olimpíadas.

Com a participação recorde de 121 nações e 7 134 atletas, foram organizados pelos alemães para celebrar a paz e nos seus primeiros dez dias a competição esportiva de alto nível ali realizada maravilhava o mundo. Mas na madrugada do dia 5 de setembro, cinco árabes do grupo terrorista Setembro Negro invadiram a vila olímpica, mataram dois membros da equipe de Israel e fizeram outros nove de reféns. O que se seguiu, com a paralisação temporária dos Jogos e a morte de todos os reféns israelitas, ficou conhecido como o Massacre de Munique.

Com todas as bandeiras dos países participantes a meio mastro e uma missa no estádio olímpico em honra das vítimas, após 34 horas de interrupção os Jogos voltaram a acontecer, após a insistência e a célebre frase – para uns realista, para outros polêmica e para muitos, infame – do presidente do Comité Olímpico Internacional (COI), Avery Brundage: “Os Jogos devem continuar!”[1]

Processo de candidatura[editar | editar código-fonte]

Munique ganhou o direito de sediar os XX Jogos Olímpicos em 26 de abril de 1966, na 64ª sessão do Comitê Olímpico Internacional, realizada em Roma, Itália, superando as candidaturas de Detroit, Madrid e Montreal.

Resultados da eleição da cidade-sede dos Jogos da XX Olimpíada[2]
Cidade CON Rodada 1 Rodada 2
Munique  Alemanha Ocidental 29 31
Madrid  Espanha 16 16
Montreal  Canadá 6 13
Detroit  Estados Unidos 6 -

Fatos e destaques[editar | editar código-fonte]

Vista da torre do complexo olímpico de Munique.
  • O grande nome de Munique e um dos maiores de todos os Jogos Olímpicos foi o do nadador norte-americano Mark Spitz. Campeão olímpico de sete provas da natação, Spitz também quebrou o recorde mundial de todas elas, numa façanha sem paralelos no mundo do esporte. Além disso, duas de suas medalhas e recordes foram conquistados na piscina no mesmo dia e com apenas uma hora de diferença entre elas. O feito de Spitz, que assombrou o mundo, transformou-o num alvo preferencial do terrorismo por ser judeu e ele foi retirado às pressas da cidade após o ataque à vila olímpica e enviado de volta aos Estados Unidos.[3] Sua façanha o transformou num dos maiores nomes da natação mundial de todos os tempos e somente veio a ser superada nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, pelo também norte-americano Michael Phelps, que ganhou 8 medalhas de ouro.[4] Após Munique, promovido a patrimônio nacional e xodó oficial do seu povo – a cerimônia de seu casamento, pouco tempo depois dos Jogos, teve a cobertura de nada mais nada menos que 600 jornalistas dos Estados Unidos e do resto do mundo - o bem apessoado Spitz ficou milionário como garoto propaganda.
  • Resgatando a tradição de seus compatriotas nas corridas de fundo, o finlandês Lasse Viren conquistou o ouro nos 5 000 e nos 10 000 m, este último de maneira sensacional, caindo ao chão depois de um choque no meio da prova e ainda se recuperando não apenas para ganhar a prova mas também para quebrar o recorde mundial. Viren ganharia novamente as mesmas provas em Montreal quatro anos depois, numa dobradinha espetacular, sendo o único atleta a ter conquistado quatro medalhas de ouro nas duas provas olímpicas de pista de longa distância, o chamado double-double.
  • O tiro com arco e o handebol foram re-introduzidos no programa olímpico após um período de ausência.
  • Os Jogos de 1972 tiveram pela primeira vez um mascote, o cachorrinho linguiça Waldi.
  • Pela primeira vez o juramento olímpico também passou a ser feito pelos juízes.
  • A estrela da mídia nestes Jogos foi a ginasta soviética Olga Korbut, que com sua simpatia chamou a atenção da mídia internacional.
  • Herdeira de sua compatriota Dawn Fraser, a australiana Shane Gould, de 16 anos, que tinha a mania de ir à cerimônia de premiação no pódio agarrada a um ursinho de pelúcia, ganhou três medalhas de ouro e duas de prata na natação.
  • Os velocistas americanos Rey Robinson e Eddie Hart, franco favoritos na prova dos 100 m rasos, ganharam facilmente suas primeiras baterias eliminatórias mas dormiram demais, perderam a hora da semifinal, foram eliminados e tiveram que assistir pela TV da vila a vitória do soviético Valery Borzov, que também ganhou a prova dos 200 m.
  • Munique também teve seu drama esportivo para os americanos. Campeões consecutivos do basquetebol desde os Jogos de 1936, na mais absoluta supremacia que uma única nação teve sobre determinado esporte olímpico, viram a medalha de ouro escapar numa final tensa contra a União Soviética, em que tiveram uma derrota de 51 a 50 graças a um polêmico erro na contagem do tempo, que permitiu aos soviéticos uma cesta no último segundo. Revoltados com o acontecido, se recusaram a receber as medalhas de prata, que até hoje se encontram guardadas num cofre na sede do COI na Suíça.
  • Para os soviéticos, eternos vice-campeões no basquete para os americanos, esta conquista teve tamanho sabor que oito anos depois, nos Jogos de Moscou, coube ao capitão desta equipe Sergei Belov, acender a pira olímpica na cerimônia de abertura.
  • Foi a primeira vez que os Jogos Olímpicos foram transmitidos ao vivo para o Brasil.

Modalidades disputadas[editar | editar código-fonte]

Quadro de medalhas[editar | editar código-fonte]

Quadro de Medalhas / Munique 1972 Olympic rings with transparent rims.svg
Posição País Ouro Prata Bronze Total
1 União SoviéticaURS União Soviética 50 27 22 99
2 Estados UnidosUSA Estados Unidos 33 31 30 94
3 Alemanha OrientalGDR Alemanha Oriental 20 23 23 66
4 Alemanha OcidentalFRG Alemanha Ocidental 13 11 16 40
5 JapãoJPN Japão 13 8 8 29
6 AustráliaAUS Austrália 8 7 2 17
7 PolôniaPOL Polônia 7 5 9 21
8 HungriaHUN Hungria 6 13 16 35
9 BulgáriaBUL Bulgária 6 10 5 21
10 ItáliaITA Itália 5 3 10 18
11 SuéciaSWE Suécia 4 6 6 16
12 Grã-BretanhaGBR Grã-Bretanha 4 5 9 18
13 RomêniaROM Romênia 3 6 7 16
14 CubaCUB Cuba 3 1 4 8
FinlândiaFIN Finlândia 3 1 4 8
16 Países BaixosNED Países Baixos 3 1 1 5
17 FrançaFRA França 2 4 7 13
18 ChecoslováquiaTCH Checoslováquia 2 4 2 8
19 QuêniaKEN Quênia 2 3 4 9
20 IugosláviaYUG Iugoslávia 2 1 2 5
21 NoruegaNOR Noruega 2 1 1 4
22 Coreia do NortePRK Coreia do Norte 1 1 3 5
23 Nova ZelândiaNZL Nova Zelândia 1 1 1 3
24 UgandaUGA Uganda 1 1 2
25 DinamarcaDEN Dinamarca 1 1
26 SuíçaSUI Suíça 3 3
27 CanadáCAN Canadá 2 3 5
28 IrãIRI Irã 2 1 3
29 BélgicaBEL Bélgica 2 2
GréciaGRE Grécia 2 2
31 ÁustriaAUT Áustria 1 2 3
ColômbiaCOL Colômbia 1 2 3
33 ArgentinaARG Argentina 1 1
Coreia do SulKOR Coreia do Sul 1 1
LíbanoLIB Líbano 1 1
MéxicoMEX México 1 1
MongóliaMGL Mongólia 1 1
PaquistãoPAK Paquistão 1 1
TunísiaTUN Tunísia 1 1
TurquiaTUR Turquia 1 1
41 BrasilBRA Brasil 2 2
EtiópiaETH Etiópia 2 2
43 EspanhaESP Espanha 1 1
GanaGHA Gana 1 1
ÍndiaIND Índia 1 1
JamaicaJAM Jamaica 1 1
NígerNIG Níger 1 1
NigériaNGR Nigéria 1 1

Artigos relacionados[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Olympic.org. Munich 1972 Summer Olympics (em inglês). Visitado em 20 de julho de 2012.
  2. aldaver.com. INTERNATIONAL OLYMPIC COMMITTEE VOTE HISTORY (em inglês). Visitado em 5 de outubro de 2009.
  3. Canal Olímpico (19 de dezembro de 2011). História: 1972 Olimpíadas de Munique. Visitado em 20 de julho de 2012.
  4. UOL (17 de agosto de 2008). Michael Phelps supera Mark Spitz. Visitado em 20 julho de 2012.