Marketing de Internet

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde dezembro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Marketing
Composto
Marketing | Marketing mix | Produto | Preço | Promoção | Comunicação | Distribuição
Promoção
Propaganda (comunicação) | Publicidade | Campanha Publicitária | Criação (publicidade) | Relações públicas | Marketing direto | Buzz marketing | E-mail marketing | Marketing viral | Marketing de Relacionamento | Marketing de guerrilha | Marketing de utilidade | Marketing de massa | Trade Marketing
Mídias
Televisão | Rádio | Jornal | Revista | Internet
Produto
Produto | Design de produto | Metodologia de projeto | Estratégias de produto
Estratégia e conceitos
Estratégia | Estratégia competitiva | Estratégias competitivas genéricas | Estratégias de marketing | Planejamento estratégico | Plano de marketing | Cultura de Massa | Marketing de serviços | Marketing político | Mercado | Mídia | Pesquisa de mercado | Veículos | Posicionamento (marketing) | Segmentação de mercado | Telemarketing | Valor | Vantagem competitiva | Variáveis Mercadológicas
Tecnologias
Animação | Hipermídia | Podcasting | Radiodifusão | Telecomunicações
Outros verbetes
Ver Categoria:Marketing

Marketing de Internet, também referido como i-marketing, web marketing, marketing online ou eMarketing, é o marketing de produtos ou serviços na Internet.

A Internet tem trazido vários benefícios únicos ao marketing, sendo um deles os baixos custos e as maiores capacidades para a distribuição da informação e mídia para uma audiência mundial. A natureza interativa do marketing na Internet, em termos de fornecer respostas instantâneas, é uma qualidade única deste mediador. É considerado às vezes que o marketing na Internet possui um escopo mais amplo devido não só ao fato de que ele se refere à mídia digital, como a Internet em si e e-mails, como também inclui sistemas que proporcionam o gerenciamento dos dados de cliente digital e de ECRMs.

Conceito[editar | editar código-fonte]

Wikitext.svg
Este artigo ou seção precisa ser wikificado (desde agosto de 2009).
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.

E-Marketing pode ser definido como os esforços das empresas em informar, comunicar, promover e vender seus produtos e serviços pela internet.

Esta modalidade de promoção apresenta grandes vantagens em relação aos veículos de marketing tradicionais como o fato de tanto grandes como pequenas empresas podem:

  • enfrentar seus custos já que estes são relativamente baixos,
  • não há limite real de espaço para propaganda,
  • o acesso é rápido e o site fica disponível para o mundo todo, sem limitações geográficas.

Firedman (2005) afirma que nunca antes na história da humanidade tantas pessoas tiveram a possibilidade de encontrar tantas informações sobre tantas coisas em um único local. Assim, o uso da internet como ferramenta importante na busca de qualquer tipo de informação deixou de ser uma novidade e se tornou um hábito para as pessoas em qualquer parte do globo. O marketing soube identificar nessa rede mundial de computadores um potencial canal de promoção e distribuição de produtos e serviços.

A acessibilidade à internet além de tornar muito mais ágil e eficiente a forma com que as pessoas se comunicam e procuram por informações também viabilizou o surgimento de uma nova modalidade de comercialização, tanto que para Kotler (2006) as empresas podem operar através da internet um poderoso canal de vendas e informação obtendo um alcance geográfico ampliado para divulgar e promover seus negócios e produtos em qualquer parte do mundo. O e-marketing é calcado nos mesmos conceitos do marketing tradicional em integrar um meio através do qual, indivíduos tenham suas necessidades identificadas e supridas através da criação, divulgação, oferta e troca de produtos. A internet é o canal utilizado pelo e-marketing para realizar essa comunicação de valor e propiciar interatividade ao cliente, possibilitando maior troca de informações e um relacionamento individualizado – marketing one to one.

O e-marketing tem a sua base no e-commerce (comércio eletrônico via inernet), seja este business to business ou business to consumer. Este novo canal de divulgação e promoção de produtos agrega a possibilidade de exposição global ao tradicional composto de marketing: produto, preço, praça (ponto de venda, distribuição) e promoção (propaganda, comunicação). Este incrementa potencialmente as relações de interação entre empresas e público-alvo, constitui uma ação complementar ao mix de marketing.

As empresas hoje em dia enfrentam o desafio de eliminar o abismo que existe entre a administração tradicional e a forma como os negócios são gerenciados na ótica do comércio eletrônico. A maioria das empresas precisará alterar drasticamente os alicerces que as guiaram até aqui, reformulando seus conceitos sobre onde é possível criar valor e como captá-lo. A internet está provocando uma transformação excepcional no mundo dos negócios, exigindo que as organizações deixem de lado muito do que foi aprendido até agora e passem a pensar no capitalismo globalizado a partir de uma óptica mais avançada, que até pouco tempo atrás nem era concebível, onde empresas e consumidores não possuem fronteiras.

Características importantes do marketing na Internet[editar | editar código-fonte]

  • Efeito imediato – permite uma enorme rapidez na implementação das campanhas promocionais e apresentação de novos produtos/serviços.
  • Personalização – é a chave para passar do tradicional marketing para um marketing one-to-one.
  • Quantificação – a Internet permite mensurar as visitas, pesquisas, etc.
  • Envolvimento do utilizador – novas formas de envolvimento do cliente uma vez que este é inevitavelmente interactivo.
  • Efeito de rede – a comunicação entre cliente é importante. Os clientes tem maior capacidade de construir ou destruir a reputação de empresas ou marcas.

Razões para apostar no marketing de Internet[editar | editar código-fonte]

  • Crescimento dos utilizadores na internet.
  • Aumento das compras via internet.
  • Novas formas de fazer negócio.
  • Resolver disfunções competitivas.
  • Diversificar canais.
  • Atrair novos clientes.

Finalidade[editar | editar código-fonte]

O Marketing e o e-Marketing visam a mesma finalidade: a aplicação de técnicas, métodos e sistemas que permitam a adequação da oferta (produtos, serviços, ideias) em todas as suas vertentes (preço, distribuição, comunicação) à satisfação das necessidades detectadas ou pressentidas nos consumidores. O e-Marketing pode ser considerado a aplicação da filosofia de Marketing às novas tecnologias.

e-Marketing e negócios na internet[editar | editar código-fonte]

Através da Internet, encontramos uma nova e poderosa forma de comunicar. Comunicar, neste meio, significa a conjugação de texto, imagem, dados e som numa só mensagem. As fronteiras físicas desaparecem facilmente, quando se comunica com indivíduos de várias partes do globo, o que permite uma maior troca de informação. A Internet permite-nos segmentar e personalizar as mensagens, passando então a comunicar com a sociedade de uma forma individualizada e personalizada. Identificam-se algumas vantagens deste meio, na óptica das organizações e dos consumidores, nomeadamente:

Para as Organizações no mercado virtual:

  • imagem e prestígio da organização;
  • notoriedade e reconhecimento da marca;
  • prospecção e desenvolvimento do mercado;
  • reacção à concorrência;
  • venda de produtos e/ou serviços;
  • melhoria do serviço aos clientes (anytime, anywhere);
  • poupança de recursos/reduzir custos (por exemplo anulando a necessidade de pontos de venda físicos);
  • teste de novos produtos no mercado e estudos de mercado;
  • customização, adequando a oferta em função dos gostos, preferências e necessidades dos consumidores;
  • adaptabilidade constante;
  • promoção de uma comunicação interactiva, bidireccional (empresa-cliente e vice versa);
  • acesso permanente ao mercado;
  • acesso permanente aos mercados internacionais, a outros segmentos ou nichos;
  • possibilidade de actuação global;
  • redução dos tempos de transacção;
  • redução de erros de processamento;
  • rapidez de adopção das novas tecnologias.

Para o Consumidor do mercado virtual:

  • obtenção de informação (disponível em maiores quantidades) com maior transparência;
  • recreação e diversão;
  • experimentação e testes de variados produtos;
  • gratificação imediata;
  • maior oferta (escolha) de produtos e serviços;
  • conveniência (quando e onde quiser);
  • interactividade e, em alguns casos, composição e adequação específica das características do produto;
  • maior "poder" sobre as empresas.

O e-Marketing pode ser entendido como aquele que é desenvolvido no ambiente dos novos media, onde a relação entre o produtor e o consumidor é desenvolvida através de um meio interactivo, como a Internet ou outros sistemas multimédia. Nas empresas, a Internet poderá levar a um aumento das vendas, na medida em que constitui um canal de distribuição e venda alternativo.

Referências[editar | editar código-fonte]

NUNES J., CAVIQUE L., Plano de marketing, estratégia em Acção, Dom Quixote, Lisboa, 2001 Lindon D. et al, Mercator XXI, Don Quixote, 2009

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Propaganda, Publicidade ou Marketing é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Internet é um esboço relacionado ao Projeto Internet. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.