Mickaël Landreau

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Mickaël Landreau
Mickaël Landreau.jpg
Informações pessoais
Nome completo Mickaël Vincent André-Marie Landreau[1]
Data de nasc. 14 de Maio de 1979 (35 anos)
Local de nasc. Machecoul,  França
Altura 1,84 m
Apelido Michellin
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Goleiro
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
1996-2006
2006-2009
2009-2012
2013-2014
França Nantes
França Paris Saint-Germain
França Lille
França Bastia
0335 0000(0)
0114 0000(0)
0119 0000(0)
0050 0000(0)
Seleção nacional
2001-2014 Bandeira da França França 0011 0000(0)

Mickaël Vincent André-Marie Landreau (Machecoul, 14 de maio de 1979), ou Mickaël Landreau, é um ex-futebolista francês. É o jogador com mais participações na Ligue 1: 618, entre 1997 e 2014, ano de sua aposentadoria.

Carreira por clubes[editar | editar código-fonte]

Nantes e PSG[editar | editar código-fonte]

Profissionalizou-se em 1996, no Nantes. Sua estreia foi contra o Bastia, em outubro, com apenas 17 anos de idade, e chegou a defender um pênalti do veterano Ľubomír Moravčík. Até 2006, o goleiro disputou 335 partidas (contabilizando as demais competições, 397) com a camisa dos Canários. Suas atuações renderam propostas de várias equipes (Barcelona[2] , Monaco, Roma, Juventus[3] , Olympique de Marseille[4] , Manchester United[5] e Celtic[6] ), foi contratado pelo Paris Saint-Germain[7] (Arsenal e Milan tentaram contratá-lo no final do contrato) novamente com status de titular absoluto: até 2009, foram 114 jogos pela primeira divisão francesa. Ironicamente, sem Landreau, o Nantes cairia para a Ligue 2 após 45 anos seguidos na elite.

Ao final da temporada 2007-08, especulou-se a saída do goleiro, uma vez que Grégory Coupet (reserva na Copa de 2006, assim como Landreau) manifestara interesse em defender o PSG, mas Charles Villeneuve, então presidente do clube, garantiu que "Michellin" estava em seus planos para o próximo campeonato. Cogitou-se, ainda, a contratação do goleiro pelo Real Madrid, para a reserva de Iker Casillas[8] . Com a ida de Coupet ao PSG[9] , a situação de Landreau ficou instável, e ele optou em se transferir ao Lille, que pagou 2 milhões de euros para contar com o goleiro.

Lille: lesão antes da estreia e saída da equipe[editar | editar código-fonte]

Cinco dias após assinar com os Dogues, Landreau sofreu uma grave lesão no joelho[10] , e ficou afastado por 6 meses. Durante sua ausência, o reserva Ludovic Butelle assumiu a titularidade, devolvida a "Michellin" em outubro. Deixou a equipe em dezembro de 2012, após divergências com o diretor-geral Frederic Paquet.

Passagem pelo Bastia, recorde e aposentadoria[editar | editar código-fonte]

Ainda em dezembro, Landreay assinou um contrato de apenas 6 meses com o Bastia[11] , a mesma equipe que ele enfrentou na estreia como atleta profissional, 16 anos antes. Após a contratação, disse que rejeitou uma proposta para defender a Inter de Milão[12] .

Um ano depois, no clássico entre Bastia e Ajaccio, entrou para a história do futebol francês ao disputar sua 602ª partida, igualando o recorde de partidas na Ligue 1, pertencente ao também goleiro Jean-Luc Ettori. O recorde foi superado no jogo frente ao Évian[13] . Landreau encerrou sua carreira clubística 2 dias antes de completar 35 anos.

Seleção francesa[editar | editar código-fonte]

Presente nas seleções francesas de base desde 1997, Landreau estreou com a seleção principal em 2001, na Copa das Confederações, contra o México, derrotado por 4 a 0. Acabou preterido para a Copa de 2002 - Ulrich Ramé foi convocado - , mas voltaria a envergar a camisa francesa pouco depois. Convocado para a Eurocopa de 2004, viu do banco de reservas a eliminação nas quartas-de-final para a surpreendente Grécia, que tornaria-se a campeã do torneio.

Integrou ainda o elenco que disputou a Copa de 2006, novamente como terceiro goleiro (embora usasse a camisa 1), ficando com o vice-campeonato. Não foi lembrado por Raymond Domenech para disputar a Eurocopa de 2008, e também ficou de fora da Copa de 2010, na África do Sul, onde a França não repetiu o desempenho na Alemanha e caiu na primeira fase.

Para homenageá-lo, o técnico Didier Deschamps convocou Landreau para a Copa de 2014, mais uma vez como terceira opção ao gol dos Bleus. A participação francesa no torneio encerrou-se com derrota para a Alemanha, por 1 a 0, e Landreau encerrou a carreira na seleção com apenas 11 partidas disputadas.

Galeria de imagens[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. "FIFA World Cup Germany 2006: List of Players" (PDF), FIFA, 11 de maio de 2010, p. 11. Página visitada em 7 de janeiro de 2014.
  2. "LANDREAU REJECTED BARCA CHANCE", Sky Sports, 24 de julho de 2001. Página visitada em 17 de julho de 2012.
  3. "Juve watch Nantes pair", Sky Sports, 15 de abril de 2002. Página visitada em 17 de julho de 2012.
  4. "L'OM ready for summer splash", Sky Sports, 8 de maio de 2003. Página visitada em 17 de julho de 2012.
  5. "Bouchet denies Red Devils talks", Sky Sports, 19 de março de 2003. Página visitada em 17 de julho de 2012.
  6. "Landreau plays down move", Sky Sports, 7 de abril de 2005. Página visitada em 17 de julho de 2012.
  7. Trivela. Após dez anos no Nantes, Landreau vai para o PSG. Visitado em 15 de maio de 2006.
  8. "PSG Goalkeeper Mickael Landreau: I Could Leave France For Spain Or England", Goals.com, 28 de fevereiro de 2009. Página visitada em 19 de março de 2012.
  9. Trivela. PSG contrata goleiro Coupet e cede Landreau ao Lille. Visitado em 29 de junho de 2009.
  10. Trivela. Recém-contratado, Landreau sofre lesão grave no joelho. Visitado em 4 de julho de 2009.
  11. "Mickaël Landreau au Sporting", SC Bastia, 23 de dezembro de 2012. Página visitada em 23 de dezembro de 2012. (em francês)
  12. "Mickael Landreau has revealed he turned down the chance to move to Inter Milan to join Bastia", Sky Sports, 31 de dezembro de 2012. Página visitada em 2 de janeiro de 2013.
  13. "Keeper Landreau sets new record mark", France24, 4 de dezembro de 2013.
Bandeira de FrançaSoccer icon Este artigo sobre futebolistas franceses é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.