Palmitinho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Palmitinho
Bandeira desconhecida
Brasão de Palmitinho
Bandeira desconhecida Brasão
Hino
Fundação 22 de maio de 1966 (48 anos)
Gentílico palmitinhense
Prefeito(a) Jair Alberto Albarello (PDT)
(2009–2012)
Localização
Localização de Palmitinho
Localização de Palmitinho no Rio Grande do Sul
Palmitinho está localizado em: Brasil
Palmitinho
Localização de Palmitinho no Brasil
27° 21' 18" S 53° 33' 18" O27° 21' 18" S 53° 33' 18" O
Unidade federativa  Rio Grande do Sul
Mesorregião Noroeste Rio-grandense IBGE/2008 [1]
Microrregião Frederico Westphalen IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Erval Seco, Taquaruçu do Sul
Distância até a capital 480 km
Características geográficas
Área 144,046 km² [2]
População 6 920 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 48,04 hab./km²
Altitude 380 m
Clima SUBTROPICAL
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,767 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 76 843,167 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 10 789,55 IBGE/2008[5]
Página oficial
Prefeitura http://www.palmitinho.rs.gov.br/

Palmitinho é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul. Destaca-se pela qualidade de vida e por sua população hospitaleira. É considerada uma das cidades mais bonitas da região noroeste do estado, o ano todo é possível observar as suas ruas arborizadas e canteiros floridos. Mesmo com alguns problemas, Palmitinho ainda preserva sua fama de cidade bem cuidada e ecologicamente correta. O município foi colonizado por migrantes italianos e luso-brasileiros no ano de 1926, mas sua emancipação política ocorreu no somente no ano de 1966. A cidade conta com uma população ordeira que tem compensado as dificuldades com muito trabalho e dedicação, visando sempre o melhor para a comunidade. A economia é baseada na agricultura, suinocultura, comercio e serviços. É conhecida regionalmente como a Capital da Suinocultura.

História[editar | editar código-fonte]

O município foi fundado por migrantes italianos e lusos portugueses - no ano de 1926 - Vindos do interior de Caxias, Guaporé, Nova Roma e Taquari. Foi às margens do rio Guarita que o professor Julio Ugarte y Ugarte, sob convênio com o governador do estado do Rio Grande do Sul Walter Só Jobim, realizou a Colonização Guarita, um projeto de colonização para onde se deslocaram um total de 602 pessoas. Durante a primeira metade da década de 60, a pacata e hospitaleira comunidade palmitinhense credenciava-se a uma vaga entre os municípios gaúchos. Sua emancipação politica se deu no dia 22 de Maio de 1966. O nome Palmitinho teve origem de uma das várias espécies de Palmeiras. Também pela quantidade de palmitos pequenos existentes na região. Dizem os pioneiros desta região que foram plantadas seis destas palmeiras em frente ao primeiro oratório da sede do município, daí o nome do lugar num diminutivo afetivo: Palmitinho. Por haver muitas "Palmeiras" no local onde acampavam os viajantes, originou-se o nome de Palmitinho.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 27º21'18" sul e a uma longitude 53º33'18" oeste, estando a uma altitude de 516 metros. Sua população estimada em 2010 era de 6.920 habitantes.

Possui uma área de 144,48 km². É banhado pelo Rio Guarita, que na margem esquerda situa-se a reserva indígena do guarita..

Turismo[editar | editar código-fonte]

Pontos turísticos: Igreja Matriz Santa Terezinha. Praça do lago.

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

É um município que conta com as águas do Rio Guarita.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Rio Grande do Sul é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.