Planeta de ferro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Comparação de tamanhos de planetas com diferentes composições[1]

Um planeta de ferro é um tipo de planeta que consiste principalmente do seu núcleo rico em ferro, com pouco ou nenhum manto. Mercúrio é o maior corpo celeste desse tipo em nosso sistema solar, mas exoplanetas maiores e mais ricos em ferro podem existir.

Origem[editar | editar código-fonte]

Planetas ricos em ferro podem ser os restos de metais normais/silicato de planetas rochosos cujos mantos rochosos foram arrancadas por impactos gigantescos. Modelos de formação de planetas atuais preveêm planetas ricos em ferro que se formarão em órbitas ou orbitarão estrelas massivas onde o disco protoplanetário, presumivelmente, consiste de um rico material de ferro.[2]

Características[editar | editar código-fonte]

Planetas ricos em ferro são menores e mais densos do que outros tipos de planetas de massa comparável.[3] Tais planetas, como esfriam rapidamente após a formação, não teriam placas tectônicas ou forte campo magnético.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Scientists Model a Cornucopia of Earth-sized Planets. www.nasa.gov. Página visitada em 17/11/2011.
  2. a b "Characteristics of Terrestrial Planets" by John Chambers, from "The Great Planet Debate: Science as Process", August 14–16, 2008, The Johns Hopkins University Applied Physics Laboratory Kossiakoff Center, Laurel, MD.
  3. All Planets Possible. www.astrobio.net. Página visitada em 17/11/2011.
Ícone de esboço Este artigo sobre astronomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.