Anã amarela

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O Sol, uma estrela anã amarela.

Um anã amarela é uma estrela da sequência principal de classe G. Essas estrelas têm entre 0,8 e 1,2 massas solares e temperatura superficial entre 5 300 e 6 000 K.1 Como outras estrelas da sequência principal, uma anã amarela está no processo de conversão de hidrogênio para hélio em seu núcleo pela fusão nuclear.2 O Sol é o exemplo mais conhecido de anã amarela. Cada segundo, ele funde aproximadamente 600 milhões de toneladas de hidrogênio para hélio, convertendo cerca de 4 milhões de toneladas de matéria em energia.3 4 Outras anãs amarelas incluem Alpha Centauri A, Tau Ceti e 51 Pegasi.5 6 7

Uma anã amarela funde hidrogênio por cerca de 10 bilhões de anos, até ele acabar. Quando isso acontece, a estrela se expande e vira uma gigante vermelha, como Aldebarã (Alpha Tauri).8 Eventualmente a gigante vermelha perde suas camadas externas de gás, que vira uma nebulosa planetária, e o núcleo esfria e se contrai em uma densa anã branca.2

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Empirical bolometric corrections for the main-sequence, G. M. H. J. Habets and J. R. W. Heintze, Astronomy and Astrophysics Supplement 46 (novembro de 1981), pp. 193–237.
  2. a b Stellar Evolution: Main Sequence to Giant, class notes, Astronomy 101, Valparaiso University, acessado em 19 de junho de 2007.
  3. Why Does The Sun Shine?, lecture, Barbara Ryden, Astronomy 162, Ohio State University, acessado em 19 de junho de 2007.
  4. Sun, entry at ARICNS, acessado em 19 de junho de 2007.
  5. Alpha Centauri A, SIMBAD query result. acessado em 4 de dezembro de 2007.
  6. Tau Ceti, SIMBAD query result. acessado em 4 de dezembro de 2007.
  7. 51 Pegasi, SIMBAD query result. acessado em 4 dedezembro de 2007.
  8. SIMBAD, entry para Aldebarã, acesado em 19 de junho de 2007.