Quark Strange

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde maio de 2012).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.

Em 1947 o estudo dos produtos de raios cósmicos revelou a existência de um novo barion, era previsto uma vida de ~10−23 segundos, mas o barion sobreviveu por ~10−10 segundos, com um tempo de desintegração muito maior que o esperado para partículas com interação forte, esta particula era o \Lambda_0[1] . Essa descoberta levou os cientistas Murray Gell-Mann (em 1953) e Kazuhiko Nishijima (em 1955), a estudarem essas estranhas e longevas formas de decaimento, e depois a postularem a existência de um novo número quântico que ficou conhecido como estranheza (s, do inglês "strangeness").

De acordo com o modelo padrão a partícula portadora desse novo número quântico é o quark estranho (strange quark)

O strange quark é um férmion de spin 1/2, carga elétrica -1/3, número bariônico 1/3 e estranheza -1, é o terceiro quark mais leve, sendo mais pesado que o Quark U e o Quark D.

Portadores do Quark Estranho[editar | editar código-fonte]

  • Bárion Lambda: o bárion lambda com tem um quark S, D e U em sua composição.

Veja Também[editar | editar código-fonte]

Referência[editar | editar código-fonte]

  1. The Strange Quark
Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.