Neutrino do elétron

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Neutrino do elétron
Composição: Partícula elementar
Família: Férmion
Grupo: Lépton
Geração:
Interação: interação fraca, gravidade
Símbolo(s): νe
Antipartícula: Antineutrino do elétron (νe)
Teorizada: Wolfgang Pauli (1930)
Descoberta: Clyde Cowan, Frederick Reines (1956)
Carga elétrica: 0e
Spin: 12
Número leptônico: LH: ?, RH: ?
Número bariônico: LH: ?, RH: ?

O neutrino do elétron (português brasileiro) ou neutrino do eletrão (português europeu) (νe) foi o primeiro neutrino descoberto. Ele, em conjunto com o elétron, formam a primeira geração de léptons, por isto foi chamado de neutrino do elétron.

Sua existência teórica foi inicial proposta por Wolfgang Pauli em 1930, para garantir a conservação do momento e a conservação de energia no decaimento beta. O neutrino do elétron apenas foi descoberto em 1956 por um time de cientistas liderados por Clyde Cowan e Frederick Reines (ver experimento do neutrino).[1]

Proposta[editar | editar código-fonte]

A primeira observação conhecida do neutrino, em 13 de novembro de 1970. Um neutrino colidiu com um próton numa câmara de bolhas de hidrogênio. A colisão ocorreu no ponto onde três faixas emanam à direita da fotografia.

No início da década de 1900, físicos teóricos previram que os elétrons envolvidos no decaimento beta deveriam ser emitidos numa energia específica. Entretanto, em 1914, James Chadwick demonstrou que os elétrons eram emitidos num espectro contínuo.[1]

n0p+ + e

O entendimento inicial do decaimento beta

Em 1930, Wolfgang Pauli formulou que uma partícula não detectada seria a responsável pela diferença da energia e do momento.[nota 1] [2]

n0p+ + e + ν0e

Versão de Wolfgang Pauli do decaimento beta

Notas

  1. Niels Bohr foi um opositor desta interpretação do decaimento beta e propunha que a energia e o momento não seriam conservadas.[carece de fontes?]

Referências

  1. a b (1997) "The Reines-Cowan Experiments: Detecting the Poltergeist". Los Alamos Science 25. Página visitada em 10 de fevereiro 2010.
  2. K. Riesselmann. (2007). "Logbook: Neutrino Invention". Symmetry Magazine 4 (2).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]