Píon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Estrutura quark de um píon

Na física de partículas, pião (português europeu) ou píon (português brasileiro) é o nome coletivo de três partículas descobertas pelos físicos César Lattes, Giuseppe Occhialini e Cecil Powell em 1947: π+, π0 e π. Píons são os mésons mais leves. Possuem spin nulo e são compostos de quarks de primeira geração (quark up e quark down).

A existência do píon havia sido prevista pelo físico teórico japonês Hideki Yukawa em 1935.

Tanto Yukawa quanto Powell foram laureados com o prêmio Nobel de física, o primeiro em 1949 e o segundo no ano de 1950.

Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.