Renault 21

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Renault 21
Renault 21 Nevada
Renault 21 front 20080612.jpg
Visão Geral
Nomes
alternativos
Renault Medallion
Eagle Medallion
Produção 19861994
Fabricante Renault
Modelo
Classe médio-grande
Carroceria Hatch
Sedan
Perua
Designer Giorgetto Giugiaro
Ficha técnica
Motor 2.0L4-8v(115cv)
2.2eL4-8v(125cv)
(Versões Brasil)
Transmissão 5 velocidades, manual
3 ou 4 velocidades, automática
Modelos relacionados
Audi 80
BMW Série 3
Citroën BX
Ford Sierra
Honda Accord
Mercedes-Benz 190E
Opel Vectra
Peugeot 405
Toyota Corona
Volvo 440
Volkswagen Santana
Tanque 60L
Consumo 8,1km/L(cidade)
12,7km/L(estrada)
(dados do sedan GTX 2.0)
Cronologia
Último
Último
Renault 18
Renault Laguna
Próximo
Próximo


O Renault 21 foi um automóvel fabricado pela Renault entre 1986 e 1994. Substituiu o Renault 18 e foi sucedido pelo Renault Laguna.

História[editar | editar código-fonte]

Lançado em 1986, como sucessor do modelo 18, o 21 trazia grandes inovações em design e eletrônica embarcada. Três modelos compunham a família 21, o hatch, o sedan e a perua. Ao redor do mundo, possuiu vários motores, dentre eles o 1.4, 1.6(Japão apenas) 1.7(Europa), 2.0 L4 , 2.0 12V, 2.0L4-Turbo, 2.2 8v(110cv), 2.2e 8v(125cv) - para Estados Unidos e Brasil; além das opções à diesel 1.9, 2.1 e 2.1-Turbo. O automóvel fez grande sucesso na Europa, onde ultrapassou a marca de 1 milhão de unidades comercializadas.

No Brasil, o modelo 21 desembarcou em 1992, nas configurações Sedan e perua(chamada aqui de Nevada). Ambas dispunham de dois acabamentos(GTX 2.0 e TXE 2.2e), apenas com transmissão manual(não há fontes seguras sobre a importação oficial de unidades automáticas. Rumores afirmam que a versão Nevada TXE teve algumas unidades com transmissão de 3 marchas trazidas em 1992). Todas as versões possuiam direção assistida, vidros elétricos(dianteiros apenas no GTX), travas e retrovisores elétricos, ar-condicionado e direção escamoteável. A versão TXE incluía freios assistidos por ABS, regulagem elétrica dos bancos dianteiros(opcional em 92 e de série em 93 e 94) e sistema anti-esmagamento dos dedos nas janelas. O comprador ainda podia optar por ar-condicionado automático, teto-solar e caso sua opção fosse pela perua, automaticamente eram incluídos dois assentos adicionais, totalizando 7 lugares. A 21 Nevada TXE foi pioneira do segmento no Brasil em oferecer 7 lugares e uma das pioneiras no mundo.

O modelo 21 não obteve tanto sucesso no Brasil por causa do interesse da Renault em seu modelo menor, o 19, que fazia muito sucesso no Brasil naquele tempo. A falta de atenção com o modelo 21 fez com que este quase não tivesse verba disponível para publicidade. Inclusive a grande maioria dos concessionários, na época, não o tinha em seu showroom.

O Renault 21 deixou o Brasil em setembro de 1994, com a apresentação do modelo Laguna, que estaria disponível 3 meses depois para venda. Cerca de 6.000 unidades foram vendidas entre 92 e 94(incluindo sedan e Nevada em todas as versões), de acordo com fontes da Abeiva.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre automóveis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.