Teixeirinha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Teixeirinha
Informação geral
Nome completo Vítor Mateus Teixeira
Nascimento 3 de março de 1927
Origem Taquara,  Rio Grande do Sul
País  Brasil
Data de morte 4 de dezembro de 1985 (58 anos)
Gênero(s) Música nativista
Instrumento(s) Violão
Período em atividade 1953-1985
Página oficial www.teixeirinha.com.br
Estátua em homenagem a Teixeirinha, em Passo Fundo

Vítor Mateus Teixeira, mais conhecido como Teixeirinha, (Taquara, 3 de março de 1927Porto Alegre, 4 de dezembro de 1985) foi um cantor e compositor brasileiro, também conhecido como o "Rei do Disco", pelos recordes de vendas de discos que consegue até hoje, mesmo já falecido.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Teixeirinha teve uma infância difícil, especialmente por ter perdido aos sete anos o pai, um carreteiro, e aos nove anos a mãe, em um incêndio. Em 1960, Teixeirinha estoura nas paradas de sucesso com a música "Coração de Luto", que descreve sua triste infância e principalmente a morte trágica de sua mãe. O lançamento de "Coração de Luto" tornou-se sucesso nacional, pois vendeu milhões de cópias e se tornou um dos singles mais vendidos da história da música mundial. "Coração de Luto" chegou a ser regravada por diversos intérpretes, entre eles, a dupla sertaneja Milionário & José Rico, com uma roupagem sertaneja.

Em 1961 conheceu em Bagé a cantora Mary Terezinha que era sua fã e aos 13 anos de idade cantava profissionalmente suas músicas, tornando-se nessa época sua efetiva companheira. Atuou também no cinema, sendo que o filme Coração de Luto, de 1967, era uma autobiografia. Teixeirinha foi um típico músico da linha mais popular da música gaúcha, tendo-se tornado, em seu tempo, um ícone do estilo. Uma de suas canções mais famosas é "Querência Amada", que em sua introdução possui uma dedicatória ao pai e acabou se tornando um hino informal ao Rio Grande do Sul.

Teixeirinha e Mazzaropi foram os maiores fenômenos populares do cinema sul-americano regional. No caso do cantor gaúcho, seus filmes chegaram a superar 1,5 milhões de espectadores, obtidos apenas nos três estados do sul do país. Eram co-produzidos por distribuidores e exibidores locais, que lhes asseguravam a permanência em cartaz. Sua última produção, "A Filha De Iemanjá" foi distribuída pela Embrafilme com fracos resultados. Uma análise mais detalhada dos resultados de exibição pode conduzir a uma melhor compreensão da relação regional da distribuição e da exibição. Teixerinha teve um recorde de venda de discos sendo que até 1983,Lançou 70 LPS e vendeu 88 milhões de cópias. Estima-se que até os dias atuais tenha ultrapassado a marca de 120 milhões de cópias em todo o mundo. Teixeirinha teve 7 filhas e 2 filhos, Sirley; Liria Luisa; Victor Filho; Margareth; Elizabeth; Fátima; Márcia Bernadeth; Alexandre e Liane Ledurina. Teixeirinha, um dos maiores músicos brasileiros, morreu no dia 4 de dezembro de 1985, vítima de câncer, e está enterrado no cemitério da Santa Casa em Porto Alegre, Rio Grande do Sul.

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • 1959 - Teixeirinha interpreta musicas de amigos
  • 1960 - O Gaúcho Coração do Rio Grande
  • 1961 - Assim é nos pampas
  • 1961 - Um gaúcho canta para o Brasil
  • 1962 - O Gaúcho Coração do Rio Grande, volume 4
  • 1963 - Saudades de Passo Fundo
  • 1963 - Êta gaúcho bom
  • 1964 - Teixeirinha Show
  • 1964 - Gaúcho autêntico
  • 1964 - Canarinho cantador
  • 1965 - O rei do disco
  • 1965 - Bate-bate coração
  • 1965 - Disco de ouro
  • 1966 - Teixeirinha no cinema
  • 1967 - Coração de Luto - trilha sonora do filme
  • 1967 - Mocinho aventureiro
  • 1967 - Dorme Angelita
  • 1968 - Doce coração de mãe
  • 1968 - Última tropeada
  • 1969 - O rei
  • 1969 - Volume de prata
  • 1970 - Carícias de amor
  • 1970 - Doce Amor
  • 1971 - Num Fora de série
  • 1971 - Entre a cruz e o amor
  • 1971 - Chimarrão da hospitalidade
  • 1972 - Ela tornou-se freira - trilha sonora do filme
  • 1972 - Minha homenagem
  • 1973 - O Internacional
  • 1973 - Sempre Teixeirinha
  • 1974 - Última Gineteada / Menina que passa
  • 1975 - Pobre João - trilha sonora do filme
  • 1975 - Aliança de ouro
  • 1975 - Lindo Rancho
  • 1977 - Novo Som de Teixeirinha
  • 1977 - Norte a Sul
  • 1977 - Canta meu povo / Fronteira gaúcha
  • 1978 - Amor de verdade / Inseparável violão
  • 1978 - Menina da gaita / O Centro-Oeste brasileiro
  • 1979 - 20 anos de glória
  • 1979 - Menina da Gaita
  • 1980 - Menina Margareth / Vida e morte
  • 1981 - Rio Grande de Outrora / Crime de Amor
  • 1981 - Iemanjá - trilha sonora do filme
  • 1982 - Que droga de vida / Infância frustrada
  • 1982 - Os Reis do Desafio - Dez desafios inéditos - Teixeirinha e Mary Terezinha
  • 1983 - Chegando de longe / Apenas uma flor
  • 1984 - Guerra dos desafios - Teixeirinha e Nalva Aguiar
  • 1984 - Quem é você agora / Amor desfeito
  • 1985 - Amor aos passarinhos
  • 1993 - Milonga da Fronteira [Contendo os grandes sucessos de Teixeirinha](Póstumo)
  • 1994 - Teixeirinha Canta com Amigos (Póstumo)

Participação Especial[editar | editar código-fonte]

  • 1981 - A Grande Noite da Viola - ao vivo

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]