Aldo Rossi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Aldo Rossi
Nascimento 3 de maio de 1931
Milão
Morte 4 de setembro de 1997 (66 anos)
Milão
Prêmios Prêmio Pritzker (1990)

Aldo Rossi (Milão, 3 de maio de 1931Milão, 4 de setembro de 1997) foi um arquiteto e teórico da arquitetura italiano. Seu pai tinha uma fábrica de bicicletas, cuja marca era Rossi. Em 1959 licenciou-se em arquitetura no Politécnico de Milão.

Aldo Rossi ficou conhecido pelo uso de formas puras: cubos, esferas, cones etc. Seus principais livros foram: A Arquitetura da Cidade e Autobiografia científica. Esse último foi escrito praticamente dentro de um hospital, onde passou vários meses, após sofrer um acidente.

Para referir-se a uma espécie de construção, Rossi usou a expressão genius loci, citada em A Arquitetura da Cidade, a propósito das construções romanas. Os antigos romanos entendiam que um edifício só deveria ser construído se o local a ele destinado estivesse sob a protecção do genius loci - a divindade ou o espírito do lugar.

Em 1990 tornou-se o primeiro italiano a ganhar o Prêmio Pritzker pelo conjunto de sua obra. Um dos membros do juri do Prêmio declarou que Rossi era um poeta convertido em arquiteto.[carece de fontes?]

Galeria[editar | editar código-fonte]


Precedido por
[[
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) arquiteto(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

]]

Prêmio Pritzker
1990
Sucedido por
Robert Venturi


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) arquiteto(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.