Ave (sub-região)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ave
  Sub-região  
Horizonte de Ave
Localização
Localização do Ave
Localização do Ave
País Portugal
Região Norte
História
Constituição 14 de Abril de 2009
Administração
Sede Rua Capitão Alfredo Guimarães, 1

4800-019 Guimarães

Vice-Presidente Victor Hugo Machado da Costa Salgado de Abreu
Presidente Domingos Bragança Salgado
Características geográficas
Área total 1 451 km²
População total (2021) 418 531 hab.
Densidade 288 hab./km²
Fuso horário GMT
Sítio https://cim-ave.pt

O Ave é uma sub-região portuguesa situada no noroeste do país, pertencendo à Região do Norte. Tem uma extensão total de 1.451 km2[1], 418.531 habitantes[2] em 2021 e uma densidade populacional de 288 habitantes por km2.

Está composta por oito municípios e 189 freguesias[3], sendo a cidade de Guimarães a cidade administrativa e o principal núcleo urbano da sub-região. Com 31.950 habitantes na sua área urbana e 156.849 habitantes em todo o município, é a maior cidade e o maior município do Ave, sendo limitada a norte com o Cávado, a leste com o Alto Tâmega, a sudeste com o Douro, a sul com o Tâmega e Sousa e a sudoeste com a Área Metropolitana do Porto.


O Rio Ave, que dá nome à região, na zona das Taipas

Municípios[editar | editar código-fonte]

Compreende 8 concelhos:[4][5][6]

Estes concelhos estão agrupados na Comunidade Intermunicipal do Ave.[7][8]

Antigos concelhos da sub-região do Ave:[5]

Evolução[editar | editar código-fonte]

Esta sub-região começou por ter, em 1989, apenas 6 concelhos: Fafe, Guimarães, Póvoa de Lanhoso, Vieira do Minho, Vila Nova de Famalicão e Santo Tirso.[4]

Em 2002, já tinha sido incorporados os concelhos (entretanto criados) de Trofa e Vizela.[6]

Em 2008, ao passo que Cabeceiras de Basto e Mondim de Basto, da NUTS III do Tâmega, foram integrados nesta sub-região os concelhos de Trofa e Santo Tirso passaram a integrar a unidade territorial do Grande Porto, já que fazem parte também do Distrito do Porto.[5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Instituto Geográfico Português, Carta Administrativa Oficial de Portugal (CAOP), versão 2013 Arquivado em 9 de dezembro de 2013, no Wayback Machine. (ficheiro Excel zipado)
  2. INE (2021). «População do Ave» 
  3. Diário da República, Reorganização administrativa do território das freguesias, Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro, Anexo I.
  4. a b «Decreto-Lei n.º 46/89, de 15 de Fevereiro.» (pdf). Diário da República Electrónico. 15 de fevereiro de 1989. pp. 591 e 592. Consultado em 23 de março de 2014 
  5. a b c «Decreto-Lei n.º 68/2008, de 14 de Abril.» (pdf). Diário da República Electrónico. 14 de Abril de 2008. pp. 2193 e 2194. Consultado em 23 de março de 2014 
  6. a b «Decreto-Lei n.º 244/2002, de 5 de Novembro.» (pdf). Diário da República Electrónico. 5 de Novembro de 2002. pp. 7101 a 7103. Consultado em 23 de março de 2014 
  7. COMUNIDADES INTERMUNICIPAIS (Lei n.º 75/2013, de 12/9), Direcção-Geral das Autarquias Locais, acessado em 16 de Setembro, 2007
  8. Decreto-Lei nº 68/2008 de 14 de Abril de 2008, Artigo 2º