Blanka

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde novembro de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Blanka
Blanka
Informações gerais
Nome no Japão Buranka (ブランカ)
Série Street Fighter
Primeiro jogo Street Fighter II:The World Warrior
Designer Akira Yasuda
Dublador em inglês Tom Carlton (SFII movie)
Scott McNeil (Street Fighter: Code of Honor)
Taliesin Jaffe (Street Fighter IV)
Dublador japonês Yūji Ueda (Street Fighter Alpha 3, Street Fighter IV)
Captura de movimentos Robert Mammone (filme)
Informações pessoais
Sexo masculino
Data de nascimento 12 de fevereiro de 1966
Nacionalidade  Brasil
Estilo(s) de luta Luta Selvagem autodidata (Army Ants) / Capoeira.

Blanka (ブランカ Buranka?) é um personagem fictício da série de jogos de luta Street Fighter da Capcom. Ele apareceu pela primeira vez no videogame Street Fighter II de 1991 como um dos oito personagens jogáveis, e foi posteriormente apresentado sequências e spin-off. Blanka também está presente em vários jogos de crossover da Capcom, incluindo a série SNK vs. Capcom. O personagem apareceu em outras adaptações de mídia da franquia, incluindo um filme de animação, um filme live-action, uma série animada de televisão e revistas em quadrinhos.

Blanka foi originalmente concebido como um personagem humano por Akira "Akiman" Yasuda, e sofreu várias reconceituações durante a produção de Street Fighter II antes de chegar à sua versão final como uma fera selvagem com pele verde e longos cabelos laranja. A história de fundo de Blanka é que ele já foi humano, mas depois de um acidente de avião no Brasil ele sofreu uma mutação (resultando em sua coloração verde e sua capacidade de gerar eletricidade). Blanka foi geralmente bem recebido pelos críticos e fãs, tornando-se um dos personagens mais populares da franquia.

Concepção e design[editar | editar código-fonte]

Criação[editar | editar código-fonte]

Projetado por Akira "Akiman" Yasuda, o conceito por trás de Blanka surgiu em um projeto inicial como um homem africano chamado Anabebe, que foi criado por um leão. Após o lançamento de Final Fight, a Capcom conduziu abordou Street Fighter II e considerou vários designs para o personagem Blanka (incluindo um lutador mascarado baseado em Tiger Mask e um guerreiro estilo ninja).[1][2] Seu design mais tarde mudou para um homem grande com cabelos grossos e costeletas, chamado "Hammer Blanka".[3] A equipe então adotou a aparência feroz de Blanka, porque eles sentiram que o jogo seria "chato" com apenas personagens humanos.[4]


Características[editar | editar código-fonte]

A característica física mais proeminente de Blanka é sua cor verde, inicialmente atribuída ao seu consumo de clorofila das plantas para se misturar em seu ambiente selvagem.[5][6] No entanto, quando Street Fighter foi trazido para os EUA, a coloração de Blanka foi atribuída a ele ser atingido por um raio durante a tempestade elétrica em que seu avião caiu.[7][8] Em Street Fighter II, a pele de Blanka é verde-amarelada, mas versões posteriores do personagem são de um verde brilhante.

Blanka luta em um estilo autodidata e animalesco.[5][9] Em vários de seus movimentos especiais ele rola em uma bola, lançando-se contra um oponente.[5][10][11] 3] No ataque característico de Blanka, ele se agacha e emite uma corrente elétrica chocando tudo o que toca.[5][12][13] Apesar de Blanka rosnar em combate,[14] exceto por Street Fighter Alpha 3 ele fala em cinemáticas.[15]

Outras mídias[editar | editar código-fonte]

Blanka aparece brevemente em Street Fighter II: The Animated Movie, quando ele é baixado de uma gaiola e derrota Zangief. O filme live action de Street Fighter combinou Blanka e Charlie em um único personagem.[16] Charlie é capturado por Bison, que força Dhalsim a submetê-lo a testes genéticos para criar o soldado perfeito.[17][18] Blanka foi interpretado por Robert Mammone, enquanto Kim Repia desempenhou o papel em sua adaptação para videogame. As série de animação americana manteve a história da origem do filme para o personagem, como ele e Guile procurar uma cura para sua mutação.[19] Na adaptação em quadrinhos de Street Fighter da UDON, Blanka é usado como uma arma viva pela Shadaloo até que ele seja resgatado por Delta Red (esquadrão de Cammy). Voltando aos seus sentidos, ele se reúne com sua mãe. Blanka é um oponente enfrentado por Ryu, Guile e Chun-Li na história do mangá de Street Fighter e faz uma aparição no filme da Disney Wreck-It Ralph.[20]

Referências

  1. Capcom Sound Team Alph Lyla (15/11/1992). "Making of Street Fighter II". Capcom-004: Street Fighter II Complete File (CD/booklet). Capcom. p. 1.
  2. Staff (abril de 1992). "The Making of Street Fighter II". Electronic Gaming Monthly (33): 103.
  3. Capcom Sound Team Alph Lyla (15/11/1992). "Making of Street Fighter II". Capcom-004: Street Fighter II Complete File (CD/booklet). Capcom. p. 4.
  4. Prandoni, Claudio (24 de outubro de 2011). http://jogos.uol.com.br/ultimas-noticias/2011/10/24/no-inicio-de-street-fighter-ii-blanka-era-um-humano-normal-diz-produtor-da-serie-veja-entrevista.htm´"No início de 'Street Fighter II', Blanka era um humano normal"]. UOL.
  5. a b c d Clements, Ryan (30 de janeiro de 2009). «Street Fighter IV: Blanka». IGN. Ziff Davis. Cópia arquivada em 8 de novembro de 2014 
  6. Gilbert, Henry (16 de março de 2013). «Gaming's most green characters». GamesRadar. Future plc. Cópia arquivada em 8 de novembro de 2014 
  7. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome ign
  8. Gonzalez, Annette (9 de março de 2010). «Genetically Mutated Characters: Side Effects Include...». Game Informer. Consultado em 4 de maio de 2014. Cópia arquivada em 8 de novembro de 2014 
  9. Jensen, K. Thor (29 de fevereiro de 2012). «Best Street Fighter Tattoos». UGO Networks. IGN Entertainment. Cópia arquivada em 5 de março de 2012 
  10. Capcom USA (1998). Street Fighter Alpha 3 instruction booklet (booklet). [S.l.]: Capcom USA. p. 15 
  11. «Street Fighter X Tekken official web manual». Capcom. Consultado em 5 de maio de 2014. Cópia arquivada em 8 de novembro de 2014 
  12. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome grhistory11
  13. Capcom USA (1992). Street Fighter II instruction booklet (booklet). [S.l.]: Capcom USA. pp. 20–21 
  14. Frear, Dave. «Review: Street Fighter Alpha 3 (Game Boy Advance)». Nintendo Life. Nlife. Cópia arquivada em 8 de novembro de 2014 
  15. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome alpha
  16. «Page 11 - Street Fighter Week: The evolution of Chun-Li and Blanka | GamesRadar». web.archive.org. 23 de dezembro de 2014. Consultado em 5 de novembro de 2019 
  17. «The Greatest Scenes of Street Fighter: The Movie from 1UP.com». web.archive.org. 4 de junho de 2016. Consultado em 5 de novembro de 2019 
  18. «20 Things You Didn't Know About Street Fighter II from 1UP.com». web.archive.org. 3 de julho de 2016. Consultado em 5 de novembro de 2019 
  19. «Street Fighter Merchandising: Merchandise Whore-yuken from 1UP.com». web.archive.org. 4 de junho de 2016. Consultado em 5 de novembro de 2019 
  20. AM, Tom Herrmann 11/05/12 AT 10:00 (5 de novembro de 2012). «'Wreck-It Ralph' Brings Back Disney Classic Elements In A Contemporary Style». International Business Times. Consultado em 5 de novembro de 2019